Antes da Sepultura - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Antes da Sepultura

Estudos Bíblicos III

_____________

ANTES DA SEPULTURA

Salmos 90:10; Eclesiastes 9:10; João 9:4; João 5:17


Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar. Toda iniquidade é pecado, e há pecado que não é para morte. A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos.  Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque na sepultura, para onde tu vais, não há obra, nem indústria, nem ciência, nem sabedoria alguma. Convém que eu faça as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

INTRODUÇÃO

Na mensagem do  Pastor Olavo Feijó, no seu devocional em “Gotas Bíblicas” assim ele comenta sobre João 9:4: “Antes de curar um cego de nascença, Jesus decidiu dar-nos algum esclarecimento sobre as condições ideais para o estabelecimento do Seu Reino. “Convém que Eu faça as obras Daquele que Me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar.

Em mais de uma vez Jesus enfatizou a importância de planejamento, de estratégia. No caso em pauta, a expressão ”enquanto é dia” pode significar “durante o período estabelecido por Aquele que me enviou”. Depois do período estabelecido pelo Senhor para a proclamação da graça, o período estabelecido por Ele é o do Julgamento Final. Por outro lado, fazer as horas de Deus não nos garante o apoio e a aceitação pelos outros. Logo depois de ter efetivado a cura do cego, Jesus tornou-se alvo da ira dos religiosos, por ter desrespeitado o sábado.

Cada um de nós, como cristãos, recebeu um talento individual e uma missão pessoal. Dedicar este talento ao Senhor e cumprir a missão recebida é “fazer as obras”. Tudo isto, entretanto, tem que ser feito “enquanto é dia”. Nosso desafio constante é fazer do jeito do Senhor e no tempo do Senhor. Apesar de nossas maneiras humanas de iluminar “a noite”, Jesus usa o símbolo da noite, qualquer noite, para nos ensinar que o tempo do Senhor deve ser levado a sério. O que quer que o Senhor tenha nos mandado fazer, Ele quer que usemos sua estratégia. Enquanto é dia.”

MAS, POR ONDE COMEÇAR?

A Igreja local é o ponto de partida para que possamos iniciar nossos trabalhos em prol do Reino de Deus. Não podemos desenvolver talentos relacionados ao ministério, seja ele pastoral, evangelístico ou de ensino, se não entendermos que ministraremos para o Corpo de Cristo. E devemos ter um espirito desejoso de aprender, de ouvir conselhos dos obreiros mais experientes e de buscar ser pessoas que somam, e não que dividem trabalhos (Fp 2:3). Normalmente aqueles que dividem, interrompem o seu ministério, parcialmente ou em sua totalidade a partir da divisão. Principalmente neste início do século 21. Bom mesmo é ficar firme onde o Senhor escolheu para alcançar cada um dos Seus servos.

A NOITE VAI CHEGAR

Pior do que a chegada da noite pela velhice, quando aparece o desânimo, a fraqueza, a diabetes, o nível do colesterol alto,  o AVC, a incontinência ou a retenção urinária, a hiperplasia prostática, o esquecimento, o cansaço nas pernas e no peito, as cataratas, as vertigens labirínticas, a demência, a esclerose, as dores nas articulações; enfim, as demais afecções decorrentes da senilidade, é a chegada da noite pela falta de fé, pela indiferença com a Igreja do SENHOR, pela preguiça, pela falta de respeito ao que do SENHOR aprendeu, por trilhar pelos caminhos dos fariseus, pela morte espiritual, pela rejeição ao Sangue do sacrifício Vicário, e porque não dizer, a chegada da noite pela morte física? Que neste caso pode até ser abreviada!

O PERIGO DE DEIXAR PARA DEPOIS

Diferente dos antigos lavradores – os que moram em cidades de muitas indústrias, empregam-se cedo. Tão logo o crente começa a trabalhar, ele começa organizar a sua vida terrena – depois de conseguir construir seu lugar onde morar, parte para a compra de um automóvel, o que é muito bom. Com o automóvel, ele consegue passear com a família todos os finais de semana, o que também é bom demais! Quando ele é lembrado, normalmente pela esposa, sobre o trabalho atinente ao Reino, sua resposta está sempre na ponta da língua: quando eu aposentar, quando eu me aposentar. Resolve uma coisas aqui, outra ali, de repente, se não tiver morrido, aposenta – só que junto chega a escura noite! Neste caso, agora é somente fazer suas as palavras do Profeta Jeremias: “Passou a sega, findou o verão, e nós não estamos salvos.” Jeremias 8:20.


CONCLUSÃO

Posso até merecer a resposta: ah, mas você está sendo terrorista! Mas, não estou não! A coisa é assim mesmo. 
Melhor é não ouvir a seguinte parábola do Senhor: E disse-lhe um da multidão: Mestre, dize a meu irmão que reparta comigo a herança. Mas ele lhe disse: Homem, quem me pôs a mim por juiz ou repartidor entre vós?  E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui. E propôs-lhe uma parábola, dizendo: A herdade de um homem rico tinha produzido com abundância; E arrazoava ele entre si, dizendo: Que farei? Não tenho onde recolher os meus frutos. E disse: Farei isto: Derrubarei os meus celeiros, e edificarei outros maiores, e ali recolherei todas as minhas novidades e os meus bens; E direi a minha alma: Alma, tens em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e folga. Mas Deus lhe disse: Louco! Esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado, para quem será? Assim é aquele que para si ajunta tesouros, e não é rico para com Deus. Lucas 12:13-21.

_____________


No Amor de Deus
O Servo do Senhor Jesus
Jorge Albertacci
Pr. Emérito da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda – Rio de Janeiro – 23/03/2015
 


 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal