A Tempo e Fora de Tempo - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Tempo e Fora de Tempo

Esboço IV
__________

SEM PARAR - A TEMPO E FORA DE TEMPO

2 Timóteo  4:1-22

01 Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: 02 prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. 03 Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; 04 e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. 05 Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério. 06 Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. 07 Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. 08 Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda. 09 Procura vir ter comigo depressa. 10 Porque Demas, tendo amado o presente século, me abandonou e se foi para Tessalônica; Crescente foi para a Galácia, Tito, para a Dalmácia. 11 Somente Lucas está comigo. Toma contigo Marcos e traze-o, pois me é útil para o ministério. 12 Quanto a Tíquico, mandei-o até Éfeso. 13 Quando vieres, traze a capa que deixei em Trôade, em casa de Carpo, bem como os livros, especialmente os pergaminhos. 14 Alexandre, o latoeiro, causou-me muitos males; o Senhor lhe dará a paga segundo as suas obras. 15 Tu, guarda-te também dele, porque resistiu fortemente às nossas palavras. 16 Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; antes, todos me abandonaram. Que isto não lhes seja posto em conta! 17 Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fosse plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão.  18 O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém! 19 Saúda Prisca, e Áqüila, e a casa de Onesíforo.  20 Erasto ficou em Corinto. Quanto a Trófimo, deixei-o doente em Mileto.  21 Apressa-te a vir antes do inverno. Êubulo te envia saudações; o mesmo fazem Prudente, Lino, Cláudia e os irmãos todos. 22 O Senhor seja com o teu espírito. A graça seja convosco.

COMENTÁRIO

Ao receber Jesus como nosso único e suficiente Salvador, simultaneamente, somos despertados para o ministério de Evangelização e todos os meios que leve a pessoa conhecer o Reino de Deus.
 
Esta sempre foi e continua sendo uma sede que nasce no coração do Novo Convertido: Evangelizar! Evangelizar e Evangelizar! Pregando nas reuniões ao ar-livre, nos cultos nas residências dos irmãos. Evangelizar com literaturas, testificando de Jesus e orando pelos enfermos. Mas, o adversário, inimigo de Deus e consequentemente, nosso também, não aceita ver o crente trabalhando em prol do Reino sem tentar tirar-lhe o sossego, o ânimo e consequentemente o primeiro amor. Mas, ao Novo Convertido o Espírito Santo o capacita orientando-o: Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração.  Senti as vossas misérias, e lamentai, e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo, em tristeza.  Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará. Tiago 4:7-10.
 
Entre outros embaraços, o crente depara com as mais diferentes formas de heresias e todas as vezes que paramos para as responder, perdemos tempo. Responder a pessoas que já conhecem a Palavra, mas, que enveredaram-se pelos caminhos das heresias, é perder tempo.
 
Devemos pregar de todas as formas – aproveitando todos os meios que Deus põe à nossa disposição. Mas, parar para responder as heresias nestes últimos dias, é perda de tempo. Qualquer assunto que gera discussão deve ser evitado.
 
Falemos de Jesus e do Seu incomensurável amor. Somente o Espírito Santo que é capaz de convencer o homem dos seus caminhos tortuosos!

A IMPORTÂNCIA DO BATISMO E DA SANTA CEIA

Incentive os Novos Convertidos a se batizarem, seja em tanque batismal ou rio, seja em piscina ou mar. Ensinem-os que um dia todos nós descemos às águas enquanto a Igreja engrandecia ao nome do Senhor. Naquele dia, fomos integrados à comunhão da Igreja local, que benção!  Com o objetivo de desfrutarmos de tudo que o Senhor nos concedeu como membros do Corpo de Cristo. O termo batismo, segundo o evangelho que pregamos descreve diversos conceitos teológicos: Batismo em águas e com o Espírito Santo, batismo de arrependimento; batismo do Espírito; batismo no Espírito Santo. A figura do batismo em águas ilustra a nossa plena identificação com Cristo. Somente aquele que experimentou a regeneração efetuada pelo Espírito Santo provou o que o símbolo representa - a plena identificação do crente com a morte, sepultamento e ressurreição de Cristo. O batismo não salva o crente, no entanto, todos os que crêem em Jesus para sua salvação pessoal, desejam descer às águas batismais em cumprimento ao mandato de Cristo Jesus.  O batismo no Espírito Santo é uma iniciativa divina. Jesus é quem decide a hora e o lugar para o crente ser batizado no Espírito Santo. Entretanto, o batismo em águas é uma decisão pessoal do cristão. Somente o crente, ele ou ela, é que decide quando batizar-se. Alguns crentes ainda não foram batizados, muito embora estejam a tanto tempo na igreja. O que falta? Certeza de que é um salvo ou salva em Cristo? Medo de comprometer-se com a doutrina da igreja? Ainda não nasceram de novo? Não sabemos ao certo. Mas todo crente verdadeiramente convicto de todas as promessas de Deus para a sua vida, se ainda não foi batizado, aguarda com expectativa o momento para testemunhar publicamente de sua fé em Cristo.
 

O SIGNIFICADO DO BATISMO

1. É um símbolo. O batismo é um símbolo da nossa identificação com a morte, sepultamento e ressurreição de Jesus (Rm 6:3-4). Assim como Jesus morreu, também morremos para o mundo (Gl 2:20; Cl 3:3) e somos ‘sepultados’ pelo batismo, para que, juntamente com Ele, venhamos a ressuscitar em ‘novidade de vida’ (Rm 6:5; Cl 2:12).

2. É uma confissão. O batismo é também um ato de confissão da nossa fé em Jesus, pois, por intermédio desta, morremos para o mundo, a fim de pertencermos a Jesus (Gl 3:27; 1 Pe 3:18). O batismo se torna para o crente um verdadeiro limite entre o Reino de Deus e o mundo, como o mar Vermelho foi o limite entre a terra da escravidão (o Egito) e o caminho para a nova vida (Canaã - 1 Co 10:2).

3. É uma ordem. Jesus ordenou, e queremos obedecê-lO. Jesus é o nosso exemplo em tudo (1 Pe 2:21; Jo 13:15), e Ele foi batizado para cumprir toda a justiça de Deus (Mt 3:21). Assim, também queremos seguir as suas pisadas (1 Pe 3:21; Sl 85:13).

4. É uma bênção. É um ato em que Jesus opera na vida daquele que se submete a Ele, abençoando-o e confirmando a sua fé na Palavra. Não é, como alguns afirmam, um ato mágico que, apenas pela ministração, traz efeitos para a vida espiritual. A salvação é um dom de Deus (Rm 6:23). Porém, Deus proporciona, mediante o batismo, ricas bênçãos que aperfeiçoam a salvação recebida”.  (BERGSTÉN. E. Teologia sistemática. 4.ed., RJ: CPAD, 2005, p.244-5.) - www.estudantesdabiblia.com.br.
CONCLUSÃO

Não fale sobre política, religião, esporte, negócios, da vida dos outros, da tua própria vida, de emprego, de bens materiais! Fale somente de Jesus! A tempo e fora dele também. Convergem o assunto sempre sobre o Reino de Deus - concentrem-o únicamente sobre Jesus. Tome o Nome de Jesus como o tema central de todos os assuntos. Lições Bíblicas CPAD - 21 de Janeiro de 2007. - A Igreja e a sua missão - Pr. Elienai Cabral.
 
__________


Jorge Albertacci
Atualmente Pastor Emérito da Catedral das 
Assembleias de Deus do Retiro
Presidida desde de 2008 pelo Pastor Pedro Gonçalves da Luz
Rua Engº Joaquim Cardozo, 448 - Retiro - 27281-360  
Volta Redonda - Rio de Janeiro
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal