O Batismo no Espírito Santo - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Batismo no Espírito Santo

Esboços
Joel 2:28-32 - Atos 2:1-4, 14-21, 37-39

O Batismo no Espírito Santo, não é para salvação e nem algo para completá-la, mas, é uma promessa de Deus para os que em Cristo Jesus, pela graça, foram alcançados.

1. A diferença entre o ser cheio do Espírito Santo e o ser batizado no Espírito Santo
... estão explícitas nas exposições abaixo.

2. Os profetas no Velho Testamento já eram cheios do Espírito Santo, mas não alcançaram o batismo no Espírito Santo, essa promessa foi para àquela que já estava na presciência de Deus, desde antes da fundação do mundo, a Igreja.

3. O testemunho de João Batista: Mt 3:11 - Mc  1:8 -Lc  3:16 - Jo  1:33. Doutrinas antibíblicas adotadas por alguns seguimentos religiosos, afirmam que o termo batizará no Espírito Santo usado pelo precursor, João Batista, é algo que acontece quando o pecador aceita o Senhor Jesus; e que o termo batizará com fogo, refere-se a imputação da justiça de Deus ao pecador impenitente, nesse caso, afirmam ser o fogo do inferno. (sem respaldo algum na Palavra de Deus).

4. Estes sinais seguirão aos que crer: falarão novas línguas... Mc  16:17. Afirmam os que esposam doutrinas antibíblicas, que o falar novas línguas, quer dizer que após a conversão, o novo convertido não fala mais palavrões, xinga e outros, (até que há sentido, mas, não é o tudo).

5. Os discípulos já estavam limpos - Jo  15:3. Isto quer dizer que: Os discípulos já estavam limpos, já eram discípulos, já haviam se convertido, já estavam salvos, mas não estavam batizados no  Espírito Santo. Não havia se manifestado neles a evidência de falar em línguas. (Mas já estavam limpos, e cheios do Espírito Santo).

6. O Espírito Santo ainda não havia sido dado. Jo  7:37-39. (vide Bíblia). No ítem acima Jesus alude sobre o Espírito Santo. (sobre a promessa de Joel 2:28-36).

7. Se eu não for, o Consolador não virá. Jo 16:7-14. Fazia-se necessário que Jesus voltasse à direita de Deus, para que a promessa de Joel 2:28-36 se cumprisse. (facílimo de entender).

8. Eis que sobre vós envio a promessa, ficai pois em Jerusalém... Lc  24:49. Nesse caso o Senhor já havia morrido na cruz e até ressuscitado, estavam todos cheios do Espírito, já haviam se convertido e vivido literalmente com o Mestre por um período de aproximadamente três anos, mas ainda não estavam batizados com o Espírito Santo. (nem mesmo os apóstolos).

9. Após a ressurreição, Jesus assopra o Espírito Santo sobre eles. Jo  20:19-22. Jesus assoprou sobre eles que já estavam todos: Convertidos, limpos (Jo 15:3), salvos, batizados nas águas, por imersão. Más que ainda não estavam batizados com o Espírito Santo.

10. Após a ressurreição Jesus reitera a promessa e o médico amado, Lucas escreve: At  1:5. Agora o dia de Pentecostes estava se aproximando, dentro de poucos dias eles seriam, enfim, batizados no Espírito Santo.

11. O cumprimento da promessa: At  2:1-4.

12. O batismo na casa de Cornélio: At  10:42-48. O apóstolo Pedro estava exatamente onde não devia, na casa de um incircunciso, e fica entendido que a evidência do batismo no Espírito Santo é o falar em línguas.

13. O batismo em Éfeso: At  19:1-6. Já havia se passado vários anos, mesmo assim ainda havia crentes que nem sequer sabia de tal promessa. Nesse caso a evidência do batismo foi o falar em línguas.

14. As desordens encontradas por Paulo na Igreja de Corinto, as quais ele as combateu veementemente, em sua 1ª carta à aludida Igreja, nos capítulos 12, 13 e 14, jamais serão capaz de anular tão valiosa promessa de Deus. Sua repreensão à Igreja de Corinto, sempre foi com o intuito de pôr ordem na casa, nunca Paulo em suas palavras refutou uma doutrina Bíblica.

15. A promessa, diz respeito a vós, vossos filho e a todos... Atos 2:39. O apóstolo Pedro, usado por Deus, já rebatia aos que diriam que a promessa foi somente para os dias apostólicos. Ainda hoje há os que combatem contra a promessa de Joel 2:28-36, mas tem uma coisa: - a promessa é para todos.

16. Vale ressaltar, que a promessa foi e é, para todos que crê; e que a alma do crente tem sede do Espírito Santo de Deus e que essa sede; nada é capaz de sacia-la, somente uma visitação do Espírito Santo; e que alguns incautos, neófitos, estribados em raciocínios tradicionais, acabam se envolvendo com algo que tem um nome tão bonito, que é "Uma Nova Unção" mas que no fundo mesmo, são práticas abomináveis aos olhos do Senhor Jesus.

Por Pr. Jorge Albertacci - e-mail: pastorjorgealbertacci@yahoo.com.br
Pastor Jubilado da Assembleia de Deus em Volta Redonda - Rio de Janeiro
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal