Todos de joelhos dobrados confessarão a Deus - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Todos de joelhos dobrados confessarão a Deus

Mensagens Bíblicas
(Romanos 14:11; Filipenses 2:10-11)
 
“Porque está escrito: Pela minha vida, diz o Senhor, todo joelho se dobrará diante de mim, e toda língua confessará a Deus”
 
"Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho, dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra. E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, Para glória do Pai"  (Romanos 14:11; Filipenses 2:10-11).
 
Muitos não acreditam que Jesus Cristo é o Senhor que não somente salva, cura, liberta, abençoa de todas as formas, batiza com o Espírito Santo, mas que um dia os conduzirá à eternidade.
 
Há muitos que até sabem destas coisas - são conhecedores das Escrituras, mas não confessam que Ele é o Senhor – não submetem suas vidas por inteiro somente a Ele. E quando confessam o fazem cheios de restrições - e acabam não o aceitando como Senhor de suas vidas.
 
Os homens estão ocupados com muitas coisas. Mas não em confessar que Jesus Cristo é o Senhor dos senhores, o Rei dos reis, o Mestre dos mestres, o Médico dos médicos e único mediador entre Deus e o homem.
 
Há alguns que até confessam a um Pastor, a um Padre, a outro líder religioso, ou até mesmo a uma Igreja. Mas não confessam com abnegação que Jesus Cristo é o Senhor.  Talvez que vencidos pela bebida, pelo fumo, por outras drogas e idolatrias que tem se tornado senhores de muitos escravos.
 
Mesmo agora, no limiar do III Milênio, a escravidão está aí, acorrentando homens e mulheres de vários seguimentos da sociedade e até mesmo de vários credos religiosos. Pessoas que se esqueceram do empenho da parte de Deus para com a humanidade.  Embriagados com os prazeres efêmeros deste mundo, se esquivam  por todos os lados, tão somente para não confessarem que Jesus Cristo é o Senhor de suas vidas.
 
Não sabendo entretanto, que se não confessares aqui, um dia verás a Jesus, correrás para as cavernas, para as brechas da terra, chamarás para que as rochas e montes caiam sobre si, conforme consta no Livro do Apocalipse capítulo seis. Mas, nem assim resolverá nada de última hora.
 
Muitos sentem-se à vontade para confessar os pecados dos outros, confessam os pecados dos Padres, confessam os pecados dos Pastores, sentem se à vontade para confessar as culpas de todo o mundo, mas nunca, nunca se lembram de confessarem que Jesus Cristo é o Senhor.
 
Seguidores de seitas, cujos líderes se encontram sepultados, mas naquele dia reconhecerás que Jesus Cristo, o ressurreto, é o Senhor dos senhores. No Evangelho segundo escreveu Mateus 12:36-37, consta as seguintes palavras do Mestre Divino:
 
"Mas Eu vos digo, que toda a palavra ociosa que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo. Porque por tuas palavras serás justificados, e por tuas palavras serás condenados”
 
Haverá um dia em que independente de religião ou de qualquer outra coisa, crendo ou não, aceitando ou não, confessando ou não – nós, todos nós, nos encontraremos com o Senhor Jesus para viver a eternidade, com Ele, ou não!
 
A Bíblia nos revela, apenas dois lugares onde passaremos a eternidade, mas que a escolha de um desses lugares, tem que ser feita aqui na terra enquanto vida tivermos. Depois que partirmos daqui, não haverá mais a quem apelar. O dia é hoje, e o tempo é agora.
 
Temos que confessar que Jesus Cristo é o Senhor de nossas vidas aqui. Temos que desprezar tudo quanto entristece ao Senhor, aqui. Saindo daqui, nos espera a eternidade. Uma intrigante pergunta paira entre muitos: ONDE PASSARÁS A ETERNIDADE?
 
Para respondermos a esta pergunta de forma positiva, temos que desprezar as coisas que são abomináveis aos olhos do Senhor, enquanto estamos no mundo. Temos que oferecer os nossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o nosso culto racional. Ou então, optaremos por uma eternidade em um lugar não recomendável para uma criatura de Deus. Consideremos isto com a mais elevada atenção, porque eternidade, é eternidade.
 
Confesse hoje que Jesus Cristo é o Senhor de sua vida. Joelhos que agora se encontram até enrijecidos de tanta ociosidade, de uma vida extremamente sedentária, ou até mesmo os mais atléticos, como se usam dizer: Os mais saradões, naquele dia se dobrarão diante do Senhor dos senhores e Rei dos reis.
 
É bom que todos saibam, que a nossa redenção foi anunciada com base no amor de Deus. Jesus mesmo disse: Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu filho unigênito para que todo aquele que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele.   Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do Unigênito Filho de Deus.  E a condenação é esta: Que a Luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a Luz, porque as suas obras eram más - (João 3:16-19).

Deus sempre trabalhou para livrar o homem do inferno, mas o homem sempre primou por marchar a passo largo para a perdição eterna, sempre gostou de ser escravo do pecado da miséria e consequentemente da morte eterna. Quando se veem em apertos, fazem de tudo, creem em tudo. Oram, profetizam, jejuam, buscam aqui e ali, sobem montes pelas madrugadas, proferem palavras de bênção, haja versículos nas caixas de promessas, mas, de forma nenhuma confessam que Jesus Cristo é o Senhor de forma peremptória.
 
Vivemos em uma época, muito avançada em termos de comunicação. A imprensa falada, televisiva e escrita, caminha a passos de gigante em seu progresso. O mundo gasta grandes fortunas diariamente para nos oferecer uma informação nova, sempre atualizada.
 
Repórteres os mais renomados, vasculham o planeta em busca de furos de reportagem. Entretanto, jamais encontrarão uma notícia tão importante, como esta dada pelo próprio Deus em Gêneses 3:15, onde diz que a semente da mulher, referindo-se a Jesus, esmagaria a cabeça da serpente que é o diabo. Finalmente, veio da cruz o cumprimento desta palavra, quando Jesus nosso Senhor, cravado no rude lenho exclamou: ESTÁ CONSUMADO! (João 19:30). Eis aí Jesus nos reconciliando com Deus – eis aí Jesus nos restituindo o que o primeiro casal perdeu no Éden, eis aí a manifestação da graça de Deus em Seu Filho Jesus.
 
Uma história antiga, mas que reflete ainda em nossos dias:
 
A contenda que existia entre o Egito e a Assíria, conforme consta em Isaías 19:23-25, é uma demonstração fiel de que em Jesus Cristo, inimigos tradicionais podem ser unidos pelo amor. Em Cristo, povos e nações politicamente diferentes, e até mesmo rivais, vão se curvar aos pés do Senhor, como irmãos e irmãs.
 
Cristo derruba qualquer barreira que possa ameaçar os relacionamentos entre as pessoas.  Podemos então, curvar-nos agora, em devoção, em obediência, ou mais tarde em submissão ou por não haver outra saída.
 
Jesus  disse também, em Mateus 10:32-33:  “Portanto, qualquer que me confessar diante dos homens, eu o confessarei diante de meu Pai que está nos céus. Mas qualquer que me negar diante dos homens, eu o negarei também diante de meu Pai, que está nos céus.”
 
Agora nas palavras de João em sua Primeira Carta 4:15-17:  “Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele e ele em Deus.   E nós conhecemos e cremos no amor que Deus tem por todos nós.”
 
Deus é caridade e quem está em caridade está em Deus, e Deus, nele.  Nisto é perfeita a caridade para conosco, para que no Dia do Juízo tenhamos confiança; porque, qual Ele é, seremos nós também.
 
Confessar a Cristo é o único meio para a salvação das nossas almas.  O primeiro passo para iniciarmos um relacionamento com Cristo é confessá-lo como Salvador. Esta atitude nos leva a compreender e amar ainda mais a Sua santa Palavra.
 
Uma confissão do fundo do coração, provinda do reconhecimento de que Cristo é o Senhor, é sempre acompanhada de uma disposição para obedecer a Deus.
 
Lamentavelmente, muitos estudantes da Bíblia, a leem, tão simplesmente para aumentar o seu conhecimento histórico. A Palavra de Deus, nos adverte a respeito desse comportamento, o qual não passa de um mero engano. Em Tito 1:16 lemos assim:
 
“Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra.”
 
Voltemo-nos para Deus, enquanto tudo nos convida, enquanto a porta está aberta, enquanto a Dispensação da Graça perdura. Enquanto Deus está nos dando tempo.
 
Conheça a Jesus hoje mesmo, mas conheça-o de verdade. Ele é a verdade. Ele mesmo disse   aos que criam Nele: Se vocês permanecerem na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos  e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.

Assim nos disse o grande sábio Salomão em Provérbios 28:13-14: "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. Bem-aventurado  o homem que continuamente teme; mas o que endurece o seu coração virá a cair no mal."

Quão melhor seria confessar de cara vermelha hoje,  do que com ela roxa amanhã!

 
Que Deus Pai, em Cristo Jesus nosso Senhor, abençoe rica e abundantemente a todos quanto do presente texto conhecimento tomarem.

Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Catedral das Assembleias de Deus do Retiro.
Bairro Retiro - Volta Redonda - Rio de Janeir.
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal