Seria Este o Povo Zeloso de Boas Obras? - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Seria Este o Povo Zeloso de Boas Obras?

A Inversão dos Valores
____________


SERIA ESTE POVO QUE COMPORIA A IGREJA DE DEUS? 

Texto Bíblico Introdutório
Oseias 4:1-19

INTRODUÇÃO

Há muitos milhares de pessoas que congregam em algum lugar. São frequentes, mas, não têm a menor ideia, a menor noção do que realmente é, e para quê que e por quê existe a Igreja de Cristo na terra.

A BANALIZAÇÃO

Muitos a tem como um clube de recreação, um lugar de passar o tempo, em nada incompatível com o mundo, pois a têm como um mero seguimento a mais na sociedade.

O DESPREPARO

São crentes que nunca passaram pela instrução semanal para Novos Convertidos, não foram Discipulados e por este motivo, muitos pensam que adorar a Deus é pular, dançar gritando e promover barulhos inconsequentes.

Se manda-los ler um versículo no Livro do Apocalipse, são capazes de abrir a Bíblia em Gênesis para começar procurar – isto, se a tiverem em mão, porque muitos se conformam com ela no celular e porque não dizer que nem mesmo no celular, considerando que há pastores que pedem para os crentes não carregarem Bíblias, para que juntos possam participar da leitura responsiva em um painel de retroprojetor!

Nunca viram uma Revista para a Escola Dominical, e porque não dizer que até a condenam como literatura espúria! Nunca viram um Hinário, mas, querem oportunidade em todos os cultos para cantar músicas, em sua maioria,  de dupla conotação.

FALTA DE TEMOR

Desconhecem o Batismo no Espírito Santo, mas, falam em línguas até na rua, desconhecem a Palavra de Deus, mas, vivem profetizando e contando revelações mentirosas. Não sabem o que é homilia, mas, são obsecados para pregar - não evangelizar, mas, pregar – se dizem consagrados, mas, vivem nas arquibancadas dos estádios, frequentam como que se fosse normal, a roda dos escarnecedores. Se dizem consagrados, mas são promíscuos, praticam adultério ou fornicação, e ainda dizem que isto é normal. Não fogem da aprência do mal - (1 Tessalonicenses 5:22), são contadores de piadas sem se absterem das más conversações - (1 Coríntios 15), se dizem seguidores da verdade, mas, não desprezam uma mentira - (João 8:44).

Glorificam a Deus na Igreja, mas, compartilham as mais indecorosas mensagens nas redes sociais. São obcecados por grandes congressos, com renomados pregadores, mas, não conhecem a Deus.

Adoram contar testemunhos nas Igrejas, mas, estão inseridos no evangelho de Mateus 22:29, “pelo que disse: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.”

Este é o perfil de milhares de crentes  – perfil este que mostra como estão distantes e muito distantes do conhecimento da Palavra de Deus.

OS LÍDERES DO RELATIVISMO

Embora, ressalto que, em muitos casos a culpa não é dos que assim procedem, mas, dos que ministram sobre eles, que se sentem à vontade em tê-los sob sua cobertura, sentem-se à vontade para de forma incomplacente amaldiçoá-los. Isto mesmo, amaldiçoá-los! Completamente na contramão do que preceitua a Palavra de Deus nos seguintes Livros: (Ezequiel 34:1-31; Provérbios 27:23; João 21:1-25; Atos 8:28; 1Pedro 5:1-4).

SERIA ESTE O POVO SANTO?

Seria este o povo a que Paulo destacou na sua carta a Tito 2:11-14: Porque a graça salvadora de Deus se há manifestado a todos os homens, Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo; O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniquidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.

Um povo que prima por conservar o seu vaso em santificação e honra - (1Tessalonicenses 4:4) Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais. Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus. Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus. Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos. Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo - (1 Tessalonicenses 4:6-8).

CONCLUSÃO

Assim como na Velha Aliança, ainda hoje o Senhor requer santidade de todos quantos desejam entra na Cidade Santa pelas portas:  "E falou o Senhor a Arão, dizendo: Vinho ou bebida forte tu e teus filhos contigo não bebereis, quando entrardes na tenda da congregação, para que não morrais; estatuto perpétuo será isso entre as vossas gerações, para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo,  e para ensinar aos filhos de Israel todos os estatutos que o Senhor lhes tem falado pela mão de Moisés" - (Levítico 10:8-11).

Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos.

Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado. E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos. Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos? Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade.

E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados, E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado.

Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor; Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem.

E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura. Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou. Porque não chegastes ao monte palpável, aceso em fogo, e à escuridão, e às trevas, e à tempestade, E ao sonido da trombeta, e à voz das palavras, a qual os que a ouviram pediram que se lhes não falasse mais; Porque não podiam suportar o que se lhes mandava: Se até um animal tocar o monte será apedrejado ou passado com um dardo.

E tão terrível era a visão, que Moisés disse: Estou todo assombrado, e tremendo. Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos; À universal assembléia e Igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados; E a Jesus, o Mediador de uma Nova Aliança, e ao sangue da aspersão, que fala melhor do que o de Abel.

Vede que não rejeiteis ao que fala; porque, se não escaparam aqueles que rejeitaram o que na terra os advertia, muito menos nós, se nos desviarmos daquele que é dos céus; A voz do qual moveu então a terra, mas agora anunciou, dizendo: Ainda uma vez comoverei, não só a terra, senão também o céu. E esta palavra: Ainda uma vez, mostra a mudança das coisas móveis, como coisas feitas, para que as imóveis permaneçam. Por isso, tendo recebido um reino que não pode ser abalado, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente, com reverência e piedade; Porque o nosso Deus é um fogo consumidor - (Hebreus 12:1-29).
____________

Jorge Albertacci
E-mail - prjorgealbertacci@yahoo.com.br
Atualmente Pastor Emérito da Catedral das 
Assembleias de Deus do Retiro
Presidida desde de 2008 pelo Pastor Pedro Gonçalves da Luz
Rua Engº Joaquim Cardozo, 448 - Retiro - 27281-360  
Volta Redonda - Rio de Janeiro









x
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal