Lepra, Um Retrato do Pecado - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Lepra, Um Retrato do Pecado

Artigos
 
Levítico 13:1-8
 
LEPRA

A lepra é uma doença caracterizada pela brancura (Êx 4:6) e por inchações, tumores ou manchas que desfiguram a pele. Sua descrição no Livro de Levítico (Lv 13—14) provavelmente incluía outras doenças da pele, além da lepra conhecida hoje. Um tipo de mofo, possivelmente fungo, era chamado de lepra (Lv 13:47-59; 14:33-57). Os leprosos eram forçados a morar longe das outras pessoas e, quando se aproximassem delas, deviam gritar: "Imundo, imundo!" Jesus curou leprosos (Mt 8:2-4; Lc 17:11-19).  Na atiguidade ela havia se tornado a doença que mais pavor causava às pessoas. Além do mal propriamente dito, a presença dela na pessoa a colocava na vala da morte, do desprezo, da tristeza, da dor, não somente da doença, mas, da separação da esposa, dos filhos e do convívio em comunidade. Como consta nas Escrituras Sagradas:  "Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido" (Lucas 19:10) a eterna sorte de todo pecador é Jesus, tão somente Ele - "E Jesus, movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o, e disse-lhe: Quero, sê limpo."  Marcos 1:41.
 
PECADO
 
O pecado é a falta de conformidade com a lei de Deus, em estado, disposição ou conduta. Para indicar isso, a Bíblia usa vários termos, tais como pecado (Sl 51:2; Rm 6:2), desobediência (Hb 2:2), transgressão (Sl 51:1; Hb 2.2), iniquidade (Sl 51:2; Mt 7.23), mal, maldade, malignidade (Pv 17:11; Rm 1:29), perversidade (Pv 6:14; At 3:26), rebelião, rebeldia (1Sm 15:23; Jr 14.7), engano (Sf 1:9; 2Ts 2.10), injustiça (Jr 22:13; Rm 1:18), erro, falta (Sl 19:12; Rm 1:27), impiedade (Pv 8:7; Rm 1:18), concupiscência (Is 57:5; 1Jo 2.16), depravidade, depravação (Ez 1:27, 43, 58). O pecado atinge toda a raça humana, a partir de Adão e Eva (Gn 3; Rm 5:12). O castigo do pecado é a morte física, espiritual e eterna (Rm 6:23). Da morte espiritual e eterna escapam aqueles que se achegam a Cristo, o Salvador (Rm 3:21, 8:39). O pecado sem perdão é a incredulidade (Mt 12:31-32). O pecador que não ama a sua própria alma, que de forma impenitente, não aceita o convite de Jesus (Mateus 22:28) acaba permanecendo distanciado do convívio dos santos, pode ficar com o coração empedrado pela incredulidade e perder a opotunidade de viver na eternidade com Jesus.
 
NO COMEÇO É APENAS UMA MANCHA
 
2Rs 5:11 –  "...porém Naamã muito se indignou, e se foi dizendo: certamente ele sairá, por-se-á em pé, e invocará o nome do Senhor seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso."  1Co 5:6 - "...não é boa a vossa jactância (arrogância). Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa. A lepra faz isto, ela contamina aos poucos, mas por fim toma todo o corpo – como o pecado ela leva a pessoa à morte espiritual;  à insensibilidade e por fim, à cauterização (1Timóteo 4:2) .
 
CONTAMINA O HOMEM
 
Is 1:4-6 Ai da nação pecadora, do povo carregado de iniquidade, da semente de malignos, dos filhos corruptores; deixaram ao Senhor, blasfemaram do Santo de Israel, voltaram para trás.  Porque serieis ainda castigados, se mais voz rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco – desde a planta do pé até a cabeça, não há nele coisa sã, se não feridas, e inchaços, e chagas podres, não espremidas, nem ligadas, nem nenhuma delas amolecidas com óleo.
 
A CURA DOS DEZ LEPROSOS
 
Lc 17:12-19 Uma forma inexplicável da graça de Deus! Enquanto o sumo-sacerdote os expulsavam do convívio, o SACERDOTE dos sacerdotes foi lá onde eles se encontravam às margens da sociedade.
 
É CONTAGIOSA

Pv 4:14-15 Não entres na vereda dos ímpios, nem andes pelos caminhos dos maus, evita-o, não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo. Ef 5:11 e não comuniqueis com as obras infrutuosas das trevas mas antes condenai-as.
 
É PRAGA
 
Levítico 13:3 - E o sacerdote examinará a praga na pele da carne; se o pêlo na praga se tornou branco, e a praga parecer mais profunda do que a pele da sua carne, praga da lepra é; o sacerdote, vendo-o, o declarará imundo.
 
PRAGA SEGUNDO A BÍBLIA

1) Desgraça; calamidade (Êx 7:14, 12:34);
 
2) Doença; peste (Lv 13:20; Gn 12:17; Zc 14:15);
 
3) Maldição (RC Ap 22:18).
 
É UMA FORMA DE CASTIGO DA PARTE DE DEUS
 
Números 12:10, 15 - E a nuvem se desviou de sobre a tenda; e eis que Miriã era leprosa como a neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que era leprosa. Assim, Miriã esteve fechada fora do arraial sete dias, e o povo não partiu, até que recolheram a Miriã.

O pecado de Miriã, foi o da murmuração contra seu próprio irmão Moisés, ela se juntou a seu irmão Aarão o sacerdote e conspirou contra Moisés o líder. Moisé era seu irmão, mas, no santo ministério, ele era seu líder, assim como, de Arão.
 
ERA INCURÁVEL
 
Jr 13:23 – pode o etíope mudar a sua pele, ou o leopardo as suas manchas?  Nesse caso, vós podereis fazer o bem, sendo ensinados a fazer o mal.
 
A CONSEQUÊNCIA É A EXCLUSÃO

Lv 13:46 – Todos os dias em que a praga estiver nele, será imundo; imundo está, habitará só; a sua habitação será fora do arraial.
É extremamente lamentável, mas como existe homens e mulheres, moços e moças, cansados da Igreja! Não suportam mais ouvir um ensino da Palavra de Deus, habitando fora do arraial dos santos. Estamos certos de que Jesus voltará em breve, mas, essa Sua vinda será muito diferente da que Ele veio salvar os perdidos através da Sua morte na cruz, dessa vez Ele vem para o arrebatamento - buscar os que tiverem se preparado passa esse dia.
 
PODE LEVAR À MORTE

Rm 6:23 – porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por Cristo Jesus nosso Senhor. Rm 5:12 – pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por issto que todos pecara. Tg 1:15 – depois, havendo a concupiscência concebido, dá a luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
 
MAS JESUS, SOMENTE ELE PODE CURA-LA

Hb 9:22 E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão. 1Jo 1:7 – Mas se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.
 
CONCLUSÃO

Atualmente o termo lepra está em desuso por sua conotação negativa histórica. Atualmente adota-se o nome “hanseníase” que provém do nome de Gerhard Hansen, que identificou o agente da doença.

Assim como o pecado, a lepra é uma doença contagiosa, que passa de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para outra. Demora de dois a cinco anos, em geral, para aparecerem os primeiros sintomas. O portador de hanseníase apresenta sinais e sintomas dermatológicos e neurológicos que facilitam o diagnóstico. Pode atingir crianças, adultos e idosos de todas as classes sociais, desde que tenham um contato intenso e prolongado com o bacilo. Pode causar incapacidade ou deformidades, quando não tratada ou tratada tardiamente, mas tem cura. O tratamento geralmente é fornecido por sistemas públicos de saúde (como o brasileiro Sistema Único de Saúde).
 
 
Pastor Jorge Albertacci - E- mail: prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 
Volta Redonda - Rio de Janeiro - Filiado à CONFRADERJ 1.135 - CGADB 10.092
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal