O Altar do Testemunho - Reunião de Obreiros do Dia 31-07-1995 - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Altar do Testemunho - Reunião de Obreiros do Dia 31-07-1995

Estudos Bíblicos II
______________


O ALTAR DO TESTEMUNHO
Reunião de Obreiros do Dia 31-07-1995
 
Josué 22:10-34
 
As 2 ½ tribos propuseram não atravessar o Jordão Nm 32 – Josué dá o respaldo para voltarem Js 22 As outras tribos atravessaram o Jordão sem molhar os pés Js 3:17.
 
Chegando na Terra Prometida, Canaã, a maior parte da nação se estabeleceu entre o mar Mediterrâneo e o rio Jordão, enquanto que, as tribos de Rúben, Gade e a meia tribo de Manassés, tomaram posse de uma região do lado leste do Jordão. Quando atravessaram o Jordão para chegar ao seu território, edificaram um Altar na mesma forma do Altar principal de Israel. Prática terminantemente proibida por Deus. Mesmo parecendo algo insignificante, Deus havia proibido sacrifícios sobre outros altares em outros lugares, sob pena de serem  eliminadas as pessoas envolvidas em rebelião que contrariasse às instruções sobre suas práticas religiosas.
 
1. - Retornando de Siló as duas tribos e meia dos Hebreus levantaram um Atar na região ocidental do vale do Jordão. Rubem – Gileade e a metade da tribo de Manassés.
 
2. - Houve um espaço de tempo  e consequentemente aconteceu:
 
a) Falta de comunicação.
b) O centro de culto e os grandes líderes estavam com Josué e Calebe.
c) Os outros estavam do outro lado do Rio.
d) Os velhos estavam morrendo e com isso a história estava se perdendo. VV 24-26.
e) É louvável o zelo com a preservação da história de um povo.
 
3. Josué 22:10-12

As tribos transjordânicas edificaram um Altar para mostrar para sua posteridade o vínculo que havia entre eles com as outras 9 ½ tribos – Js 15. O Altar seria um monumento que serviria de testemunho que as tribos do oriente tinham também uma porção do Senhor em Israel e que eles estavam assentados naquele local sob a bênção de Josué. Nada parecido com o vínculo que o rei Acaz formou com Tiglate-Pileser 2 Rs 16:10.

O LUGAR DE CULTO É ESCOLHIDO PARA O SENHOR Dt 12
A QUESTÃO TORNOU-SE ALARMANTE
 
a) a notícia chegou do outro lado do Rio.
b) não podia haver mais de um centro de culto fora de Siló, para evitar heresias e Idolatrias.
c) a princípio as tribos que ficaram do outro lado do rio julgaram ser um Altar aos ídolos.
d) um Altar rival.
e) uma rebelião – Dt 13:13-15.
 
PRECIPTAÇÃO
 
4. Reuniram-se todos em Siló para subirem para guerrear contra as tribos transjordânicas pela construção do Atar - Josué 22:12.
 
A FALTA DE COMUNICAÇÃO ADEQUADA NA IGREJA DE JESUS NÃO É DIFERENTE
 
a) tumultuadas reuniões.
b) divisões de toda sorte.
c) dissensões as mais deprimentes para o Igreja.
 
Amargos ressentimentos, são provocados por crentes carnais; vaidosos que ainda não cresceram na graça e no conhecimento de Jesus Cristo e querem acertar as coisas sem ter conhecimento de nada. Não levando em conta o escândalo provocado por sua precipitação e falta de complacência com a Noiva do Cordeiro. Com isto, infelizmente a Igreja do Senhor sofre. Sofre porque seus púlpitos vivem lotados desses indivíduos inescrupulosos que sequer sabem conciliar sua casa. É muito normal nos dias de hoje, muitos pastores congregarem aqui e alí, por quê sequer aprenderam falar ao pecador que Jesus é bom; salva, cura e batiza com o Espírito Santo.
 
AS CATÁSTROFES NA VIDA DA IGREJA PODEM SER EVITADAS

ANTES DE CONDENAR ALGUÉM – VALE UM DIÁLOGO AMIGÁVEL E EQUIDADE
 

5. Josué 22:13-20
 
a) Apesar do zelo santo, o povo se guardou de agir precipitadamente.
b) Tomaram tempo para fazer averiguações pertinentes ao caso.
c) O bom senso prevaleceu e evitou uma catástrofe na congregação de Israel.
d) Nomearam uma comissão: Finéias filho do Sumo Sacerdote Eliazar, neto do sacerdote Arão!
e) A comitiva foi formada com um príncipe de cada tribo. Dez ao todo.
f)  Finalidade: na terra de Gileade negociar com a tribo de Rubem, de Gade e a metade da tribo de Manassés.

O PAPEL DA COMITIVA
 
a) descobrir a causa da ofensa.
b) solucionar o problema a contento.
c) citaram Josué 16-20.
 
ESSE ESPÍRITO DE CONCILIAÇÃO NEM SEMPRE ACONTECE NA IGREJA DE CRISTO
 
A JUSTIFICATIVA DAS DUAS TRIBOS E MEIA

6. Josué 22:21-29
 
21 - Então, responderam os filhos de Rúben, e os filhos de Gade, e a meia tribo de Manassés, e disseram aos cabeças dos milhares de Israel:
22 - O Deus dos deuses, o SENHOR, o Deus dos deuses, o SENHOR, ele o sabe, e Israel mesmo o saberá; se foi em rebeldia ou por transgressão contra o SENHOR, hoje não nos preserveis.
23 -  Se nós edificamos altar para nos tornar de após o SENHOR, ou para sobre ele oferecer holocausto e oferta de manjares, ou sobre ele fazer oferta pacífica, o SENHOR mesmo de nós o requeira.
24 - E, se, antes, o fizemos, foi em receio disto: amanhã vossos filhos virão a falar a nossos filhos, dizendo: Que tendes vós com o SENHOR, Deus de Israel?
25 - Pois o SENHOR pôs o Jordão por termo entre nós e vós, ó filhos de Rúben e filhos de Gade; não tendes parte no SENHOR. E assim bem poderiam vossos filhos fazer desistir a nossos filhos de temer ao SENHOR.
26 - Pelo que dissemos: Façamos, agora, e nos edifiquemos um altar, não para holocausto, nem para sacrifício,
27  - Mas, para que entre nós e vós e entre as nossas gerações depois de nós, nos seja em testemunho, para podermos fazer o serviço do SENHOR diante dele com os nossos holocaustos, e com os nossos sacrifícios, e com as nossas ofertas pacíficas, e para que vossos filhos não digam amanhã a nossos filhos: Não tendes parte no SENHOR.
28 - Pelo que dissemos: Quando for que, amanhã, assim nos digam a nós e às nossas gerações, então, diremos: Vede o modelo do altar do SENHOR que fizeram nossos pais, não para holocausto, nem para sacrifício, porém para ser testemunho entre nós e vós.
29 - Nunca tal nos aconteça, que nos rebelássemos contra o SENHOR ou que hoje nós abandonássemos ao SENHOR, edificando altar para holocausto, oferta de manjares ou sacrifício, fora do altar do SENHOR, nosso Deus, que está perante o seu tabernáculo.
 
UMA VEZ ACORDADOS
BOM PARA AMBAS AS PARTES

7. Josué 22:30-34
 
30 - Ouvindo, pois, Finéias, o sacerdote, e os príncipes da congregação, e os cabeças dos milhares de Israel que com ele estavam as palavras que disseram os filhos de Rúben, e os filhos de Gade, e os filhos de Manassés, pareceu bem aos seus olhos.
31 -  E disse Finéias, filho de Eleazar, o sacerdote, aos filhos de Rúben, aos filhos de Gade, e aos filhos de Manassés: Hoje, sabemos que o SENHOR está no meio de nós; porquanto não cometestes transgressão contra o SENHOR; agora, livrastes os filhos de Israel da mão do SENHOR.
32 - E voltou Finéias, filho de Eleazar, o sacerdote, com os príncipes, dos filhos de Rúben e dos filhos de Gade, da terra de Gileade à terra de Canaã, aos filhos de Israel; e trouxeram-lhes a resposta.
33 - E pareceu a resposta boa aos olhos dos filhos de Israel, e os filhos de Israel louvaram a Deus; e não falaram mais de subir contra eles em exército, para destruírem a terra em que habitavam os filhos de Rúben e os filhos de Gade.
34 - E os filhos de Rúben e os filhos de Gade puseram no altar o nome Ede, para que seja testemunho entre nós que o SENHOR é Deus.

______________

Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus
Retiro - Volta Redonda - RJ
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal