Livro de Esboços Diversos - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Livro de Esboços Diversos

Seleção de Esboços Especiais

DIZIMANDO CONFORME AS REGRAS BÍBLICAS 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Retiro
Reunião do Ministério do Dia 09/07/2001
Mt 17:24-27;  22:15-22
 
1. - DEUS EM PRIMEIRO LUGAR:
- Mt 6:33 - Deus não aceita o segundo plano.
 
2. - DE ACORDO COM A RENDA:
- Dt 16:17; 1Co 16:2 - Cada qual, conforme o dom da sua mão, conforme a bênção que o senhor teu Deus, te tiver dado.   
 
3. - SEM OSTENTAÇÃO:
- Lc 18:11-12 - O fariseu estando em pé, orava consigo desta maneira: Ó Deus graças te dou, porque não sou como os demais homens, roubadores injustos e adúlteros; nem ainda com este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou os dízimos de tudo quanto possuo.
 
4. - LIVREMENTE:
- Lc 6:38 - Dai, e servo-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a mesma mediada com que medirdes também vos medirão de novo.

5. - COM LIBERALIDADE:
- Rm 12:8 - Ou o que exorta, use esse Dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria.
 
6. - SE POSSÍVEL CADA SEMANA:
- 1Co 16:2 - No primeiro dia da semana, cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que se não façam as coletas quando eu chegar.
 
7. COM ALEGRIA:
- 2Co 9:7 - Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.
 
8. - NADA DA CERTO NA MINHA VIDA, NÃO TENHO SORTE:
- Is 57:21 - Os ímpios, diz o meu Deus não tem paz.
 
9.  MALDIÇÕES:
Lv 26:14-20; Lv 26:3-13 Maldições acompanham a desobediência à palavra de Deus.  
 
CONCLUSÃO
 
A contribuição sempre fez e ainda faz parte da adoração a Deus. É através dela que Seus obreiros são sustentados aplicando todo seu tempo no ministério. Além do sustento ministerial, todos os gastos para manutenção material da Igreja provém unicamente da contribuição dos seus membros. Assim como a assistência aos necessitados.
 

Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br


_______________________________________________||________________________________________________


COMO ESCAPAREMOS NÓS
Hebreus 2:1-3
 
CUMPRINDO A PALAVRA
E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante ao varão que contempla ao espelho o seu rosto natural (Tg 1:22-23”.
 
CRENDO
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram! (Jo 20:29).
 
NÃO SE PRENDER AOS BENS MUNDANOS
Então, Jesus, olhando ao redor, disse aos seus discípulos: Quão dificilmente entrarão no Reino de Deus os que têm riquezas! (Marcos 10:23).
 
PERMANECENDO FIRMES
E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. (Mateus 24:13).
 
SE INTERESSAR
E disse-lhe Jesus: Hoje, veio a salvação a esta casa, pois também este é filho de Abraão (Mt 10:22; Lc 19:9).
 
TEMER A DEUS E NÃO AO HOMEM
Mas eu vos mostrarei a quem deveis temer: temei aquele que, depois de matar, tem poder para lançar no inferno; sim, vos digo, a esse temei.  (Lc 12:5).
 
NÃO SE CONTAMINANDO COM O MUNDO
Bem-aventurados aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas porta  (Ap:22:14).
 
DANIEL NÃO SE CONTAMINOU NO PALÁCIO REAL
Daniel, no cativeiro na Babilônia não se contaminou com os manjares do rei Nabucodonozor.  (Dn 1:3-8).
 
VALORIZANDO O PREÇO PAGO POR JESUS
Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus (1Co 6:20).
Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens. 1 Pedro 1:19  Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado (1Co 7:23).
 
SUJEITANDO A DEUS E RESISTINDO O DIABO
Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós (Tg 4:7).
 
RECONHECENDO QUE A SALVAÇÃO ESTÁ AGORA MAIS PERTO DE NÓS
E isto digo, conhecendo o tempo, que é já hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto de nós do que quando aceitamos a fé  (Rm 13:11).
 
TENDO A CERTEZA DE QUE ESTÁ TUDO CONSUMADO
E isto digo, conhecendo o tempo, que é já hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto de nós do que quando aceitamos a fé  (Rm 13:11).
 
COSERVANDO O VASO EM SATIFICAÇÃO E HONRA
Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra (1Ts 4:4). Guardando a vida da impureza e de tudo quanto contamina a vida do homem.
 
CONCLUSÃO
 
A rejeição ao sacrifício vicário de Jesus por todos nós, e o desdém ao seu convite (Mt 11:28) além de ser uma tremenda falta de respeito ainda pode levar nossas almas para o inferno.
 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br


_______________________________________________||________________________________________________
 
 
LIÇÃO PARA OS OBREIROS DO SENHOR JESUS 
Lucas 5:10

INTRODUÇÃO

Abrindo a bíblia, no Novo Testamento encontraremos duas chamadas e três ordens do Divino Mestre, as quais constituem a base da vocação e chamada.
 
1.VINDE A MIM - MT. 11:28
Solene convite aos cansados e oprimidos, acompanhado da promessa: e eu vos aliviarei. Todos os apóstolos de Cristo com
 
2. VINDE APÓS MIM - Mt. 4:19
Em atender este segundo convite de Cristo reside a chave do segredo do nosso sucesso na conquista das almas. Ganhar almas não é uma profissão, mas, uma arte divina que só será levada a bom termo por aqueles que tenham passado p/ escola do Supremo Mestre da Galiléia.
 
3. APRENDEI DE MIM - MT. 11:29
A bíblia se refere a Cristo mais vezes com Mestre 67 vezes do que como Salvador 36 vezes- “Vós me chamais Mestre e Senhor, e dizeis bem porque Eu o Sou. (Jo.13:13).
Paulo disse: Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento - Cl (2:3).
 
4. FICAI NA CIDADE - Lc. 24:49
Entre a preparação do discípulo e o seu envio com obreiro: Cristo exige de cada um: Ficai na Cidade. Compromisso com a Igreja local. Luz - Água - Congregações - Como está o Pastor?
Ir quando se devia ficar...ficar quando se devia ir...
Davi ficou quando devia estar na guerra - resultado pecou 2Sm 11:1-4 - um adultério e um homicídio.
Aimaás partiu quando devia ter ficado - 2Sm 18:29.
De mais de 500 apenas aprox.120 - ficaram e foram cheios.
 
5. IDE POR TODO O MUNDO - Mc. 16:15
Havendo os discípulos ficado, na cidade, agora podiam ir...  No sermão de Pedro - 3.000.
 
IDE E PREGAI E IDE E ENSINAI

Sobre quais dois aspectos cresceu a Igreja Primitiva ao obedecer ao duplo imperativo de Cristo?

Resposta:

Ide e Pregai e Ide e Ensinai
 
1. Pregação, ato de proclamar em público, não necessariamente a um grupo fechado, a Palavra de Deus;
 
2. Ide e Ensinai é o mesmo que ide e fazei discípulos. Os professores das escolas seculares, podem ensinar, somente por dominar a matéria, muitos não vivem o que ensinam;
 
3. Os ensinadores do Evangelho além de ser necessário dominar a matéria que se propõe a ensinar (as quais eles sabem muito bem pois tiveram e têm o Espírito Santo com professor) precisam também de vivê-la.
 
PROCEDIMENTOS PARA IR
Entre a preparação do discípulo e o seu envio como obreiro ao campo ministerial, Cristo exige de cada um: - Ficai na Cidade - (Lucas 24:49:  E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder).
 
 
PORQUE DESTA EXIGÊNCIA FEITA PELO PRÓPRIO SENHOR?
 
Para ser enviado  é necessário que o obreiro tenha demonstrado compromisso com a Igreja local, a saber:
 
a) - Ele deve ter experiência no cuidado com os toalhetes da Igreja;
 
b) - Ele deve ter mostrado cuidado com o zelo do local de reuniões da Igreja;
 
c) - Ele deve ter produzido frutos na evangelização;
 
d) - Ele deve ter experiência com pontos-de-pregação, congregações, culto nos lares e ao ar livre;
 
e) - Deve ter sido um aluno frequente da Escola Dominical, dos cultos de doutrina, de oração e de Santa Ceia;
 
f)  - Enfim, antes de ir, ele deve compreender todas as necessidades da Igreja;
 
g) - Para estar preparado, ele precisa falar pelo menos 80% da língua do seu pastor, e nas partes administrativas da Igreja, bem como nos assuntos ministeriais, nada menos do que 100%.
 
h) - Há um adágio que diz que toda unanimidade é burra, mas, em se tratando das coisas atinentes ao Reino de Deus, tem que ser: Uma só fé, um só batismo,  um só Senhor, um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos, e em todos. Se somos membros do mesmo corpo, poderia a orelha se desentender com o nariz, ou mesmo com a outra orelha? Claro que não. Logo, na Igreja do Senhor, a coerência tem de ser de 100% sim.
 
CONCUSÃO
 
Deixar de atender a ordem divina, configura desobediência. Todavia é bom ressaltar que conforme já anotei acima, para atender a este mandado do Senhor, não pode haver precipitação.  Ir quando se devia ficar, não é menos perigoso do que ficar quando se deveria ter ido.
 
Veja alguns exemplos interessantes a seguir:
 
Davi ficou quando devia estar na guerra - resultado pecou 2Sm 11:1-4. Além de cometer um adultério, ainda cometeu um homicídio, ficando ainda com a espada do Senhor sobre sua casa, que a partir de então se tornou praticamente um vale de sangue.
 
Outro caso foi o de Aimaás que partiu quando deveria ter ficado – Veja em 2Sm 18:29.
 
De mesma sorte das mais de 500 pessoas, apenas aproximadamente 120 que ficaram e foram cheias (Atos Atos 1:15; 1Coríntios 15:6). Observe que mais de 500 pessoas receberam a orientação do Senhor mais infelizmente a palavra nos mostra que somente 120 delas obedeceram à ordem, e permaneceram na cidade. O que estariam fazendo as outras 380 em um momento de muita oração?
 

Jorge Albertacci
Pastor Emérito das Assembleias de Deus do Retiro
17/10/2014
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 
 
 
_______________________________________________||________________________________________________
 
 
 O MINISTRO CRISTÃO
ESBOÇO

TEXTO Ef 4:1-16
 
É UMA PROVISÃO DIVINA PARA A IGREJA
– Ef 4:11: E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres.
 

DEVE SER HONRADO
- 1Tm 5:17: Devem ser considerados merecedores de dobrados honorários os presbíteros que presidem bem, com especialidade os que se afadigam na palavra e no ensino. (RA).
 

NÃO DEVE TER LIGADA A BOCA
- Dt 25:4; Tm 5:18: Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E, Digno é o obreiro do seu salário.
 

NÃO AGRADA A TODOS
- Paulo exerceu seu ministério, sob frequentes açoites e prisões.
 

DE UMA MANEIRA OU DE OUTRA SERÁ RECONHECIDO COMO PROFETA DE DEUS
- Ez 2:5: E eles, quer ouçam quer deixem de ouvir (porque eles são casa rebelde), hão de saber que esteve no meio deles um profeta.
 

DEVE TER A PALAVRA TEMPERADA COM SAL
- Cl 4:6: A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um. 


É CHAMADO POR JESUS DE O SAL DA TERRA
– Mt 5:13: O sal equilibra o sabor - conserva para não deteriorar - provoca sede (de ouvir a Palavra de Deus)- nem muito e nem pouco, mas, à medida certa - não pode ser insípido - é necessário ao organismo humano - pouco pode causar hipotensão - muito pode causar hipertensão.
 

DEVE APASCENTAR COM O CORAÇÃO
– Pv 22:23: Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; põe o teu coração sobre o gado.
 

DEVE TER AS QUALIDADES EXARADAS EM
- 1Tm 3:2-10: Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar; não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento; que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo. Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo. Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância, guardando o mistério da fé em uma pura consciência. E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.


DEVE SABER QUE O REBANHO É DO SENHOR E NÃO DELE
– 1Pd 5:1-3: Aos presbíteros que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar: apascentai o rebanho de Deus que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto, nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho.


SOMENTE DEVE FAZER O QUE FOR DE SUA COMPETÊNCIA E NUNCA O QUE ESTIVER ALÉM DESTA
– 2Sm 6:6-7: E, chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus e segurou-a, porque os bois a deixavam pender. Então, a ira do SENHOR se acendeu contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à arca de Deus.

CONCLUSÃO
 
Deixar de fazer o que está ordenado ao obreiro para que faça, não é pior do que fazer o que não é da sua competência.
2Samuel 18:18-30.
 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
_______________________________________________||________________________________________________
 
INSTRUÇÃO PARA OBREIROS
Reunião de Obreiros do dia 25 de abril de 2006
 1Tesslonisenses 4:4
 
1.  Pregadores e as Diferentes Versões da Sagradas Escrituras
Este tem sido um assunto sério que tem levado pessoas novas convertidas, ou até mesmo visitantes a se confundirem quando o pregador lê em uma versão que não é a RC, citarei alguns exemplos abaixo:
- Salmo 116:15 – RC – SBB: Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos.
- Salmo 116:15 – NTLH – SBB: O Deus eterno fica muito triste quando morre alguém do seu povo.
 
2. OBREIROS E SUAS ATRIBUIÇÕES
Há vários ministérios, mas quem determina tudo é Deus. As atribuições do Obreiro é estritamente servir à Igreja Local, na qual Deus o constituiu Obreiro. Há o Obreiro de ministério itinerante - ele pode sim, ser  itinerante, mas, como representante da Igreja Local, não como profissional. Há itinerante autônomo, sem compromisso algum com a Igreja Local, mas que a usa, para na pessoa do seu pastor apresentar-lhe sem saber onde e nem a quem, e nem tampouco para fazer o que.
 
ORDENAÇÃO PARA EVENTOS ESPECIAIS
- Atos 6:1-7: Sete homens para servir a Igreja em Jerusalém.
- Tito 1:5-7: Um Obreiro em Creta, para por em ordem o que ainda restava, e estabelecer outros para outras cidades específicas.
- Mateus 10:6: Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel.
 
3. OBREIROS E SUAS CREDENCIAIS
- A credencial que a Igreja concede ao Obreiro tem a finalidade precípua de qualifica-lo como um serventuário da Igreja Local. O que o recomenda fora da dela é a Carta de Recomendação. Dois documentos menosprezado pela maioria dos Obreiros atuais.
- Essas credenciais até pouco tempo eram definitivas, hoje em sua maioria são revalidáveis, pela falta de compromisso do seu portador.
 
4. VOLUPTUOSIDADE & RELATIVISMO
- Volúpia, sobre este assunto, nunca era para haver necessidade de orientar a  ninguém na Igreja do Senhor, por ser ela o Corpo de Cristo, e no Corpo do nosso Cristo não há voluptuosidade.
 
- Esta palavra deriva de libertinagem
- Voluptuoso: (ô), adj. 1. Em que há volúpia ou prazer. 2. Sensual. 3. Delicioso. 4. Dado à libertinagem. 5. Amigo de divertimentos ou deleites.
- Libertino: adj. 1. Livre de qualquer empecilho. 2. Desregrado nos costumes, dissoluto, licencioso, devasso, lascivo. S. m. Homem libertino.
- Essa prática é detectada na Igreja quando: Ao começar a notar a presença seios descobertos, roupas transparentes, exibição dos glúteos, comportamentos na Igreja como que se fosse em um clube de recreação, porta de bares, platéia de estádio de futebol, presença de homens de short e camisetas decotadas nos Átrios do Senhor.
- Namoros escandalosos, às vezes escondidos dos irmãos mas a vista dos descrentes que conhecem esses libertinos como crentes.
- Conversas com risos e gracejos durante o Culto que a Igreja presta ao Senhor.
- Tudo isso vem do relativismo, ato que afirma que tudo é relativo, exemplo: Ah! é jovem, é idoso, tem que tolerar, ser crente não significa ser retrógrados, ou ser quadrado, hoje as coisas estão mudadas. O povo está com a mente aberta – inclusive, os pastores.
- Antes do dilúvio o povo já estava assim, e em Sodoma e Gomorra, também.
 
5. PARA ONDE ESTAMOS INDO?
- Para um dos lugares a seguir: senão for para a sepultura é porque irá no arrebatamento, se não for para um desses dois é porque ficou aqui.
- Finalmente, se não for para o Céu é porque foi para o inferno, ou vice-versa. Estão mesmo indo os membros da Igreja para um desses lugares?
 
6. CRUCIFIXO & AMULETOS:
- São pendentes em cordões no pescoço, e em sua maioria esses pendentes sempre são amuletos, mesmo sendo crucifixo. Amuletos quer dizer: (ocultismo) objeto usado para afastar ou expulsar espíritos maus. Esse é o motivo principal pela repulsa do cordão por parte dos crentes de bom senso. O cordão em si é simplesmente um cordão, mas, os enfeites que eles trazem sempre tem um significado dúbio. Geralmente o crucifixo é usado por pessoas que ainda não têm Jesus na vida, é um amuleto também. Não é recomendável para crente. São 16 modelos de cruz, qual deles não é amuleto.
 
7. OS ÁTRIOS DO SENHOR:
- Local nas proximidades do Templo: Interior e Exterior -  Ezequiel 42:14  Quando os sacerdotes entrarem, não sairão do santuário para o átrio exterior, mas porão ali as suas vestiduras com que ministraram, porque elas são santidade; e vestir-se-ão de outras vestiduras e assim se aproximarão do lugar pertencente ao povo. Ezequiel 43:5  E levantou-me o Espírito e me levou ao átrio interior; e eis que a glória do SENHOR encheu o templo.
- Os Átrios são citado 49 vezes na ARC.
- Estando nos Átrios do Senhor, a pessoa já não está em um lugar qualquer, nem mesmo em sua casa.
 
8. SER CRENTE SIGNIFICA SER SALVO?
- Ser crente, necessariamente não significa ser salvo.
- As cinco virgens loucas de Mt 25:1-13, eram todas crentes.
- Mateus 7:22  Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas?
- Mateus 7:21  Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
 
9. CONTEXTUALIZAR É LÍCITO, MAS, ATÉ QUE PONTO?
- Contextualizar é adequar a atual conjuntura. É necessária a contextualização até mesmo para não ficar ultrapassado, mas até que ponto?
- Contextualizar dentro dos limites estatuídos pela Palavra de Deus.
- Devemos visitar os leprosários, os internos por tuberculose e não nos contaminarmos.
- Na família: contextualizar, Liderança e Submissão, sem conflito.
- Contextualizar sabendo que: 1 João 5:19  Sabemos que somos de Deus e que todo o mundo está no maligno.
- Do Senhor é a terra, o Céu, o mar e todas as coisas que neles há, inclusive o ouro e a prata e todo o dinheiro.
- 2 Coríntios 4:4  nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.
- O teor da Bíblia não muda;
- Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente;
- Passará os céus e a terra mas, as minhas palavras não mudará;
- Aquele que acrescentar alguma coisa ...
- Aquele que diminuir alguma coisa ...
 
10.   CONHECEMOS TODOS, O ESTATUTO DA IGREJA:
- O Estatuto é o ato constitutivo da Igreja, nele estão exaradas as normas da Igreja, não conflitando com o Código Civil e nem com a Bíblia, todos os membros devem conhece-lo. E quando chegar para congregar em alguma Igreja deve em primeiro lugar, procurar conhecer o Estatuto, ou Ato Constitutivo.
 
11.   QUAL A DISTÂNCIA ENTRE O CÉU E O INFERNO?
- Muito mais perto do que qualquer mortal possa imaginar;
- Adão e Eva o encontrou no Jardim de Deus – Éden;
- As virgens loucas estavam no inferno, junto às prudentes;
- Sem se levantar da cama, o crente pode estar no Reino de Deus e passar para o reino do inferno;
- Até mesmo no banco da Igreja;
- No Culto de Santa Ceia, o participante pode estar no reino das trevas;
- Lc 17:21  Nem dirão: Ei-lo aqui! Ou: Ei-lo ali! Porque eis que o Reino de Deus está entre vós.
- Mateus 16:23  Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não compreendes as coisas que são de Deus, mas as que são dos homens.
- Pedro estava com Jesus, mas deu uma entradazinha no inferno.
 
12.   IRÁ ALGUM CRENTE PARA O INFERNO? SIM, OU NÃO?
- Se levarmos ao pé da letra as palavras de Jesus a esse respeito, 50% dos crentes irão para o inferno:
Motivos: falta de renúncia, incapacidade para perdoar, incapacidade para pedir perdão, detentores da razão, conversão pela metade, brigões, contenciosos.
 
13.   SANTIDADE:
- Porque eu sou o SENHOR, vosso Deus; portanto, vós vos santificareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não contaminareis a vossa alma por nenhum réptil que se arrasta sobre a terra, Levítico 11:44.
- Porque eu sou o SENHOR, que vos faço subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo, Levítico 11:45.
- Porquanto escrito está: Sede santos, porque eu sou santo, 1 Pedro 1:16).
- Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor, Hebreus 12:14).
- Nem todos os crentes herdarão o Céu, mas todos os santos estarão lá, somente os santos.
 
14.   TÊM FÉ OS ATEUS?
- FÉ NATURAL: a fé procede de Deus, e todo o ser humano tem fé, é um instinto divino, do Criador. Sim os ateus tem tanta fé que dificilmente alguém o demove da ideia de que não existe Deus, bem como da formação do mundo.
- Antes de aceitarmos a Jesus já tínhamos a fé natural, Rm 1:19-20;
 
- SEGUNDO ESTÁGIO: FÉ COMUM:
Tito 1:4
- Esse 2º estágio da fé pode tomar entre três caminhos, um: 1) ela pode estagnar – pode acabar – pode chegar ao 3º estágio.
-  Jd 3 – Esta é a fé que opera para a salvação;
- Vem pela pregação da Palavra de Deus – Rm 10:17 – Ef 2:8;
- Pode ser chamada de fé santíssima – não é a que opera milagres - Jd 20;
- É evidenciada pela submissão a Deus – Gl 5:22-23 – Lc 17:5-10 – Tg 2:14-26.
 
- TERCEIRO ESTÁGIO E ÚLTIMO FÉ QUE É DOM DO ESPÍRITO
   1Co 12:1-11.
   O terceiro estágio da fé aparece em 1Co 12:1-11: Acerca dos dons espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes.
 
Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema! E ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senão pelo Espírito Santo. Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo.  E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo.  E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.  Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil.  Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; e a outro, PELO MESMO ESPÍRITO, A FÉ; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;  e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas.  Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
 
 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br 
 
 
 _______________________________________________||________________________________________________
 
 
 
 AS VACAS FILISTEIAS E SUAS LIÇÕES
 1Samuel 6:1-14
 
INTRODUÇÃO
 
          Os filisteus fizeram um péssimo negócio, levando a arca para dentro da casa do deus Dagon, houve pragas, ulceras, moléstias e o deus Dagon estava quebrado pela mão do Senhor.
1Sm 5:1-12
 
1. LIÇÃO DA RENÚNCIA - 1Sm 6:10
1Sm 6:10
 
a) - Deixaram seus bezerros, seus instintos naturais para obedecer ao Senhor.
b) - Renúncia é o imperativo de Deus para nós - Lc 9:23:24.
c) - É o requisito para as bênçãos - Mt 19:27-29.
d) - É crucificar o velho homem - Gl 2:20, 6:14.
 
2.  LIÇÃO DA DIREÇÃO
 1Sm 6:12
 
a) - Sem conhecer o caminho acertaram o rumo, porque Deus as guiava.
b) - Deus sempre é o guia do seu povo - Sl 73:24.
c) - Nos guia pelas veredas da justiça - Sl 23:2.
d) - Nos guia pelo seu Espírito - Jo 16:13.
 
3.  A LIÇÃO DA RENOVAÇÃO
 1Sm 6:8
 
a)  - O crente fiel leva a glória de Deus - 1pe 4:14.
b)  - O crente fiel leva o jugo de Jesus - Mt 11:29.
c)  - O crente fiel leva consigo o peso da glória - 2Co 4:17.
 
4.  A LIÇÃO DO TESTEMUNHO
 1Sm 6:13
 
a) - Os trabalhadores do campo de Bete-Semes ao verem a Arca muito se alegraram.
b) - Estamos levando alegria por onde passamos? 2Rs 4:9.
c) - Estamos trazendo a bênção por onde passamos - Sl 84:5-6.
d) - O salvo em cristo leva a alegria por onde passa?  At 8:5-8.
 
5.  A LIÇÃO DO SACRIFÍCIO
 1Sm 6:14
 
a) - Não só levaram a Arca, mas também foram sacrificadas.
b) - Oferecemos sempre o nosso corpo em sacrifício a Deus - Rm 12:1.
c) - Cuidado com o sacrifício reprovado - Ml 1:8.
d) - Aprendemos com Davi sacrificar ao Senhor? 2 Sm 24:24.
 
CONCLUSÃO
 
    Aprendemos nesta passagem quê o que representa a presença de Deus para um povo, pode representar a de satanás para outro. No assunto em apreço, notamos que enquanto a arca estava com povo judeu representava a bênção – do outro lado, enquanto ela estava com os filisteus representava a maldição. A desobediência à lei sempre levou o povo a seríssimos problemas com Deus.  A Bíblia é bem clara quando através dos profetas do Senhor revela as consequências que a própria terra sofre pela contaminação causada pelo seus moradores, quando estes transgridem  a lei de Deus.   
 
 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br 


 _______________________________________________||________________________________________________
 
 
Nosso Ministério
Reunião do Ministério
09/06/2008
 
1.  O Ministério Cristão
 
2Timóteo 4:5
Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.
 
2. O Peso do Ministério
 
Mt 16:24
Então, disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me.
 
3. A Escola do Ministério
 
Mateus 4:19 
E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens.
 
Marcos 1:17 
E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens.
 
Lucas 14:27 
E qualquer que não levar a sua cruz e não vier após mim não pode ser meu discípulo.
 
4. O Equilíbrio do Ministério
 
Ex 39:25 
Fizeram também as campainhas de ouro puro, pondo as campainhas no meio das romãs nas bordas da capa, em roda, entre as romãs: 26  Uma campainha e uma romã, outra campainha e outra romã, nas bordas do manto à roda, para ministrar, como o SENHOR ordenara a Moisés.
 
Colossenses 4:6 
A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.
 
Mateus 5:13 
Vós sois o sal da terra; e, se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta, senão para se lançar fora e ser pisado pelos homens.
 
5. A Responsabilidade do Ministério
   
Ezequiel 3:18 
Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua maldade, mas o seu sangue da tua mão o requererei.
 
1Coríntios 9:16  Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim se não anunciar o evangelho! 17  E, por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada.
 
6. O Perigo da Negligência do Ministério:
   
Mt 25:24-30  Mas, chegando também o que recebera um talento disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste; 25  e, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu. 26  Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabes que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei; 27  devias, então, ter dado o meu dinheiro aos banqueiros, e, quando eu viesse, receberia o que é meu com os juros.  28  Tirai-lhe, pois, o talento e dai-o ao que tem os dez talentos. 29  Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver, até o que tem ser-lhe-á tirado.  30  Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali, haverá pranto e ranger de dentes.
 
7. O Perigo do Abuso:
    
Jeremias 48:10   Maldito aquele que fizer a obra do SENHOR fraudulentamente! E maldito aquele que preserva a sua espada do sangue!
 
Fraude
[Do lat. fraude.]
Substantivo feminino
1. V. logro (2).
2. Abuso de confiança; ação praticada de má-fé.
3. Contrabando, clandestinidade.
4. Falsificação, adulteração. [Sin. ger.: defraudação, fraudação, fraudulência. Cf. fraude, do v. fraudar.]
 
Artigo 50 da Lei 10.406/2002 do Código Civil Brasileiro
Em caso de abuso da personalidade jurídica, caracterizado pelo desvio de finalidade, ou pela confusão patrimonial, pode o juiz decidir, a requerimento da parte, ou do Ministério Público quando lhe couber intervir no processo, que os efeitos de certas e determinadas relações de obrigações sejam estendidos aos bens particulares dos administradores ou sócios da pessoa jurídica.
 
1 Coríntios 3:13 
A obra de cada um se manifestará; na verdade, o Dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. 1 Coríntios 3:15  Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo.
 
8. Os Inimigos do Ministério
Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo – (João 16:33).
 
Referências Bíblicas
 
2 Timóteo 4:14 
Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe pague segundo as suas obras.
 
Neemias 2:10 
O que ouvindo Sambalate, o horonita, e Tobias, o servo amonita, lhes desagradou com grande desagrado que alguém viesse a procurar o bem dos filhos de Israel.
 
Neemias 2:19 
O que ouvindo Sambalate, o horonita, e Tobias, o servo amonita, e Gesém, o arábio, zombaram de nós, e desprezaram-nos, e disseram: Que é isso que fazeis? Quereis rebelar-vos contra o rei?
 
Neemias 4:1 
E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito, e escarneceu dos judeus.
 
Neemias 4:7 
E sucedeu que, ouvindo Sambalate, e Tobias, e os arábios, e os amonitas, e os asdoditas que tanto ia crescendo a reparação dos muros de Jerusalém, que já as roturas se começavam a tapar, iraram-se sobremodo.
 
Neemias 6:1
Sucedeu mais que, ouvindo Sambalate, Tobias, Gesém, o arábio, e o resto dos nossos inimigos que eu tinha edificado o muro e que nele não havia brecha alguma, ainda que até este tempo não tinha posto as portas nos portais.
 
Neemias 6:2 
Sambalate e Gesém enviaram a dizer: Vem, e congreguemo-nos juntamente nas aldeias, no vale de Ono. Porém intentavam fazer-me mal.
 
Neemias 6:5 
Então, Sambalate, da mesma maneira, pela quinta vez, me enviou o seu moço com uma carta aberta na sua mão.
 
Neemias 6:12 
E conheci que eis que não era Deus quem o enviara; mas essa profecia falou contra mim, porquanto Tobias e Sambalate o subornaram.
 
Neemias 6:14 
Lembra-te, meu Deus, de Tobias e de Sambalate, conforme estas suas obras, e também da profetisa Noadias e dos mais profetas que procuraram atemorizar-me.
 
Neemias 13:28 
Também um dos filhos de Joiada, filho de Eliasibe, o sumo sacerdote, era genro de Sambalate, o horonita, pelo que o afugentei de mim.
 
Nosso Senhor Jesus Cristo deixou bem claro deixou bem claro para os Seus discípulos que no mundo eles enfrentariam muitos tipos de perseguições e aflições da parte dos mais ferrenhos inimigos, por pregarem o evangelho do Reino de Deus. Orientou ainda que os mesmos seriam perseguidos e até mesmo entregues à morte, todavia, com a garantia da vitória sobre cada uma destas tentações – e no final a porta aberta para a recompensa eterna com Ele na eternidade.
Mateus 10:16-31; Marcos 13:09).
 
9.    O Sofrimento do Ministério 
2Co 11:23-29:  “São ministros de Cristo? (Falo como fora de mim.) Eu ainda mais: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes.  Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um;  três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo;  em viagens, muitas vezes; em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos;  em trabalhos e fadiga, em vigílias, muitas vezes, em fome e sede, em jejum, muitas vezes, em frio e nudez.  Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas” 
 
10.    As Bênçãos Advindas do Ministério
Somente o privilégio de fazer parte do Colégio Ministerial da Igreja de Cristo na terra, já é uma bênção indizível. Todos os sofrimentos decorrentes do exercício do Ministério que a nós foi confiado, em nada pode se equiparar com o que Deus tem reservado para cada um de nós no Céu. Quando o pecador aceita a Jesus, imediatamente, mediante a conversão, ele já sente um alívio sobrenatural em sua vida no sentido pleno da palavra. Quando ele desce às águas batismais, ele se sente lavado e enxaguado. Mas, quando ele é batizado no Espírito Santo, ele sente uma chama acesa no seu peito, queimando o seu coração, convidando-o para entrar na batalha, a buscar os que estão lá fora para o aprisco do Senhor. 
 
 Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br 
 
 
  _______________________________________________||________________________________________________
 
 
O PRÓPRIO HOMEM COMPLICOU SUA SITUAÇÃO AINDA NO ÉDEN
 Reunião de Obreiros
01-05-07
 
Texto Bíblico Introdutório
(Gênesis 3:24)
 
“E, havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida”
 
O Homem Complicou Sua Própria Situação
Então, arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração. (Gênesis 6:6).
 
Vindo em Seguida o Dilúvio e Consumiu a Todos
E os que entraram, macho e fêmea de toda carne entraram, como Deus lhe tinha ordenado; e o SENHOR a fechou por fora.
 (Gn 7:16).
 
Já Estão Aí Os Falsos Profetas, Os Falsos Irmãos
Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas e farão sinais e prodígios, para enganarem, se for possível, até os escolhidos.
 (Marcos 13:22).
 
Mulheres e Moças Com os Seios de Fora, nem dão Para Serem Comparadas Com Jezabel
E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará.
  (Mateus 24:12).
 
Homens Perversos Desumanos e Impenitentes
Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus  - Guardai-vos dos cães, guardai-vos dos maus obreiros, guardai-vos da circuncisão! (1 Coríntios 6:10; Filipenses 3:2).
 
Há Muitos Mistérios da Parte de Deus a Serem Revelados
E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.
 (Daniel 12:4).
 
Tudo Contribui Para acabar Com a Nossa Fé
Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Quando, porém, vier o Filho do Homem, porventura, achará fé na terra?
(Lucas 18:8)
 
Precisamos Estar Ligados No Senhor
Se alguém não estiver em mim, será lançado fora, como a vara, e secará; e os colhem e lançam no fogo, e ardem.
 (João 15:6).
 
Jesus Não Veio Trazer Paz no Sentido Que Muitos Pensam
Cuidais vós que vim trazer paz à terra? Não, vos digo, mas, antes, dissensão. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.
 (Lucas 12:51; Mateus 24:13).
 
Chegou a Hora de Cada Um de Nós Cuidarmos de Nós Mesmos
Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganhado; antes, recebamos o inteiro galardão.
  (2 João 1:8).
 
Não podemos Ficar Confundidos com Mulheres Seminuas e Nem Com Homens Depravados
Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos; por onde conhecemos que é já a última hora.
 (1João 2:18).
 
CONCLUSÃO
 
Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar  (Isaías 55:7).
 
Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; sereis açoitados e sereis apresentados ante governadores e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho (Marcos 13:9).
 
Olhai por vós mesmos. E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o; e, se ele se arrepender, perdoa-lhe (Lucas 17:3).
 
E olhai por vós, para que não aconteça que o vosso coração se carregue de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia  (Lucas 21:34).
 
Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganhado; antes, recebamos o inteiro galardão  (2 João 1:8). Tenho-vos dito essas coisas para que vos não escandalizeis (João 16:1).
 
Uma das artimanhas, e porque não dizer armadilha do diabo, é sua pretensão em eleger os obreiros do Senhor a fiscais das vidas das pessoas. Principalmente os que não têm filhos e filhas adolescente e jovens – e que ao invés de atentar para o santo ministério da: orientação, ajuda, exortação, edificação, do concerto, da correção com amor, do aconselhamento com carinho. Se tornam implacáveis cobradores (cobradores do que nem eles conseguem pagar), denunciantes, críticos destruidores, incomplacentes, sem amor, sem carinho, sem compaixão. Neste ponto, satanás a passos de gigante vai estabelecendo o seu reino, tendo como embaixadores àqueles que dantes foram eleitos para promoverem o Reino dos Céus. 
 
 Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br 
 
 
 _______________________________________________||________________________________________________


RECOMENDAÇÕES MINISTERIAIS 
 
Reunião de Obreiros do Dia
29/03/2005
Tito 1:5; 2:7-10
 
1.  Não descuidarmos da oração, consagração e jejum, indispensável à vida de todos os obreiros e obreiras do Senhor, bem como, a todos os membros.
 
2.  Tenho observado um certo desleixo neste sentido, muitos negligenciam a oração até mesmo àquela que se faz de joelhos dobrados para o início do culto, muitos não se ajoelham e além do mais, ficam conversando. Não se preocupam em pedir ao Senhor para operar milagres, batizar no Espírito Santo, conversão de almas e concerto entre os crentes, afim de que a comunhão seja mantida entre os santos e consequentemente com o Espírito Santo.
 
3.  Sobre nossa primeira Escola Bíblica, repercussão: a melhor entre os jovens, obreiros e os irmãos em geral. Um dos jovens me disse que nunca pensava em nada igual, e confessou para mim que estava com vergonha de dizer que é crente. Isto é temor pela Palavra,  é o princípio da sabedoria.
 
4.  Vamos começar a nos preparar para a Segunda EBOM mas, nessa próxima com a participação de todos os obreiros para entrosarmos mais e mais na Palavra é na Palavra que se aprende orar pregar testemunhar profetizar adorar dirigir cultos cantar conviver com os irmãos e juntos, crescermos espiritualmente. Fora dela, ninguém aprende nada.
 
5.  Falta de compromisso para com a obra: a falta de compromisso com a obra tem jogado por terra o ministério de muitas pessoas. Com tantas coisas para fazer e não havendo uma responsabilidade mútua, uns trabalham demais e outros dão trabalho. O pior é que alguns além de não atenderem a escala, ainda não aceitam que se escale outro.
 
6.  Uma coisa séria: na frente de trabalho, no púlpito, na secretaria, na tesouraria, na porta, na cozinha, na zeladoria, na EBD, na EETAD, no Círculo de Oração, com os Jovens, com as Crianças, com os adolescentes em nenhum desses lugares é para a pessoa se apresentar com a cara feia, como que se estivesse com raiva de tudo e de todos. A Igreja não é uma oficina de consertos de automóveis, ou de eletrodomésticos, não uma fábrica, um canteiro de obra, onde as pessoas ficam com a cara amarrada, com todo mundo, menos com o chefe, ou quando ele está por perto.
 
7.  Escala de trabalho, não é para ser questionada, mas, para ser executada com carinho. É o obreiro exercendo seu ministério, cargo, ou função na obra do Senhor. Querendo ou não, foi esse ministério que o Espírito Santo o confiou para fazer.
 
8.  Queremos renovar aqui o nosso protesto contra “obreiros” e “obreiras” irresponsáveis, desde Pastor até aos Auxiliares de Trabalhos que deixam suas obrigações na Igreja, para atender convites aqui e ali, exercendo trabalhos em um lugar e outro, e quando chegam na Igreja querem encontrar tudo do jeito que melhor lhe apraz: som, limpeza, porta aberta e tudo bonitinho. Como visitante em outra Igreja e em face do gentil proselitismo, quando ele chega à Igreja onde congrega, nota que está tudo errado. Inclusive algumas esquisitices e trejeitos não adotados pela Igreja Local e nem pela Palavra de Deus, que o indivíduo não somente aprende, mas, luta para implantá-los na sua Igreja de origem.
 
O OBREIRO COMO LIDER
 
9.  Em 1983, quando fiz o Seminário Teológico Pentecostal do Brasil. Aprendi sobre três tipos de Líder, a saber: o AUTOCRÁTICO: Que é o ditador, que subestima o valor dos componentes do grupo, dá ordens sem discussão, não tem capacidade de compreensão, provoca reações hostis nos membros, a liderança deve estar centralizada na sua pessoa. 
 
10. Líder Tipo “LAISSEZ-FAIRE” (fr. lèssê-fér) = (deixe fazer) Este tem por lema deixar como está para ver como é que fica, caracteriza-se pela insegurança motivada pelo medo de assumir responsabilidade, não dá instrução, cada um faz o que quer e como quer, sua liderança gera atritos e desorganização. Hoje um Líder mesmo sendo bom, as coisas forçam  para que ele seja do tipo “LAISSEZ-FAIREZ” Só que depois que as coisas estiverem bagunçadas, os “idealizadores” pulam fora e ainda criticam o Líder  “LAISSEZ-FAIRE.”
 
11. DEMOCLÁTICO: Preocupa-se com a participação dos membros do grupo, estimula e orienta discussões e decisões, é objetivo na crítica, sabe avaliar esforços de todos, identifica-se com o grupo onde ele é participante e colaborador, é paciente e tolerante, crê na capacidade alheia. Não impõe autoridade, mas acaba a adquirindo, por sua seriedade. Aí é que entra aquele provérbio: “Autoridade não se impõe Autoridade se adquire.”
 
12. Acredito que ninguém mais do que eu, crê e confia na capacidade alheia. Deus dá companheiros e companheiras aos líderes, não somente  para que ele seja Líder sobre eles, mas que estes companheiros e companheiras sejam seus cooperadores, assim como o Líder seja cooperador com eles. Líderes e liderados são elos ligados pelos lações do Calvário, sob a unção do Espírito Santo.
 
13. O Líder democrático às vezes padece com os subalternos autocráticos, mas, nada é impossível para o Espírito Santo de Deus.
 
14. Eu tenho notado nestes últimos dias, ESCALADOS AUTOCRÁTICOS eu digo: irmão vamos fazer assim, daí a resposta, Pastor assim não vai dá, eu já tratei assim e já está tudo acertado, e isto causa grande prejuízo a Obra de Deus... São os subalternos autocráticos, que com um pouco de trabalho ele se adequa também.

 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 
  _______________________________________________||________________________________________________

O Privilégio do Ministério
Textos Ef 4:1-32

INTRODUÇÃO

O maior privilégio que um homem ou uma mulher pode alcançar neste mundo, além de ser o de fazer parte do Corpo de Cristo, é o ser chamado para o Santo Ministério. Uma vez chamado, este deve desenvolve-lo com todo o desvelo que merece a obra do Senhor, não somente pelo compromisso com o que o chamou, mas também pela honra de merecer tão grande confiança da parte de Deus. Até mesmo porque, o que foi chamado é diferente do que se ofereceu conforme consta em Mateus 8:19. Embora hoje, entre os homens, o ministério do evangelho tenha sido rebaixado ao nível de uma profissão igual às outras ocupações comuns, Deus não vê assim. O compromisso do obreiro é somente com DEUS.
 
COMENTÁRIO
 
Esta chamada, não terá nenhum sentido se a pessoa não tiver seu interesse integralmente voltado para a evangelização. Ainda que este se torne um renomado pregador em grandes congressos, se não mostrar interesse em se empenhar em buscar os que estão lá fora, sua pregação não terá valor algum. Todo seu trabalho não passará de promotor de movimentos de triunfalíssimo, sem todavia, alterar em nada, a rotina dos que estão lá fora.
 
MINSTÉRIO DAS MULHERES NA IGREJA
 
Durante o tempo em que exerci o Ministério pastoral, eu entendi que Deus deu à mulher talentos valiosos que devem ser aplicados na Igreja do Senhor. Porém, esses talentos devem ser usados sempre segundo a vontade de Deus, da mesma forma que o homem. Sem pretender violar as Escrituras, posso afirmar que Deus deu às mulheres dons especiais e que estas desempenham um papel igualmente útil na obra do Senhor, da mesma forma que os homens.
 
MORDOMIA

Homens e mulheres recebem o chamado do divino Mestre, para o santo labor na messe, que requer urgência, para atuarem em áreas específicas e cada um procure ser fiel para aquilo em que foi chamado. O obreiro para ser realmente aprovado por Deus, deve acima de tudo, ser um bom mordomo.  Que  gerencia bem tudo quanto lhe vier à mão para cuidar, tais como: Sua família, a Igreja, as ovelhas a serem apascentadas, o campo a ser evangelizado, o ministério a que pertence, às Convenções estadual e Geral, (no nosso caso: CONFRADERJ e CGADB), do ministério propriamente dito, do emprego (trabalho) que Deus propicia, dos bens, e todas as demais coisas.
 
REFERÊNCIAS

“Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da Igreja de Deus?” - 1 Timóteo 3:5.

“Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.”
1 Coríntios 10:32

“E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus, Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério.”  - 1 Timóteo 1:12.

“Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.”
2 Timóteo 4:5.

“Olhai, pois, por vós e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a Igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.” - Atos 20:28.

“Os diáconos sejam maridos de uma mulher e governem bem seus filhos e suas próprias casas.”
1 Timóteo 3:12.

“Porque os que servirem bem como diáconos adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” - 1 Timóteo 3:13.

“E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa.” - Lucas 10:7

“Porque diz a Escritura: Não ligarás a boca ao boi que debulha. E: Digno é o obreiro do seu salário.”
1 Timóteo 5:18

“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” - 2 Timóteo 2:15).
 
    “Aos presbíteros que estão entre vós, admoesto eu, que sou também presbítero com eles, e testemunha das aflições de Cristo, e participante da glória que se há de revelar:  apascentai o rebanho de Deus que está entre vós, tendo cuidado dele, não por força, mas voluntariamente; nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto;  nem como tendo domínio sobre a herança de Deus, mas servindo de exemplo ao rebanho.” - 1Pedro 5:1-3.
 
CONCLUSÃO
 
O obreiro chamado pelo Senhor deve ter a consciência de que seu nome está inserido em Efésios 4:11, assim como, deve estar certo de que, jamais seu nome fará parte dos que estão inseridos em João 6:70; Jeremias 48:10; Mt 25:24-30.  Para isto é necessário, conversão sem reservas; ser o exemplo dos fiéis em todos os aspectos da vida e reconhecer a honra advinda de Deus por sua inserção no colégio ministerial.

(Mateus 9:38; Lucas 2:36-38; Hebreus 5:4; Romanos 16; Tito 2:3-5; Atos 2:17-18; 21:9; (Romanos 16:12; Filipenses 4:2-3; Atos 1:14; 9:2; 17:12). 
 
Pastor Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 

 _______________________________________________||________________________________________________

 
 RECOMENDAÇÕES AOS PREGADORES DA PALAVRA DE DEUS
1Co 9:15-27

INTRODUÇÃO

Como pregador da Palavra de Deus, o obreiro é reconhecido  como anunciador das Boas Novas trazidas a este mundo através da manifestação da graça manifestada por Cristo Jesus, nosso Senhor (Isaías 40:9; Tito 2:11). Com esta responsabilidade, é seu dever, se apresentar sempre como um santo de Deus. Portador de um compartamento em que o resplendor do evangelho possa resplandecer na sua face, de forma a fazer diferença entre os povos da terra. Como embaixador Pátria Celestial, é seu dever viver neste mundo mantendo os costumes adotados pelos santos.

ESBOÇO
 
1. Que seja realmente nascido de novo e viva uma genuína conversão: 2Co 5:20 – “De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamos-vos, pois, da parte de Cristo que vos reconcilieis com Deus.”
 
2. Que seja digno, sincero e piedoso homem de oração: 1Ts 5:11.
 
3. Que seja profundamente amoroso e compassivo: 1Pe 1:22 – “Purificando a vossa alma na obediência à verdade, para caridade fraternal, não fingida, amai-vos ardentemente uns aos outros, com um coração puro.”
 
4. Que seja apaixonado pelas almas perdidas: Mt 9:36 – “E, vendo a multidão, teve grande compaixão deles, porque andavam desgarrados e errantes como ovelhas que não têm pastor.”
 
5. Que estude diariamente a Bíblia: 1 Tm 4:13 – “Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá.”
 
6. Que dê bom testemunho através de seu sóbrio viver: 1 Pe 1:13 – “Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo.”
 
7. Que conheça bem seu idioma: Pelos menos os termos mais usados no dia a dia de cada um. Procurando de certa forma, ler boas literaturas – se possível ler jornais. Caso não haja recurso para isto, não recue, não pare, vá em frente, que o Espírito Santo te ajuda e isto estou falando por mim mesmo. Por quê na falta de recurso é que o milagre acontece. Vivi a falta de recurso para aprender, mas, a chama do Espírito de Deus nunca me deixou parado e nem envergonhado.”
 
8. Que pregue mensagens cristocêntricas: At 8:5 – “E, descendo Filipe à cidade de Samaria, lhes pregava a Cristo.”
 
9. Que as mensagens que pregar sejam inspiradas e instrutivas: Jo 6:63 – “O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida.”
 
10. Que conheça os pontos básicos da ética secular e cristã:
Ética Secular: “Ética” pode ser definida como o estudo crítico da moralidade. Consiste na análise da natureza da vida humana, incluindo os padrões do “certo” e do “errado”, pelos quais sua conduta possa ser guiada e dirigida. Em resumo: “ética” é na prática aquilo que você pensa e faz - é  parte da filosofia que estuda os valores morais e os princípios ideais da conduta humana. Conjunto de princípios morais que se devem observar no exercício de uma profissão.”
Ética Cristã: “Particularmente “ética cristã”, no contexto evangélico, é um somatório de princípios que formam e dão sentido à vida cristã normal. É a marca registrada de cada crente. É o que cada crente pensa e faz. Por aquilo que o crente é e faz, evidencia a sua dependência de Deus e do seu próximo. Aqui está a fundamental diferença entre “ética cristã” e “ética” como simples estudo crítico da moralidade.” (Livro da EETAD: Ética Cristã).
 
11. Que pregue a Cristo e não a si mesmo: 1 Co 2:1-5 – “E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. A minha palavra e a minha pregação não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.”
 
12. Que seja reverente e submisso a Deus: 1 Pe 5:6 – “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que, a seu tempo, vos exalte.”
 
13. Que nunca use o púlpito para atacar a outrem, sob o pretexto de que “Deus está falando, Deus está me revelando” Jr 23:16, 28 – “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Não deis ouvidos às palavras dos profetas que entre vós profetizam; ensinam-vos vaidades e falam da visão do seu coração, não da boca do SENHOR. O profeta que teve um sonho, que conte o sonho; e aquele em quem está a minha palavra, que fale a minha palavra, com verdade. Que tem a palha com o trigo? Diz o SENHOR.”
 
14. Que condene o pecado com autoridade bíblica no Espírito Santo: Jr 23:29 Não é a minha palavra como fogo, diz o SENHOR, e como um martelo que esmiúça a penha?”
 
15. Que seja cheio do Espírito Santo: At 1:8 – “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.”

CONCLUSÃO

Os obreiros cuidadosos com o ministério da pregação devem observar e levar a sério a homilia praticada por Jesus. Pregar com coerência, sem gritarias inconsequentes, sem exageros, sem prometer coisas que, com certeza, Jesus não vai aprovar. Pregar de modo que o auditório todo entenda suas palavras - entenda seus ensinamentos, para que, no final, se alguém aceitar o Senhor Jesus como Salvador, que faça de forma consciente. Convencido pelo Espírito Santo, mediante a exposição da Palavra de Deus. O obreiro cuidadoso, se não sabe, deve saber, que sua palavra durante a pregação deve temperada com sal (Colossenses 4:6) de modo que agrade a Deus e aos ouvintes, e que provoque sede, pois o sal faz isto, provaca sede de ouvir mais e mais sobre o Evangelgo de nosso Senhor Jesus Cristo. Amém!


Pastor Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br

_______________________________________________||________________________________________________


TODA A LÍNGUA CONFESSARÁ A DEUS
Mensagem
 
“Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus. Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho, dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, Para glória do Pai"
(Romanos 14:11; Filipenses 2:10-11).
 
Muitos hoje não creem que Jesus Cristo é o Senhor que não somente cura, liberta, abençoa de todas as formas, batiza com o Espírito Santo, mas que um dia os conduzirá à eternidade.
 
Há muitos que até sabem destas coisas, mas não confessam que Ele é o Senhor. E quando confessam o fazem cheios de restrições - e acabam não o aceitando como Senhor de suas vidas.
 
Os homens estão ocupados com muitas coisas. Mas não em confessar que Jesus Cristo é o Senhor dos senhores. Há alguns que até confessam a um pastor, a um outro líder religioso, ou até mesmo a uma Igreja. Mas não confessam que Jesus Cristo é o Senhor.
 
Talvez que vencidos pela bebida, pelo fumo, por outras drogas e idolatrias que tem se tornado senhores de muitos escravos.  Mesmo agora, no limiar do III milênio, a escravidão está aí, acorrentando homens e mulheres de vários seguimentos da sociedade e até mesmo de vários credos religiosos. Pessoas que se esqueceram do empenho da parte de Deus para com a humanidade.  Embriagados com os prazeres deste mundo, primam por não confessarem que Jesus Cristo é o Senhor de suas vidas.
 
Não sabendo entretanto, que se não confessares aqui, um dia verás a Jesus, correrás para as cavernas, para as brechas da terra, chamarás para que as rochas e montes caiam sobre si, conforme consta no Livro do Apocalipse capítulo seis. Mas, nem assim resolverá nada de última hora.
 
Muitos sentem-se à vontade para confessar os pecados dos outros, confessam os pecados dos padres, confessam os pecados dos pastores, sentem se à vontade para confessar as culpas de todo o mundo, mas nunca, nunca se lembram de confessarem que Jesus Cristo é o Senhor.
 
Seguidores de seitas, cujos líderes se encontram sepultados, mas naquele dia reconhecerás que Jesus Cristo, o ressurreto, é o Senhor dos senhores. No Evangelho segundo escreveu Mateus 12:36-37, consta as seguintes palavras do Mestre Divino:
 
"Mas Eu vos digo, que toda a palavra ociosa que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificados, e por tuas palavras serás condenados”
 
Haverá um dia em que independente de religião ou de qualquer outra coisa, crendo ou não, aceitando ou não, confessando ou não – nós, todos nós, nos encontraremos com o Senhor Jesus para viver a eternidade, com Ele, ou não.
 
A Bíblia nos revela, apenas dois lugares onde passaremos a eternidade, mas que a escolha de um desses lugares, tem que ser feita aqui na terra enquanto vida tivermos. Depois que partirmos daqui, não haverá mais a quem apelar. O dia é hoje, e o tempo é agora.
 
Temos que confessar que Jesus Cristo é o Senhor de nossas vidas aqui. Temos que desprezar tudo quanto entristece ao Senhor, aqui. Saindo daqui, nos espera a eternidade. Uma intrigante pergunta paira entre muitos: ONDE PASSARÁS A ETERNIDADE?
 
Para respondermos a esta pergunta de forma positiva, temos que desprezar as coisas que são abomináveis aos olhos do Senhor, enquanto estamos no mundo. Temos que oferecer os nossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o nosso culto racional. Ou então, optaremos por uma eternidade em um lugar não recomendável para uma criatura de Deus. Consideremos isto com a mais elevada atenção, porque eternidade, é eternidade.
 
Confesse hoje que Jesus Cristo é o Senhor de sua vida. Joelhos que agora se encontram até enrijecidos de tanta ociosidade, de uma vida extremamente sedentária, ou até mesmo os mais atléticos, como se usam dizer: Os mais sarados, naquele dia se dobrarão diante do Senhor dos senhores e Rei dos reis.
 
É bom que todos saibam, que a nossa redenção foi anunciada com base no amor de Deus. Jesus mesmo disse: Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.   Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.  E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más - (João 3:16-19).

Deus sempre trabalhou para livrar o homem do inferno, mas o homem sempre primou por marchar a passo largo para a perdição eterna, sempre gostou de ser escravo do pecado da miséria e consequentemente da morte eterna.
 
Quando se veem em apertos, fazem de tudo, creem em tudo. Oram, profetizam, jejuam, buscam aqui e ali, sobem montes pelas madrugadas, proferem palavras de bênção, haja versículos nas caixas de promessas, mas, de forma nenhuma confessam que Jesus é o Senhor.
 
Vivemos em uma época, muito avançada em termos de comunicação. A imprensa falada, televisiva e escrita, caminha a passos de gigante em seu progresso. O mundo gasta grandes fortunas diariamente para nos oferecer uma informação nova, sempre atualizada.
 
Repórteres os mais renomados, vasculham o planeta em busca de furos de reportagem. Entretanto, jamais encontrarão uma notícia tão importante, como esta dada pelo próprio Deus em Gêneses 3:15, onde diz que a semente da mulher, referindo-se a Jesus, esmagaria a cabeça da serpente que é o diabo. Finalmente, veio da cruz o cumprimento desta palavra, quando Jesus nosso Senhor, cravado no rude lenho exclamou: está consumado! (João 19:30). Eis aí Jesus nos reconciliando com Deus – eis aí Jesus nos restituindo o que o primeiro casal perdeu no Éden, eis aí a manifestação da graça de Deus.
 
Uma história antiga, mas que reflete ainda em nossos dias:  A contenda que existia entre o Egito e a Assíria, conforme consta em Isaías 19:23-25, é uma demonstração fiel de que em Jesus Cristo, inimigos tradicionais podem ser unidos pelo amor. Em Cristo, povos e nações politicamente diferentes, e até mesmo rivais, vão se curvar aos pés do Senhor, como irmãos e irmãs.
 
Cristo derruba qualquer barreira que possa ameaçar os relacionamentos entre as pessoas.  Podemos então, curvar-nos agora, em devoção, em obediência, ou mais tarde em submissão ou por não haver outra saída.
 
Jesus também disse em Mateus 10:32-33:  Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.
 
Agora nas palavras de João em sua 1ª carta 4:15-17:  Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele e ele em Deus.   E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por todos nós.
 
Deus é caridade e quem está em caridade está em Deus, e Deus, nele.  Nisto é perfeita a caridade para conosco, para que no Dia do Juízo tenhamos confiança; porque, qual ele é, somos nós também neste mundo.
 
Confessar a Cristo é o único meio para a salvação das nossas almas.
 
O primeiro passo para iniciarmos um relacionamento com Cristo é confessá-lo como Salvador. Esta atitude nos leva a compreender e amar ainda mais a sua santa Palavra.
 
Uma confissão do fundo do coração, provinda do reconhecimento de que Cristo é o Senhor, é sempre acompanhada de uma disposição para obedecer a Deus.
 
Lamentavelmente, muitos estudantes da Bíblia, a leem, tão simplesmente para aumentar o seu conhecimento histórico. A Palavra de Deus, nos adverte a respeito desse comportamento, o qual não passa de um mero engano. Em Tito 1:16 lemos assim: “Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.”
 
Voltemo-nos para Deus, enquanto tudo nos convida, enquanto a porta está aberta, enquanto a Dispensação da Graça perdura. Enquanto Deus está nos dando tempo.
 
Conheça a Jesus hoje mesmo, mas conheça-o de verdade. Ele é a verdade. Ele mesmo disse   aos que criam nele: Se vocês permanecerem na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos  e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.
  
Que Deus Pai, em Cristo Jesus nosso Senhor, abençoe abundantemente a todos os que me leem.


Pastor Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br



_______________________________________________||________________________________________________

 
O HOMEM QUE PÕE NO SENHOR SUA CONFIANÇA
Salmos 40:4

INTRODUÇÃO

  “Uns confiam em carros, e outros, em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR, nosso Deus. Uns encurvam- se e caem, mas nós nos levantamos e estamos de pé” - (Salmos 20:7-8).
 
01.    ELE TEM SEGURANÇA:
 
“O Anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem” – (Salmos 34:7). 
 
“Eis que os olhos do SENHOR estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia, para livrar a sua alma da morte e para os conservar vivos na fome” - (Salmos 33:17-18).
 
02.    – ELE É PERSISTENTE:
  
   “Os que confiam no SENHOR serão como o monte Sião, que não se abala, mas permanece para sempre” – (Salmos 125:1).
 
   “Lança o teu cuidado sobre o SENHOR, e ele te susterá; nunca permitirá que o justo seja abalado” – (Salmos 55:22).
 
03.    – ELE TEM SUAS DECISÕES NORTEADAS PELO SENHOR:

 “Guia-me na tua verdade e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia” – (Salmos 25:5).
 
    “Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR, o teu Deus, que te ensina o que é útil e te guia pelo caminho em que deves andar” – (Êxodo 13:21-21; Isaías 48:17).
 
CONCLUSÃO
 
         Ele nunca estará isento das lutas, das tentações, das aflições, das perseguições, das adversidades, mas, sempre podendo contar com a assistência da parte de Deus Pai, com a salvação em Cristo Jesus e com o consolo da parte do Espírito Santo.
 

Pr. Jorge Albertacci
Década de 1990
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda - Rio de janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br

_______________________________________________||________________________________________________


PORQUE NINGUÉM PODE PÔR OUTRO FUNDAMENTO

Texto Bíblico Introdutório

(1 Coríntios” 3:11)
 
          “Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo”
 
01 – PAULO COMO SÁBIO ARQUITETO
 
a)  Paulo Só Colocou o Fundamento (3:10).
 
           “Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele” – (1 Coríntios 3:10).
 
b)  Cristo, o Único Fundamento (3:11).
 
           O artífice-mestre é um servo. Como tal, ele não escolhe o tipo, a forma ou o material do fundamento. Todos eles são estabelecidos de uma vez por todas – “Porque ninguém pode pôr outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo.”
 
c) O Teste da Edificação (3:12-15).
 
        Em referência ao teste, ou inspeção da edificação, várias coisas são claras. Primeiro, há materiais alternativos que podem ser usados. Paulo menciona ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha (12). O material é de dois tipos distintos e opostos, “rico e durável ou insignificante e perecível”. Um tipo sugere cristãos maduros e estáveis fundados em doutrinas sólidas, e rica experiência. O outro tipo é a palha frágil da opinião humana, os pedaços de madeira aleatórios da sabedoria humana. Isto sugere membros da igreja imaturos e instáveis.
 
          Por outro lado, é possível edificar com materiais que não sejam duradouros. Neste caso o homem perde o seu galardão: Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo (15).
 
2. A IGREJA ESTÁ FUNDAMENTADA SOBRE PEDRA
 
           Pedra, porque eram “petrus” pequenos blocos rochosos, porque na verdade a Pedra “Rocha” é Jesus, sobre o qual foi edificada a Igreja.
(Mateus 16:18; 1 Coríntios 10:4; Efésios 2:20-22; 1Pedro 2:4-8; Mateus 21:42-44).
 
3. CRISTO É O ÚNICO FUNDAMENTO DA NOSSA FÉ
 
(Hebreus 12:1-2).
 
4. HÁ MUITOS QUE TENTAM ALTERAR ESTE FUNDAMENTO
 
          Um edificador descuidado não receberá o galardão de seu trabalho, em satisfação pessoal, aprovação divina, ou honra divina. O edificador infiel é como um trabalhador que, ou lhe é negada a compensação normal, ou é punido por ser o responsável por uma construção defeituosa. E possível que um trabalhador relaxado seja pessoalmente salvo, mas apenas como alguém que escapa de uma casa em chamas. Paulo está apresentando o perigo de tentar fazer a obra espiritual por motivos carnais, egoístas e inferiores. Homens bons que trabalham com motivos defeituosos ou métodos deturpados podem ser salvos, mas a sua obra se deteriora. Aqueles que tentam edificar apenas sobre talentos naturais, habilidades humanas, ou simpatia pessoal, verão o seu trabalho evaporar.
 
RESUMO
 
a)  Mudam, nos hinos de louvor a Deus;
b)  Mudam, nas línguas;
c)  Mudam, nas profecias;
d)  Mudam, nas correntes místicas;
e)  Mudam, nas idas à Terra Santa queimar pedidos de oração;
f)   Mudam, nas pedrinhas trazidas de Jerusalém como amuletos;
g)  Mudam, nas águas trazidas do Rio Jordão;
h)  Mudam na aplicação do azeite trazido de Israel;
i)   Mudam, nos rudimentos frágeis que aparecem aqui e ali;
j)   Mudam ao ultrajar o sacrifício vicário de Jesus na Cruz;
k)  Mudam, na perda de tempo em detrimento do duplo imperativo do divino Mestre;
l)   Mudam, no participar da roda dos escarnecedores;
m) Mudam, quando adotam o relativismo;
n)  Mudam, quando se ajustam ao pós-modernismo;
o)  Mudam, quando adotam pregações com gritarias vazias;
p)  Mudam, quando se esquecem do discipulado bíblico.
 
          Jesus Cristo é o único mediador entre Deus e o homem. Ele está a interceder perante o Pai, porque quanto Ele sofreu e morreu. Ele é o princípio o meio e o fim. Nele estão firmados todos os planetas. Ele é o Servo, Ele é o Príncipe da Paz, o Rei dos reis, o Senhor dos senhores, o Médico dos médicos. Ele reina, Ele reinará, para sempre e sempre. Amém!
 
 FONTES BIBLIOGRÁFICAS

Bíblia Sagrada 3.0 (ARC/1995) SBB - Rio de Janeiro
Comentário Bíblico Beacon - Volume 08 Pag. 263/264 - CPAD - Casa Publicadora das Assembleias de Deus
Av. Vicente de Carvalho, 1083 - Vila Kosmos/Vila da Penha - Rio de Janeiro


Pr. Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro
E-mail – prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal