A Igreja militante - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Igreja militante

Igreja
Mateus 16:13-28; 1 Timóteo 6:12-16
 
INTRODUÇÃO
 
A Igreja de Cristo só é militante enquanto estiver aqui no mundo. Saindo daqui, ela será a Igreja triunfante, vencedora, vitoriosa e estará para sempre no céu de luz com Jesus, onde não haverá mais labor, militância e nem regimento algum. Entretanto, ela vai contar para todo sempre com a presença do General, Jesus. Com Ele, ela reinará, adornada com os galardões que cada servo recebeu no Tribunal de Cristo. Enquanto que a beleza da Igreja, vem do seu exército de obreiros e obreiras, irmãos e irmãs abnegados, e dedicados ao Seu reino - sua força, seu poderio, suas armas, vêm do Calvário, vem da cruz. A Igreja é una, todos os crentes em particular pertencem a um único corpo, todos estão unidos sob uma única cabeça, o próprio Cristo (1 Coríntios 12:12-27). Cada crente possui habilidades concedidas por Deus que lhe permite fortalecer todo esse corpo. Sua habilidade especial pode ser grande ou pequena, mas é com essa armadura que ele vai militar, mesmo sendo pequena, ela é forte no Senhor, para ser usada na obra de Deus. É através dos crentes em todas as partes do mundo  que é formado o exército para a militância da Igreja neste mundo - Joao 3:6; Atos 1:5; Efésios 1:13-14; 4:4-7.
 
MILITA A BOA MILÍCIA
1Timóteo 6:12
 
“Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas”
 
Militar a boa milícia significa combater o bom combate, equipado com as potentes armaduras de Deus (2Timóteo 4:7; Efésios 6:11-13). É suportar as aflições sem ceder (Hebreus 10:32). É ter como lucro somente o que Jesus tem reservado para cada um de nós no céu (2 Timóteo 4:8).
 
NÃO MILITA SEGUNDO A CARNE
2Coríntios 10:2-5
 
“Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas; destruindo os conselhos e toda altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo entendimento à obediência de Cristo”
 
Os que labutam pelo reino de Deus, não labutam segundo a carne, porque não tem como militar a boa milícia portando as armaduras carnais, as armaduras da valentia, as armaduras da velha natureza que pode ter deixado um ranço que desqualifica o soldado. Os que vivem ainda sob os impulsos carnais, é necessário que primeiro se convertam a Cristo, fiquem mansos e humildes de coração, se é que estes já tenham aprendido com o Cordeiro de Deus.
 
PRIMA POR MILITAR LEGITIMAMENTE
2Timótio 2:3-12
 
“Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócio desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E, se alguém também milita,  não é coroado se não militar legitimamente. O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo. Lembra-te de que Jesus Cristo, que é da descendência de Davi, ressuscitou dos mortos, segundo o meu evangelho;  pelo que sofro trabalhos e até prisões, como um malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa. Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com glória eterna. Palavra fiel é esta: que, se morrermos com ele, também com ele viveremos; se sofrermos, também com ele reinaremos; se o negarmos, também ele nos negará”
 
Militar legitimamente significa labutar como bom soldado. O bom soldado desempenha o seu trabalho com seriedade, com austeridade, sem nunca denigrir a imagem do batalhão a que pertence. Militar legitimamente é não se dar por fiador ao que ele com codevedor não tem recursos para pagar. Militar legitimamente, é ser paciente e que seu principal objetivo seja agradar a Deus. Militar legitimamente é não rebelar-se contra o Comandante e nem contra o batalhão no qual está lotado. Militar legitimamente é cuidar e zelar dos imóveis, móveis e utencílios pertencente à instituição. Militar legitimamente, é não se conformar em ficar estagnado como soldado iniciante, mas, é procurar investir nos estudos, para alcançar as respectivas promoções - como afirmou Paulo em sua 1ª Carta a Timóteo 3:1:  "Esta é uma palavra fiel: Se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja."

 
MILITE SEGUNDO AS PROFECIAS DE DEUS
1Timóteo 1:18-20
 
Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia, conservando a fé e a boa consciência, rejeitando a qual alguns fizeram naufrágio na fé. E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar”
 
Militar segundo as profecias de Deus é ter a consciência limpa, é ser firme, é ter conhecimento do regimento a que pertence e o nome limpo perante o comandante. Militar segundo as profecias de Deus, é ser submisso a Deus e ao ministro da Igreja. É não se envolver com faladores incomplacentes. É não ser como Tobias e Sambalate que quando o seu pastor entra em alguma luta, ele fica no seu exercício de quanto pior, melhor. Sorri quando as coisas vão mal e chora quando está tudo certo.
 
MILITA COM CERTEZA DA RECOMPENSA
1Coríntios 9:7-12
 
“Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não come do leite do gado? Digo eu isso segundo os homens? Ou não diz a lei também o mesmo?  Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura, tem Deus cuidado dos bois? Ou não o diz certamente por nós? Certamente que por nós está escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança, e o que debulha deve debulhar com esperança de ser participante. Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais? Se outros participam deste poder sobre vós, por que não, mais justamente, nós? Mas nós não usamos deste direito; antes, suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo”
 
Militar com certeza na recompensa é fazer jus as côngruas que provém da Igreja. É semear somente as coisas de Deus. É não proferir palavras de maldição. É semear e ficar alegre se Deus colocar outro para colher, e se assim acontecer, deixar o outro colher com calma. Simplesmente sair de perto, e somente atender qualquer atividade na Igreja, quando solicitado pelo que agora colhe. Por que a presença do que plantou pode sim inibir a atuação do que agora colhe. Um planta, outro colhe, mas o dono é Jesus – tanto um como o outro devem fazer com desvelo o que lhes fora confiado, para que no fim não venham a ser qualificados como maus mordomos.
 
MILITA-TE ATÉ RECEBER A COROA DA VIDA
Tiago 1:12
 
“Bem-aventurado o varão que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam”
 
Militar até receber a coroa da vida, é saber ser incompreendido, é saber suportar a provação, é amar a Deus acima de todas as coisas. É saber que a recompensa somente virá do Senhor.
 
MILITA-TE SABENDO EM QUEM TENS CRIDO
2 Timóteo 1:12
 
“Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho, porque eu sei em quem tenho crido e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele Dia. Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e na caridade que há em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós”
 
Bem, militar sabendo em quem tem crido é muito sério, e principalmente nos dias atuais. Estamos vivendo o tempo em que o crente dificilmente confia plenamente em Deus na Igreja em que congrega. Ele fica velho na fé, mas, demonstra não crê plenamente em nada, porque fica andando para lá e para cá em busca do que somente Jesus pode dar, onde e quando, Ele quiser. Acima de todos os bens que podem ser procurados aqui e ali, está o nosso depósito que somente Ele pode guardar até àquele dia. Como bom soldado, devemos sobretudo conservar o modelo adotado pelo nosso Comandante.
 
CONCLUSÃO
 
Para que o militante milite legitimamente, ele tem que antes de entrar na batalha, conhecer bem as estratégias adotadas pelos seus superiores. Ele precisa estar sempre atento às determinações do comando, demonstrando inclusive, interesse em aprender, afim de que na eventual necessidade de uma promoção ele esteja apto. Para isto ele precisa estar segundo o conceito de Paulo: "Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo (1 Timóteo 3:6). O novato, inexperiente, descuidado, é presa fácil do adversário, principalmente quando a luta é travada em campo minado. Por este motivo: Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade." (2 Timóteo 2:15).
 
Entenda no texto bíblico a seguir, a hecatombe causada tão simplesmente por uma sílaba: Ao invés de “Chibolete” os soldados despreparados de Efraim pronunciavam: “Sibolete” e veja também o valor de um militar competente, superando todos os filhos legítimos de Gileade. Jefté que havia sido expulso de casa por seus meios-irmãos, por ser filho de uma prostituta:
 
“E ajuntou Jefté a todos os homens de Gileade e combateu com Efraim, e os homens de Gileade feriram a Efraim; porque, estando os gileaditas entre Efraim e Manassés, disseram: Fugitivos sois de Efraim.  Porém tomaram os gileaditas aos efraimitas os vaus do Jordão; e sucedeu que, quando os fugitivos de Efraim diziam: Passarei; então, os homens de Gileade lhes diziam: És tu efraimita? E dizendo ele: Não;  então, lhe diziam: Dize, pois, chibolete; porém ele dizia: sibolete, porque o não podia pronunciar assim bem; então, pegavam dele e o degolavam nos vaus do Jordão; e caíram de Efraim, naquele tempo, quarenta e dois mil”
(Juízes 12:4-6).
 
Que sejamos sempre qualificados como bons soldados de Cristo Jesus.
 
MILÍCIA
Carreira, disciplina, vida militar;
A arte ou exercício da guerra;
A força militar de um país.
 
MILITANTE
Que milita;
Que está em exercício;
Que pertence à milícia de Jesus Cristo;
Agressivamente ativo pela causa do Mestre.
 
MILITAR
Que diz respeito à guerra; à milícia, às tropas;
Que se baseia na força ou nos costumes militares;
Determinado pelas leis da guerra;
Próprio de quem segue a carreira das armas;
Aquele que pertence ao exército; soldado.
 
Pr. Jorge Albertacci
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Retiro – Volta Redonda – Rio de Janeiro
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal