O Poder que vem da Graça - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Poder que vem da Graça

Pr. José Edson
(Lucas 24.49)  


Pr. José Edson
 

“Ficai na cidade de Jerusalém até que do alto sejais revestido de poder” 

INTRODUÇÃO

Desde muito antes do profeta Isaías que viveu setecentos e cinquenta anos antes de Cristo; que havia um desejo profundo no coração dos que esperavam a gloriosa Graça de Deus. Suas profecias nos capítulos 64 e 65 demonstram o ardente desejo do povo do Antigo Testamento: Oh! Se fendesses os céus e descesses, se os montes tremessem na tua presença...!

COMENTÁRIO

O profeta Jeremias também sentia o mesmo e escreveu: Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei um concerto novo com a casa de Israel e com a casa de Judá. Não conforme o concerto que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para tirá-los da terra do Egito, porquanto eles invalidaram o meu concerto, apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor - (Jr 31.31-33).  Este novo tempo, o tempo da Graça, viria segundo a promessa de Deus. Quando Lucas escreveu: A Lei e os Profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele. E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da Lei - (Lc 16.16).
 
Ele estava anunciando o que Paulo escreveu: Porque a Graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens, ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século, sóbria, justa e piamente, aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da Glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo - (Tt 2.11-13). Este tempo da Graça culmina com o plano de salvação de Deus a todos os homens. E tem sido um tempo em que esta Graça promove: alegria, salvação, perdão mediante o sangue e uma vida com Deus dentro de nós.
 
Paulo escreveu: Ou não sabeis que o nosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus - (I Co 6.19,20).
 
De sorte que este tempo é a grande realidade de Deus, porque o Antigo Testamento era apenas sombras do que haveria de vir: Porque, tendo a lei a sombra dos bens futuros e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam... Então, disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade, temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez - (Hb 10.1;9,10).
 
Milhares e milhares ao longo dos séculos e milênios têm desfrutado dessa Graça salvadora, gloriosa, abundante e expansiva. Porem, alguns desconhecem o poder que emana dessa Graça e ficam privados de uma vida abundante no poder do Espirito Santo dentro de si.
 
Paulo encontrou alguns desses e perguntou-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo. Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados, então? E eles disseram: No batismo de João. Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo do arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Jesus Cristo. E os que ouviram foram batizados em nome do Senhor Jesus. E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam. Estes eram, ao todo, uns doze varões - (At 19.2-7).

Então, esta vida cristã na Graça de Deus, caracteriza salvação, libertação e uma nova vida em Cristo. A mesma vida cristã mergulhada no poder do Espirito Santo; poder este que flui da mesma Graça de Deus. Produz uma vida de: Unção, de poder, de autoridade, de ousadia, de revelação mais profunda da Palavra de Deus e por fim, a manifestação dos dons espirituais.
 
Enquanto simplesmente uma vida cristã na Graça de Deus, produz o Fruto do Espírito que são nove em seus aspectos, muito importante para o comportamento e  testemunho do cristão. A vida cheia do poder  do Espirito Santo produz os dons espirituais que também são nove. Muito importante para uma vida superabundante nos mistérios da Graça de Deus.

CONCLUSÃO

Minha palavra a todos os cristãos é que: Vivam abundantemente na Graça de Deus que “ensina a ser luz neste mundo de trevas.” Mas também vivam abundantemente no poder do Espirito Santo que opera milagres e maravilhas - (Hb 2.4).  Por isso Jesus recomendou aos seus discípulos: Ficai na cidade de Jerusalém até que sejais revestidos do poder.
                        
_________________________________


Pastor José Edson é Lider da Assembleia de Deus em Barra Mansa
E Diretor do Seminário CETEC
Av. Presidente Kennedy, 1502 - Ano Bom - Barra Mansa - RJ
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal