O Incentivo Que Nos Vem da Palavra - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Incentivo Que Nos Vem da Palavra

Evangelismo e Missões
__________


 Romanos 10:13-18

"Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?  E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas! Mas nem todos obedecem ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?  De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Mas digo: Porventura, não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo."


INTRODUÇÃO
 
Ao aceitar o Senhor Jesus como único e suficiente Salvador, o pecador sofre uma transformação radical em sua vida. Essa transformação o leva a uma nova vida com Cristo – (2 Coríntios 5:17. Para entrar nesta nova vida, o pecador converte a Cristo e passa pelo processo do novo nascimento – (João 3:3). Tornando assim, uma nova criatura em Cristo Jesus. Desta nova vida nasce no seu coração o desejo ardente de evangelizar, não somente a sua família, mas, a todos os homens, mulheres e crianças, no afã de vê-los todos sob à Maravilhosa Graça. Doravante, incentivado pela Palavra e pelo Santo Espírito do Senhor a evangelização passa ser a principal obrigação na sua vida.
 
OS EXEMPLOS NA PALAVRA
 
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” (1Coríntios 15:58).
 
 
“Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. Medita estas coisas, ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” (1Timóteo 4:14-16).
 
 
“Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.  Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: levantai os vossos olhos e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa. E o que ceifa recebe galardão e ajunta fruto para a vida eterna, para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.  Porque nisso é verdadeiro o ditado: Um é o que semeia, e outro, o que ceifa.  Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho” – (João 4:34-38).
 
 
“Não trabalharão debalde, nem terão filhos para a perturbação, porque são a semente dos benditos do SENHOR, e os seus descendentes, com eles” (Isaías 65:23).
 
 
“O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas sábio é” (Provérbios 11:30).
 
 
“E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições, e, no século futuro, a vida eterna” – (Lucas 10:29-30).
 
 
“Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério” – (2 Timóteo 4:5).
 
 
“Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria” – (Eclesiastes 9:10).
 
 
“E Jesus lhes respondeu: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também” – (João 5:17).
 
 
“Trabalhai não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará, porque a este o Pai, Deus, o selou – (João 6:27).
 
 
“Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e os avisarás da minha parte.  Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua maldade, mas o seu sangue da tua mão o requererei.  Mas, se avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu caminho ímpio, ele morrerá na sua maldade, mas tu livraste a tua alma. Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça e fizer maldade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá; porque, não o avisando tu, no seu pecado morrerá, e suas justiças que praticara não virão em memória, mas o seu sangue da tua mão o requererei.  Mas, avisando tu o justo, para que o justo não peque, e ele não pecar, certamente viverá, porque foi avisado; e tu livraste a tua alma” – (Ezequiel 3:17-21).
 
 
“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” – (Marcos 16:15).
 
 
“Ora, pois, esforça-te, Zorobabel, diz o SENHOR, e esforça-te, Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e esforçai-vos, todo o povo da terra, diz o SENHOR, e trabalhai; porque eu sou convosco, diz o SENHOR dos Exércitos,  segundo a palavra que concertei convosco, quando saístes do Egito, e o meu Espírito habitava no meio de vós; não temais” – (Ageu 2:4-5).
 
 
“Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”(Mateus 6:33).
 
 
“Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas,  todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação.  JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. (Para o cantor-mor sobre os meus instrumentos de música.)” (Habacuque 3:17-19).
 
 
 “E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens” – (Marcos 1:17).
 
 
“E, depois da lição da Lei e dos Profetas, lhes mandaram dizer os principais da sinagoga: Varões irmãos, se tendes alguma palavra de consolação para o povo, falai” – (Atos 13:15).
 
 
E disse o Senhor, em visão, a Paulo: Não temas, mas fala e não te cales porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade” – (Atos 18-9-10).
 
 
“E, por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada.  Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de graça o evangelho de Cristo, para não abusar do meu poder no evangelho.  Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis” – (1 Coríntios 9:17-18,24).
 
 
“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos e sê sábio” – (Provérbios 6:6).
 
 
“Tendo eles, pois, testificado e falado a palavra do Senhor, voltaram para Jerusalém e, em muitas aldeias dos samaritanos, anunciaram o evangelho” – (Atos 8:25).
 
 
“E Filipe se achou em Azoto e, indo passando, anunciava o evangelho em todas as cidades, até que chegou a Cesaréia” – (Atos 8:25).
 
 
“Ninguém se susterá diante de ti, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei. Esforça-te e tem bom ânimo, porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria” (Josué 1:5-6).
 
 
“E disse o Senhor, em visão, a Paulo: Não temas, mas fala e não te cales;
  porque eu sou contigo, e ninguém lançará mão de ti para te fazer mal, pois tenho muito povo nesta cidade” – Atos 18:9-10).
 
 
“Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus” – (Atos 20:24).
 
 
 “Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim se não anunciar o evangelho!” – (1 Coríntios 9:16).
 
 
“E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara” – (Lucas 10:2).
 
 
“Jesus enviou estes doze e lhes ordenou, dizendo: Não ireis pelo caminho das gentes, nem entrareis em cidade de samaritanos; mas ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel;  e, indo, pregai, dizendo: É chegado o Reino dos céus.  Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.  Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos;  nem alforjes para o caminho, nem duas túnicas, nem sandálias, nem bordão, porque digno é o operário do seu alimento.  E, em qualquer cidade ou aldeia em que entrardes, procurai saber quem nela seja digno e hospedai-vos aí até que vos retireis” – (Mateus 10:5-11).
 
 
“Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido” – (Atos 4:20).
 
 
“Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério” – (2 Timóteo 4:5).
 
 
“Lançai a foice, porque já está madura a seara; vinde, descei, porque o lagar está cheio, os vasos dos lagares transbordam; porquanto a sua malícia é grande” – (Joel 3:13).
 
 
“Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros” – (Mateus 9:37).
 
 
"Mas esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos, porque a vossa obra tem uma recompensa" – (2 Crônicas 15:7).
 
 
“E ele disse: Eis que ainda é muito dia, não é tempo de ajuntar o gado; dai de beber às ovelhas, e ide, e apascentai-as” (Gênesis 29:7).
 
 
“E ele lhes disse: Lançai a rede à direita do barco e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes” – (João 21:6).
 
 
“Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.  Porque eu sei isto: que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho” – (Atos 20:28-29).
 
 
“Congregai o povo, santificai a congregação, ajuntai os anciãos, congregai os filhinhos e os que mamam; saia o noivo da sua recâmara, e a noiva, do seu tálamo” – (Joel 2:16).
 
 
“Aos presbíteros que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar:  apascentai o rebanho de Deus que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto;  nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho.  E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa de glória” – (1 Pedro 5:1-5).
 
 
“E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.  Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor; tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.  Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo e andavas por onde querias: mas, quando já fores velho, estenderás as mãos, e outro te cingirá e te levará para onde tu não queiras” – (João 21:15-18).
 
 
“Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e símplices como as pombas” – (Mateus 10:16).
 
CONCLUSÃO
 
Não há nada que possa apagar a chama do Espírito do coração de um novo convertido. É no início da fé que o crente alcança as mais ricas bênçãos das mãos do Senhor. Esse é o tempo em que ele está vivendo o primeiro amor. Esse é o tempo em que ele não aceita nenhum tipo de contenda, de falação, de brincadeira, porque o efeito do primeiro amor o prende sob às asas do Todo-Poderoso. Diferente de outrora, os crentes mais antigos podem aprender muito com os novos, inclusive sobre o cuidado para que o primeiro amor não se esvai do coração.

__________


Pr. Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – 28/03/2015
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal