Não Relaxadamente - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Não Relaxadamente

Evangelismo e Missões II
NÃO DE FORMA RELAXADA

(Jeremias 48:10)

Fazer a Obra do Senhor de forma relaxadamente é apropriar-se da maldição com suas próprias mãos!

IDE E PREGAI E IDE E ENSINAI, É FÁCIL, É UM DEVER, É BOM DE FAZER, É ACESSÍVEL A TODOS, MAS, TAMBÉM, NÃO COMO SE FOSSE ATROPELAR TODO MUNDO.

Sobre quais dois aspectos cresceu a Igreja Primitiva ao obedecer ao duplo imperativo de Cristo? Resposta: Ide e Pregai e Ide e Ensinai.

1. PREGAÇÃO, ato de proclamar em público, não necessariamente a um grupo fechado, a Palavra de Deus.

2. IDE E ENSINAI = IDE E FAZEI DISCÍPULOS. Os professores das escolas seculares, podem ensinar, somente por dominar a matéria, mas, não com a obrigação de vive-las. 

3. OS ENSINADORES do Evangelho: Diferente, os docentes da Palavra de Deus, devem não somente dominar a matéria,  mas, acima de tudo, vivê-la.  

PROCEDIMENTOS PARA IR

Entre a preparação do discípulo e o seu envio como obreiro ao campo ministerial, Cristo exige de cada um: - Ficai na Cidade - (Lucas 24:49: E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder).

PORQUE DESTA EXIGÊNCIA FEITA PELO PRÓPRIO SENHOR?

Para ser enviado, é necessário que o obreiro tenha demonstrado compromisso com a Igreja local, a saber:

a)- Ele deve ter experiência no cuidado com os toalhetes da Igreja;

b)- Ele deve ter mostrado cuidado com o zelo do local de reuniões da Igreja;

c)- Ele deve ter produzido frutos na evangelização;

d)- Ele deve ter experiência com Pontos de Pregação, congregações, culto nos lares e ao ar livre;

e)- Ele deve ter sido um aluno frequente da Escola Dominical, dos cultos de Santa Ceia, de doutrina, e de oração;

f)- Enfim, antes de ir, ele deve compreender todas as necessidades da Igreja;

g)- Deve ter interesse, em praticar, incentivar aos demais irmãos à assistência social; à visita aos hospitais, presídios, casa de recuperação de dependente de droga; casa de recuperação de menores infratores. Não simplesmente para vê-los como estão, mas, com o objetivo de ajuda-los.

h)- É extremamente necessário que ele tenha aprendido a ser incompreendido sem formar questiúncula.

i)- Para estar preparado, ele precisa falar pelo menos 80% da língua do seu pastor, e nas partes administrativas da Igreja, 
bem como nos assuntos ministeriais, nada menos do que 100%.

Há um adágio que diz que toda unanimidade é burra, mas, em se tratando das coisas atinentes ao Reino de Deus, tem que ser: Uma só fé, um só batismo, um só Senhor, um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por todos, e em todos. Se somos membros do mesmo corpo, poderia a orelha se desentender com o nariz, ou mesmo com a outra orelha? Claro que não. Logo, na Igreja do Senhor, a coerência deve ser de 100% sim. A referência que faço acima, é sobre a Igreja Viva, Corpo do Senhor, e Organismo Vivo. Não um mero seguimento da sociedade - bem organizado, como política secular, sem nenhum compromisso co Deus!

"Trabalhai, porque eu sou convosco, diz o SENHOR dos Exércitos" (Ageu 2:4).
 
 O serviço cristão torna o crente um cooperador de Deus na expansão do Evangelho de Cristo.
 
Todos os que se disponibilizam para o ensino cristão tem de propiciar meios para que seu ensino seja ativo, e toda aprendizagem não pode deixar de ser ativa também. Considerando que ela somente se efetiva pelo esforço pessoal do aprendiz. Portanto a arguição que não pode ser dispensada da parte daquele que ensina é saber do aprendiz qual é a sua função na obra de Deus. E sobre como obter a convicção da sua chamada para ministério eclesiástico. Trabalhar para Cristo, como a Bíblia o requer, significa tributar-lhe toda a nossa afeição e amor. Ao discorrer sobre a importância do serviço cristão, o pastor inglês, Matthew Henry, mostra-se mais do que claro; faz-se categórico e firme: "Se o trabalho é feito em nome de Cristo, a honra é devida ao nome dele".
 
O QUE É O SERVIÇO CRISTÃO
 
Alguém afirmou, certa feita, que nada há sem importância no serviço de Deus. Aos olhos do Rei, tanto é importante aquele que leva o Evangelho aos tribais das selvas amazônicas, como aquele que se põe a falar da mensagem da cruz ao vizinho; acham-se ambos comprometidos com o serviço cristão (At 10:21-48; 13:1-3). Serviço Cristão é o trabalho que, amorosa e sacrificalmente, consagramos a Deus, visando a expansão de seu Reino até aos confins da terra, no poder e unção do Espírito Santo (At 1.8). O Serviço Cristão não é apenas prática; é doutrina e teologia; encontra-se fundamentado nas Escrituras Sagradas e na experiência histórica da Igreja. Por conseguinte, é-nos permitido afirmar que o Serviço Cristão é a teologia em ação. Leia reflexivamente a Epístola de Paulo aos Filipenses. O serviço cristão é o trabalho amoroso e sacrifical que o cristão consagra ao Senhor, tendo em vista à expansão do Reino de Deus e à edificação do Corpo de Cristo. 

O PERIGO DA PRECIPITAÇÃO

Deixar de atender a ordem divina, configura desobediência. Todavia, é bom ressaltar que conforme já anotei acima, para atender a este mandado do Senhor, não pode haver precipitação.

Ir quando se devia ficar, não é menos perigoso do que ficar quando se deveria ter ido. Veja alguns exemplos interessantes a seguir:

Davi ficou quando devia estar na guerra - resultado: pecou 2Sm 11:1-4. Além de cometer um adultério, ainda cometeu um homicídio, ficando ainda com a espada do Senhor sobre sua casa, que a partir de então se tornou praticamente um vale de sangue.

Outro caso foi o de Aimaás que partiu quando deveria ter ficado – Veja em 2Sm 18:29.  Da mesma sorte das mais de 500 pessoas, apenas aproximadamente 120 que ficaram e foram cheias (Atos 1:15; 1Coríntios 15:6).

Observe que mais de 500 pessoas receberam a orientação do Senhor, mas infelizmente a palavra nos mostra que somente aproximadamente 120 delas obedeceram à ordem, e permaneceram na cidade.

INCOERÊNCIA

O que estariam fazendo as outras 380 em um momento de tantas expectativas, e oração? Todos estavam sempre juntos, mas, tratando as coisas de Deus de forma relaxada.

CONCLUSÃO

É dever de todos os santos, cumprir com sua responsabilidade no corpo do Senhor, a Igreja, mas, não primando por fazer o melhror, com desvelo, e primorosa atenção, de nada adianta o que relaxadamemnte fez.


17/10/2014
Volta Redonda – Rio de Janeiro
Pr. Jorge Albertacci
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal