AS BEM AVENTURANÇAS APLICADAS ÀS NOSSAS VIDAS - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

AS BEM AVENTURANÇAS APLICADAS ÀS NOSSAS VIDAS

Esboço II

______________



AS BEM AVENTURANÇAS APLICADAS ÀS NOSSAS VIDAS 
Mateus 5:1-12
 
INTRODUÇÃO
 
O sermão da montanha foi dirigido em geral à multidão e aos discípulos em particular. A multidão era de admiradores do Reino. Os discípulos eram os cidadãos do Reino. Os súditos do Reino deveriam entender que a religião é muito mais interior do que exterior. Os súditos do Reino deveriam entender que onde abundou o pecado, a graça superabundou. Logo, esses súditos do Reino que emergia, com a presença de Jesus deveriam estar embebidos com a graça. Doravante, não seria mais dente por dente e olho por olho porque pela saturação da graça não haveria mais lugar para a valentia e nem para a vingança em seus corações! Isto é graça, isto é intimidade entre Rei e súditos!
 
AS BEM AVENTURANÇAS NA VIDA DISCÍPULO TORNA-O:
 
1. É isento de pretensões: - “Bem-aventurados os pobres de espírito (humildes) (v3). Esses são os que nada vêem em si que justifique confiança em seus méritos e por isso erguem os olhos e suplicam por Sua graça e misericórdia.
 
2. Reconhece as suas impiedades: - “Bem-aventurado os que choram” (v4). Convencidos de suas próprias faltas, sentindo os pecados e tristezas que elas provocam, reconhece que Deus enxuga as suas lágrimas.
 
3. Distingue-se pela paciência: - “Bem-aventurados os mansos” (v5). Não revida as ofensas do inimigo; sabe suportar os insultos e as injúrias com o espírito que as suportou o seu Senhor e Mestre.

4. Anela pela santidade: - “Bem aventurados os que tem fome e sede de justiça” (v6). Jesus é a nossa justiça. Deseja-la ardentemente, é sentir a revivência divina da santidade, da vida e do amor.

5. Sente o sofrimento alheio: - “Bem-aventurados os misericordiosos” (v7). Assistir aos que está necessitado, ter atitude caridosa para com os que lutam com as suas fraquezas.

6. É puro de sentimento:  - “Bem-aventurados os limpos de coração” (v8). Deus quer fazer morada no coração do crente, mas não pode coabitar com a impureza, feliz é aquele que pode ver a Deus quando olha para dentro de si.

7. Promove o bem estar: - “Bem-aventurados os pacificadores” (v9). Pregar o evangelho é promover a paz entre os homens.

8. Sofre pelo evangelho: - “Bem-aventurados os que sofrem perseguições por causa da justiça” v10-12. Participar dos sofrimentos de Cristo é arrolar-se na galeria dos santos e mártires aos quais foi prometido o reino dos céus.

CONCLUSÃO
 
Com amanhecer da Nova Aliança nasceu juntamente a graça e consequentemente as bem-aventuranças a todos os salvos do mundo. A graça que removeria dos corações todas as maldades, que removeria das vidas, todas maldições, que removeria todo pecado, tornaria todos os crentes em Cristo, bem-aventurados. Hoje as bem-aventuranças são aplicadas às vidas de todos quantos aceitam a Cristo como Salvador.
 
______________

Jorge Albertacci
 
Pastor Emérito da Assembleia de Deus em Volta Redonda – Rio Janeiro
Assembleia de Deus do Retiro
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal