Aplicando a Mensagem do Céu ao Mundo Pecador - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Aplicando a Mensagem do Céu ao Mundo Pecador

Teologia do Obreiro II
Aplicando a Mensagem do Céu ao Mundo

1 Coríntios 2:14-16 - Salmos 10:4


“Ora, o homem natural não pode compreender as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.  Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.  Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”   (1 Coríntios 2:14-16).Em sua presunção o ímpio não o busca; não há lugar para Deus em nenhum dos seus planos”   Salmos 10:4.
 
INTRODUÇÃO
 
Partindo da declaração de Paulo, o apóstolo do Senhor, e do Salmista, no texto supracitado, e considerando a sentença que a nós foi aplicada quando fomos enviados a pregar, bem como, o emprego do penhor (Grego = arrhabōn) ao nosso favor (2 Coríntios 1:22; 5:5, Efésios 1:13-14; 4:30), entendemos que, como pregadores das Boas Novas, somos tradutores desta mensagem celestial à humanidade.  Nada neste mundo, nenhum conhecimento secular, científico, filosófico ou intelectual poderá sobrepor  a uma vida de consagração a Deus, de oração, e de comunhão com o Espírito Santo no que diz respeito à aptidão para transmitir a mensagem celestial.
 
CAPACITAÇÃO PARA TRADUZIR
 
O tradutor, precisa dominar pelo menos dois idiomas: O dele próprio, e o que vai traduzir (interpretar). Se ele não dominar bem estes dois, melhor seria ficar calado, porque ainda não é a sua vez e na insistência poderá passar constragimento.
 
No caso do pregador, é necessário que ele, além de sua própria língua de homem natural, entenda também a mensagem de Deus. Foi por este motivo, que a seu favor, Deus empregou o penhor do Espírito (Grego = arrhabōn) capacitando-o à aptidão de transmitir, de forma a convencer, a mensagem que salva, liberta, cura, batiza no Espírito Santo, tornando o mais vil pecador, apto a habitar às Mansões Celestiais. 
 
APRENDENDO A MENSAGEM A INTERPLETAR
 
“Ide por todo mundo, pregai o Evangelho a toda criatura, quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado” (Mc 15:15-16).“Eis que envio sobre vós a promessa de meu Pai, ficai porém na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos” (Lc 24:49).“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia, Samaria e até os confins da terra” (Atos 1.8).
 
Do aprendizado da mensagem de Deus para aplica-la ao mundo depende de: vida santa, lábios puros, comunhão com o Espírito Santo, vida condizente com a pregação, isenção de pretensão às coisas materiais, não ser egoísta, não se avarento e nem tão pouco mercenário. Pelo menos aos que pretendem traduzir e aplicar a Palavra, é seu dever evitar participar da roda dos escarnecedores. Mas, pastor, o que é e onde está a roda dos escarnecedores? O que aprendi do Senhor isso mesmo prego: roda dos escarnecedores são todos os ambientes em que nada exalta o santo nome de Deus. Lugares em que se não predominar os mais feios palavrões e xingamentos, não há motivo para os participantes estarem presentes. Lugares em que se pode ler nos lábios até mesmo das senhoras e moças jovens esse linguajar desaprovado por Deus. Quando o crente não vive em comunhão com Deus, a roda dos escarnecedores pode estar na sua própria casa, fazendo parte dela, seus familiares: esposa, filhos e filhas, genros, noras, netos e outros. A roda dos escarnecedores pode ser muito bem comparada com um altar de baal, um templo de satanás.
 
ATOS PODEROSOS SÃO REALIZADOS POR DEUS NAS VIDAS DOS SEUS PREGADORES
 
Quando correspondemos ao chamado divino e ao convite do Espírito e da Palavra, Deus realiza atos soberanos que nos introduzem na família do Seu Reino: regenera os que estão mortos nos seus delitos e pecados; justifica os que estão condenados diante de um Deus santo; e adota como filhos os até então eram inimigo Seus. Embora estes atos ocorram simultaneamente à aceitação e a crença em Deus, é possível examiná-los separadamente. A regeneração é a ação decisiva e instantânea do Espírito Santo, mediante a qual Ele cria de novo a natureza interior. O Senhor "tirará da sua carne o coração de pedra e lhes dará um coração de carne" (Ez 11:19). A justificação é o ato de livrar o o que fora regenerado das punibilidades que pesavam contra ele perante o juízo de Deus. Deus diz: "Espalharei água pura sobre vós, e ficareis purificados... E vos darei um coração novo e porei dentro de vós um espírito novo... E porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos" (Ez 36:25-27). Deus colocará a sua lei "no seu interior e a escreverá no seu coração" (Jr 31:33). Ele "circuncidará o teu coração... para amares ao Senhor" (Dt 30:6).
 
PREGADOR SANTO PARA O DEUS SANTO
 
O despreparo dos eframitas lhes causou grande prejuízo quando traiçoeiramente entrou com Jefté. Mas, o que na verdade os levou à morte foi a pronúncia daqueles soldados. Esses eframitas apareciam correndo, e os soldados de Jefté perguntavam: você é fugitivo de Efraim? Eles respondiam: Não.  Então, diga CHIBOLETE - Eles diziam SIBOLETE. Chibolete em hebraico era o mesmo que rio ou enchente. Seria algo vinculado a rio.  Somente em trocar a sílaba CHI por SI, foram degolados e com isto tombaram 42.000 do traiçoeiro exército de Efraim. (Jz 12:1; 1Sm 11:1-11).
 
As palavras do Senhor Jesus em João (12:37) aplica-se da mesma forma, no Novo Testamento: “Porque pelas tuas palavras serás justificado e pelas tuas palavras serás condenado.”  Outra vez disse o Senhor: O homem bom, do bom tesouro do seu coração, tira o bem, e o homem mau, do mau tesouro do seu coração, tira o mal, porque da abundância do seu coração fala a boca. (Lucas 6:45). Ou seja, a boca fala do que o coração está cheio. É através da boca que o ímpio põe a lume o que passa no seu interior. 
 
CONCLUSÃO
 
SUBSÍDIO DO SITE: WWW.ESTUDOS.GOSPELMAIS.COM.BR
 
Nos dias de hoje, ninguém mais se importa com o que está vendo, ouvindo e falando. É algo meio que assim “ah! vi/ouvi/falei sem querer” simples assim. Mas o que as pessoas não sabem, é que nem tudo o que elas veem, ouvem ou falam agradam a Deus, muitas hoje não ligam para o que Deus acha acerca disso, mas é sempre bom olharmos com os olhos de Deus.

A palavra diz “O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o bem; e o homem mau, do seu mau tesouro tira o mal ...” (Lucas 6:45), então, com isso podemos ver que quem vê/ouve/fala coisas boas, significa que tem um ótimo coração que com certeza vai agradar a Deus, mas se a pessoa só vê/ouve/fala coisas ruins, tem um coração denominado “sujo.”

O versículo ainda termina assim: ”.. pois do que há em abundância no coração, disso fala a boca.” (Lucas 6:45) E isso é lógico, condiz totalmente com o que eu citei acima. Nós iremos fazer coisas que estão dentro de nosso coração, e como tais coisas que fazemos entrou em nosso coração? Através da nossa visão e audição. Se você ouviu ou viu algo, certamente penetrou em seu coração, e você em qualquer hora, vai falar sobre o que está no seu coração.

Agora analise, o que você tem visto e ouvido? Se você tá ouvindo muito palavrão, vai falar muito palavrão, se está vendo muita “coisa feia” vai falar muita “coisa feia”, então o seu coração não está de acordo com a vontade de Deus.

Podemos citar um exemplo: Você trabalha em uma empresa/loja onde há muitos funcionários que passam o dia inteirinho falando coisas que não prestam. Com o passar do tempo, você vai começar a dizer as mesmas coisas, isso é, se você se deixou influenciar por tais.

Temos um exemplo na bíblia disso, onde Pedro andava com Jesus em todo o tempo, então, ele começou a imitar Jesus até mesmo na fala. Jesus um dia chegou para Pedro e lhe disse: "Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás.” (Mateus 26:34). Ele avisou a Pedro que antes que o galo cantasse três vezes, Pedro o negaria. Pedro respondeu: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo algum te negarei” (Mateus 26:35).

Depois dessa pequena conversa saiu Jesus e seus discípulos para orar, em um lugar chamado Getsemane. "Jesus então disse: Sentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar” (Mateus 26:36). Então Jesus foi orar (Mateus 26:39), só que logo depois, quando voltou de sua oração, encontrou os seus discípulos dormindo e então Ele disse logo a Pedro: “Assim nem uma hora pudestes vigiar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.” (Mateus 26:40-41).

Jesus sabia e já tinha avisado que Pedro o negaria, por isso Ele disse para vigiar, Ele alertou em todo o tempo e aconteceu o seguinte: Ora, Pedro estava sentado fora, no pátio; e aproximou-se dele uma criada, que disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu. Mas ele negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes. E saindo ele para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o nazareno. E ele negou outra vez, e com juramento: Não conheço tal homem. E daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Certamente tu também és um deles pois A Tua Fala Te Denuncia. Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou. E Pedro lembrou-se do que dissera Jesus: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente.” (Mateus 26:69-75).

Para que eu disse tudo isso? Justamente para focar em um versículo: “Certamente tu também és um deles pois A TUA FALA TE DENUNCIA!” (Mateus 26:73). Quando anda-se com pessoas cristãs, passamos a ser influenciados por tais, assim também acontece quando andamos com alguém mundano, sem querer e sem saber, somos influenciados, passamos a ter os mesmos costumes de tais.

Então pense, com quem você está andando? Do que o seu coração está cheio? Ódio? Amor? Alegria? Tristeza? Palavrões? Pornografias? Imoralidades?  O que você está ouvindo? O que você está vendo? O que você anda falando por aí? No que você está pensando?  Responda isso para ti mesmo, sem que ninguém saiba, e escolha ser confundido com um seguidor de Cristo, assim como aconteceu com Pedro. As suas ações irão denunciar quem você realmente é.
 
Pr. Jorge Albertacci
Jubilado da Assembleia de Deus
Retiro – Volta Redonda – RJ
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal