Como Deus Prepara os Seus Obreiros Para o Ministério - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Como Deus Prepara os Seus Obreiros Para o Ministério

Teologia do Obreiro
____________

Como Deus Prepara os Seus Obreiros

Pastor Jorge Albertacci

Textos - Mt 25:14-30; 1Tm 3:1-13; Tt 1:5-16

INTRODUÇÃO

Deus não prepara Seus obreiros enclaustrados em um convento, distanciado do exercício ministerial, isolado do povo a ser evangelizado, bem como dos que já foram alcançados pela graça e se encontram inseridos no redil dos súditos do Seu Reino. Deus chama e prepara Seus obreiros quando estes se encontram na Igreja Local, no meio do rebanho, ajudando em tudo o seu pastor e sob os cuidados deste, servindo aos irmãos da comunidade, com amor, dedicação e compaixão, principalmente dos menos favorecidos na sociedade. 


DO PREPARO DO OBREIRO

Auxiliares de Trabalhos, Diáconos, Presbíteros, Missionários, Evangelistas, Pastores e Bispos, tanto homens quanto mulheres somente aprendem a exercer quaisquer atividades ministeriais na Igreja Local: evangelizando seus vizinhos bem como os vizinhos da Igreja, cuidando do asseio dos toalhetes, na limpeza dos móveis e utencílhos - interessado em ajudar na construção de congregação, nos reparos no prédio da Igreja - frequentando todos os trabalhos de oração - Escola Dominical - cultos públicos - Santa Ceia - contribuindo com os dízimos e ofertas alçadas - participando das comissões de visitas - enfim, ficando na cidade assim como ordenou o Senhor:  "E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder" - (Lucas 24:49).

A PRECIPTAÇÃO

É extremamente lamentável, mas, quantos missionários que saem para o campo como Aimaás (2Samuel 18:22-29), sem nenhuma prática na evangelização - sem saber quanto custa um rodo para limpar o banheiro da Igreja. De igual modo, quantos e quantas que são pastores sem nada entender de Aconselamento Pastoral, sem ter o apoio da sua própria família, sem ter o menor senso de misericórdia, durões, radicais - que só têm amor aos que se submetem aos seus caprichos. Quantos que são diáconos, presbíteros ou evangelistas, mas, que não têm resposabiliade com nada, nem mesmo com a sua boca ao falar - sempre se colocam como oposição à direção da Igreja. Obreiros que só veem o lado material da Igreja, como ente associativo - que estudam a Palavra, mas, somente para contender e nunca para aplicá-la como ela mesma determina. 

OS NEÓFITOS

Pessoas que ainda estavam adquirindo conhecimentos para serem membros da Igreja Local, mas, que saíram por aí, deram uma voltinha e voltaram pastores e por este cargo, em detrimento da Igreja, brigam para permanecer nele. A ordenação pastoral sempre foi para cobrir uma necessidade da Igreja,  para que o novo pastor exerça as atividades atinentes, como dirigir uma Igreja ou coadjuvar o pastor a apascentar o rebanho que é do Senhor. A ordenação de um obreiro a pastor não indica que o mesmo irá receber côngua da Igreja, mas, indica que ele vai trabalhar mais que antes no campo eclesiástico da Igreja.


1. MOISÉS PARA ENFRENTAR FARAÓ PARA LIBERTAR OS FILHOS DE ISRAEL DO EGITO

Ex 3:4-6 – E, vendo o SENHOR que se virava para lá a ver, bradou Deus a ele do meio da sarça e disse: Moisés! Moisés! E ele disse: Eis-me aqui. E disse: Não te chegues para cá; tira os teus sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa. Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus
 
Ex 3:10-12 – Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó, para que tires o meu povo, os filhos de Israel, do Egito. Então, Moisés disse a Deus: Quem sou eu, que vá a Faraó e tire do Egito os filhos de Israel? E Deus disse: Certamente eu serei contigo; e isto te será por sinal de que eu te enviei: quando houveres tirado este povo do Egito, servireis a Deus neste monte”

A CREDENCIAL DE MOISÉS
 
A principal credencial do obreiro do Senhor está na sua abnegação, sua humildade, interesse pela obra e na chamada do Senhor – a exemplo disto temos Jeremias em seu livro capítulo 1 versículo 6:   “Então, disse eu: Ah! Senhor JEOVÁ! Eis que não sei falar; porque sou uma criança”

DA APTIDÃO

Nem sempre uma aparente  predisposição, ou muito interesse evidencia aptidão para o ministério, exemplo:
 
Lc 9:57-58 - E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores. E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.
 
Jesus conheceu qual na verdade seria o seu interesse.

2. GIDEÃO DIANTE DO MIDIANITAS

Jz 6:14-16 – Então, o SENHOR olhou para ele e disse: Vai nesta tua força e livrarás a Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu? E ELE LHE DISSE: AI, SENHOR MEU, COM QUE LIVRAREI A ISRAEL? EIS QUE A MINHA FAMÍLIA É A MAIS POBRE EM MANASSÉS, E EU, O MENOR NA CASA DE MEU PAI. E o SENHOR lhe disse: Porquanto eu hei de ser contigo, tu ferirás os midianitas como se fossem um só homem”
 
Jz 7:16-17 – Então, repartiu os trezentos homens em três esquadrões; e deu-lhes a cada um nas suas mãos buzinas e cântaros vazios, com tochas neles acesas. E disse-lhes: Olhai para mim e fazei como eu fizer; e eis que, chegando eu ao extremo do arraial, será que, como eu fizer, assim fareis vós”

“E ele lhe disse: Ai, Senhor meu, com que livrarei a Israel? Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu, o menor na casa de meu pai”

Esta declaração de Gideão foi a que Deus precisava ouvir para credenciá-lo como um obreiro que daria conta do ministério que doravante lhe seria confiado. Deus não trata com exaltados, prepotentes, opressores, mas, com os humildes. Deus trata com àqueles que à primeira vista, já se apresenta inteiramente dependente Dele.

3. JOSUÉ SUCEDE MOISÉS EM SEU MINISTÉRIO

Js 1:1-3 – “E sucedeu, depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo: Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel. Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés”

Credenciais as mais autenticas foram as que não fataram para Josué suceder Moisés como líder de Israel. Sua qualificação para isto era a mais completa. Tanto que Deus para isto o escolheu (Nm 27:18-23).
 
Ele era uma das duas testemunhas oculares vivas das dez pragas, bem como da libertação do Egito – sua experiência foi adquirida no labor, visto ter sido ele o fiel companheiro e ajudante de Moisés por 40 anos. Além disto, dos 12 espias, somente ele e Calebe mostraram completa confiança de que Deus o Pai os acompanharia até a conquista da terra prometida. Enquanto Moisés estava à frente do povo, Josué não estava buscando formação acadêmica secular em lugar nenhum. Para que Deus preparasse Josué para suceder a Moisés, Ele o “prendeu” ao lado de Moisés o adestrando como os carreiros adestram um boi de carro, preso sob à canga (jugo) para aprender a fazer força junto quando necessário; dar passos iguais, puxar, segurar, parar e prosseguir. Sempre sob o comando do carreiro. Foi por este motivo que Jesus recomendou em Mateus 11:29:  “Tomai sobre vós o meu jugo (canga), e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para a vossa alma.”
 
Seu apoio a Moisés, sua dedicação por 40 anos o qualificou como o homem preparado em todos os aspectos para assumir o comando da nação. Que privilégio! Que reconhecimento da parte de Deus! Quantas credenciais legitimamente autenticadas! Não precisou de discursões e contendas. Josué não precisou brigar pelo posto, Deus preparou tudo. É assim que acontece nas Igreja nos dias atuais: sempre tem homens e mulheres ao lado do pastor, sem interesse, mas dedicado ao trabalho. Coesos, interessados somente no Reino e levar a obra adiante.
 
Há um ditado que diz que toda unanimidade é burra. Na vida secular até que pode ser, mas, em se tratando da obra de Deus a coisa é diferente. Jesus disse: onde estiver dois ou três reunidos em meu nome, aí eu estou no meio deles. É somente dar lugar a Jesus!
 
4. ELIAS É PREPARADO PARA LUTAR CONTRA ACABE, JEZABEL E OS PROFETAS DE BAAL

1Rs 17:2-6 – “Depois, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Vai-te daqui, e vira-te para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem. Foi, pois, e fez conforme a palavra do SENHOR, porque foi e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã, como também pão e carne à noite; e bebia do ribeiro. O RIBEIRO SECOU-SE”
 
1Rs 17:8-11; 12-16 – Então, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: Levanta-te, e vai a Sarepta, que é de Sidom, e habita ali; eis que eu ordenei ali a uma mulher viúva que te sustente. Então, ele se levantou e se foi a Sarepta; e, chegando à porta da cidade, eis que estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; e ele a chamou e lhe disse: Traze-me, peço-te, numa vasilha um pouco de água que beba. E, indo ela a buscá-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me, agora, também um bocado de pão na tua mão”
 
“Porém ela disse: Vive o SENHOR, teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, vês aqui, apanhei dois cavacos e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos e morramos”
 
“E Elias lhe disse: Não temas; vai e faze conforme a tua palavra; porém faze disso primeiro para mim um bolo pequeno e traze-mo para fora; depois, farás para ti e para teu filho. Porque assim diz o SENHOR, Deus de Israel: A farinha da panela não se acabará, e o azeite da botija não faltará, até ao dia em que o SENHOR dê chuva sobre a terra. E foi ela e fez conforme a palavra de Elias; e assim comeu ela, e ele, e a sua casa muitos dias. Da panela a farinha se não acabou, e da botija o azeite não faltou, conforme a palavra do SENHOR, que falara pelo ministério de Elias”

1Rs 17:23-24 – “E Elias tomou o menino, e o trouxe do quarto à casa, e o deu a sua mãe; e disse Elias: Vês aí, teu filho vive. Então, a mulher disse a Elias: Nisto conheço, agora, que tu és homem de Deus e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade”

“Depois, veio a ele a Palavra do Senhor, dizendo: vai-te daqui, e vira-te para o oriente, e esconde-te junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E há de ser que beberás do ribeiro; e eu tenho ordenado aos corvos que ali te sustentem. Foi, pois, e fez conforme a Palavra do Senhor, porque foi e habitou junto ao ribeiro de Querite, que está diante do Jordão. E os corvos lhe traziam pão e carne pela manhã, como também pão e carne à noite; e bebia do ribeiro”

O SUSTENTO E O PREPARO
 
Elias teve os urubus como garçons! Há momento em que o obreiro precisa se esconder – sumir – desaparecer, entrar em uma caverna, para um divã com Deus. Escondido ali, junto ao Ribeiro de Querite, Elias frequentava a mais renomada faculdade – nos recônditos, escondido com Deus – assim ele pode adquirir capacidade para vencer Acabe, Jezabel e seus profetas e ainda ressuscitar um menino.
 
A empreitada de Elias foi dura; sem Deus ele jamais conseguiria realizar alguma coisa. Acabe era rei, Jezabel sua esposa além de não ser israelita, era filha do rei de Sídon. Adorava o deus falso Baal, e conseguiu que Acabe e muitos outros israelitas também adorassem a Baal. Jezabel odiava o Deus Eterno, e matou muitos de Seus profetas. Outros tiveram de esconderem-se em cavernas, para não serem mortos. Quando ela pretendia algo, até mesmo matava para consegui-lo. Além do mais, Elias teria que enfrentar os profetas de Jezabel. Mas, com sua dedicação, através dele, Deus fez muitas coisas.

05. NEEMIAS PARA RECONSTRUIR JERUSALÉM

Ne 2:19-20 – “O que ouvindo Sambalate, o horonita, e Tobias, o servo amonita, e Gesém, o arábio, zombaram de nós, e desprezaram-nos, e disseram: Que é isso que fazeis? Quereis rebelar-vos contra o rei? Então, lhes respondi e disse: O Deus dos céus é o que nos fará prosperar; e nós, seus servos, nos levantaremos e edificaremos; mas vós não tendes parte, nem justiça, nem memória em Jerusalém”

As principais credencias de Neemias:

- Ele era sensível e tinha o coração na obra – Nee 1:4-5;
 
- Ele era persistente na oração – Nee 1:11;
 
- Ele era submisso e sabia como se dirigir às autoridades superiores – Nee 2:5-8;
 
- Ele não era precipitado. Primeiro uma avaliação para depois entrar em ação – Nee 2:11-15;

- Ele convocou seus companheiros – Nee 2:17;

- Ele sabia lidar com os adversários – Nee 2:20; 4:8-9;

- Ele reconhecia sua dependência a Deus – Nee 4:20;

- Ele conhecia de estratégias, bem como sabia trabalhar em equipe – Nee 4:19-22;

- Ele tinha consciência de que autoridade ministerial não se impõe, mas se adquire, mediante o aprendizado com o Espírito Santo de Deus – Nee 4:22-23;

- Ele não aceitava injustiça – Nee 5:1-9;

- Ele não dava ouvidos a falsos profetas;
 
- Ele não se acovardava e nem cometia loucuras (...) Nee 6:8-11;

- Ele era organizado, pois trazia tudo devidamente catalogado – Nee 7; 10; 11; 12;

- Ele não aceitava mistura entre o santo e o profano e nem abusos na Casa de Deus – Nee 13;

- Ele reconhecia que a primazia sobre todas as coisas era da Palavra de Deus – Nee 8:1-9;

- Ele fazia com que o povo reconhecesse a necessidade de arrependimento, quebrantamento e confissão a Deus – Nee 9:1-38.

06. DANIEL LEVADO AO CATIVEIRO NÃO ACEITOU CONTAMINAR

- Dn 1:3-4 “E disse o rei a Aspenaz, chefe dos seus eunucos, que trouxesse alguns dos filhos de Israel, e da linhagem real, e dos nobres, jovens em quem não houvesse defeito algum, formosos de aparência, e instruídos em toda a sabedoria, e sábios em ciência, e entendidos no conhecimento, e que tivessem habilidade para viver no palácio do rei, a fim de que fossem ensinados nas letras e na língua dos caldeus”

O rei incrédulo mostrou-se muito exigente quanto a escolha dos jovens, pois ele pretendia educá-los segundo os modos palacianos. Todavia, Daniel assentou-se em seu coração a autodeterminação de não se contaminar com os manjares do rei, bem como, com nenhum dos seus costumes. E com isto venceu todos os obstáculos, assim como seus companheiros; chegando a ser reconhecido como o homem no qual havia um espírito excelente, e segundo Belsazar, nele havia o espírito dos deuses, neste caso, com relevo o Deus Único e Eterno que refletiva pelo testemunho de Daniel.
 
DANIEL  UM JOVEM PREPARADO
 
1 - Em 696-642 a.C.  - Manasses rei de Judá provocou a ira de Deus, com pecados e idolatria (2Cr 31:1-11; 2 Rs 24:3-4).
 
 – Posteriormente, em 606 a.C. o rei era Jeoiaquim – Nenhum conserto havia sido feito com Deus. E ainda mais: que Jeoiaquim por sua vez também agiu mal (2Rs 23:36-37) – neste ponto, ele deu prosseguimento ao reinado do seu antecessor.
 
CONSEQUENTEMENTE

A reação de Deus   (2Rs 24:2-3) - E Deus enviou contra o rei as tropas dos caldeus, e as tropas dos siros, e as tropas dos moabitas, e as tropas dos filhos de Amom; e as enviou contra Judá, para o destruir, conforme a Palavra que o SENHOR falara pelo ministério de seus servos, os profetas.
 
E, na verdade, por permissão do SENHOR, assim sucedeu a Judá, que o tirou de diante da Sua face, por causa dos pecados do rei, conforme tudo quanto fizera.
a) –  As consequências (2Rs 24:13-14);
b) –  Entre eles estava a nata da geração, Daniel e seus companheiros (Dn 1:6-7);
c) –  O cativeiro seria e foi de 70 anos;
d) –  O pedido do rei (Dn 1:3-4).
 
AS EXIGÊNCIAS DE UM REI PAGÃO 

a)  - Qualidades Físicas = Sem algum defeito;
b)  - Qualidades intelectuais = Doutor em ciências;
c)  - Qualidades Morais = Competência para assistirem no Palácio Real.
 
O PEDIDO DE DANIEL 

a)  - O pedido de Daniel (Dn 1:8);
b)  - O indeferimento do rei (Dn 1:10);
c)  - Educadamente, a insistência de Daniel (Dn 1:12);
d)  - O deferimento do pedido e o resultado (Dn 1:14-16);
e) - A Bênção de Deus sobre um jovem que não se misturou com os manjares mundanos (Dn 1:17).

Daniel foi um missionário enviado por Deus à Babilônia, e com efeito, seus companheiros também fizeram a diferença naquela terra pagã. É assim que Deus faz com os jovens quando estes não aceitam se contaminar com o mundo.
 
07. JEREMIAS O PROFETA DO CATIVEIRO BABILÔNICO

Jr 1:6-7 - Então, disse eu: Ah! Senhor JEOVÁ! Eis que não sei falar; porque sou uma criança. Mas o SENHOR me disse: Não digas: Eu sou uma criança; porque, aonde quer que eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás.
 
Jeremias teve seu ministério profético voltado para o reino do sul, Judá, durante os últimos quarenta anos de sua história (626-586 a.C.) ele foi com efeito, ser testemunha das invasões babilônicas de Judá, que resultariam na destruição de Jerusalém e do templo. O ministério para o qual Jeremias foi chamado propunha a que ele profetizasse à nação durante os últimos anos de seu declínio e queda.
 
Jeremias filho de sacerdote, nasceu e cresceu na aldeia sacerdotal de Ananote (mais de 6 Km ao nordeste de Jerusalém) durante o reinado do ímpio rei Manassés, Jeremias começou seu ministério profético durante o décimo terceiro reinado do bom Rei Josias, e apoiou seu movimento de reforma. Não demorou para perceber, no entanto, que as mudanças não estavam resultando numa verdadeira transformação de sentimentos do povo, Jeremias advertiu que, a não ser que houvesse verdadeiro arrependimento em escala nacional, a condenação e a destruição viriam de repente. Jeremias foi a voz de Deus para Judá durante os 70 anos de cativeiro em Babilônia.
 
08. JOÃO BATISTA O PRECURSOR DE JESUS

Mt 3 – Alimentação: gafanhoto, mel silvestre – Vestimenta: pele de cordeiro e cinco de couro – Ministério: austero, incisivo, corajoso, cumpridor do seu ministério com excelência, intransigente com o que contrariava seus princípios, teve cabeça em um prato, mas, não cedeu ao diabo. Ele foi o precursor do Messias que viria, enquanto que nós, a Igreja, somos do Cristo que virá.

09. OS DISCÍPULOS

Lucas 10:3 - Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos. A eficiência do ministério dos discípulos está explicada em Atos capítulos 1 até o 8. Tendo ênfase destacada em Atos 2:37-47.

10. DAVI É UNGIDO REI

Em poucas palavras se resume o ministério deste denodado homem de Deus:

Salmos 27:4 – Uma coisa pedi ao SENHOR e a buscarei: que possa morar na Casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do SENHOR e aprender no seu templo”

Salmo 51:9-13 – “Esconde a tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário. Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão”

Salmos 55:6 - “Pelo que disse: Ah! Quem me dera asas como de pomba! Voaria e estaria em descanso”

1Sm 16:1 - Então, disse o SENHOR a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche o teu vaso de azeite e vem; enviar-te-ei a Jessé, o belemita; porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei”

1 – Porém disse Samuel: Como irei eu? Pois, ouvindo-o Saul, me matará. Então, disse o SENHOR: Toma uma bezerra das vacas em tuas mãos e dize: Vim para sacrificar ao SENHOR”

2 – “ E convidarás Jessé ao sacrifício; e eu te farei saber o que hás de fazer, e ungir-me-ás a quem eu te disser”

3 – Fez, pois, Samuel o que dissera o SENHOR e veio a Belém. Então, os anciãos da cidade saíram ao encontro, tremendo, e disseram: De paz é a tua vinda?

4 – E disse ele: É de paz; vim sacrificar ao SENHOR. Santificai-vos e vinde comigo ao sacrifício. E santificou ele a Jessé e os seus filhos e os convidou ao sacrifício

5 – “ E sucedeu que, entrando eles, viu a Eliabe e disse: Certamente, está perante o SENHOR o seu ungido”

6 – Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a altura da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração”

7 – Então, chamou Jessé a Abinadabe e o fez passar diante de Samuel, o qual disse: Nem a este tem escolhido o SENHOR”

8 – Então, Jessé fez passar a Samá, porém disse: Tampouco a este tem escolhido o SENHOR”

9 – Assim, fez passar Jessé os seus sete filhos diante de Samuel; porém Samuel disse a Jessé: O SENHOR não tem escolhido estes”

10 –  Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os jovens? E disse: Ainda falta o menor, e eis que apascenta as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Envia e manda-o chamar, porquanto não nos assentaremos em roda da mesa até que ele venha aqui”

11 – “Então, mandou em busca dele e o trouxe (e era ruivo, e formoso de semblante, e de boa presença). E disse o SENHOR: Levanta-te e unge-o, porque este mesmo é”

12 – Então, Samuel tomou o vaso do azeite e ungiu-o no meio dos seus irmãos; e, desde aquele dia em diante, o Espírito do SENHOR se apoderou de Davi. Então, Samuel se levantou e se tornou a Ramá”

É DEVER DO OBREIRO EVITAR O ESCÂNDALO

Colossenses 4:5 Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo”

1 Ts 4:12 Para que andeis honestamente para com os que estão de fora e não necessiteis de coisa alguma”

1 Timóteo 3:7 Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo”
 
Nos dias atuais, o que mais atrapalha a pregação do evangelho tem sido o escândalo, que parece estar intrinsecamente ligado à vida de muito que se dizem pregadores.

SEGUIR APÓS JESUS

Marcos 1:17 E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens”

Marcos 8:34 - E, chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me”

Lucas 14:26 Se alguém vier a mim e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo”

Lucas 14:27 – E qualquer que não levar a sua cruz e não vier após mim não pode ser meu discípulo

Lucas 14:33 Assim, pois, qualquer de vós que não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo”

SERVIR COM ABNEGAÇÃO

Lucas 9:58 E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”

2 Timóteo 4:5 Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério”

João 16:33 – Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo”

 SER PERSISTENTE

Lucas 9:62 E Jesus lhe disse: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus”
 
Hebreus 10:25  - Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; antes, admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele Dia”

PRIMAR PARA SER HONRADO

Efésios  4:11 - E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores.

1 Timóteo 5:17 - Os presbíteros que governam bem sejam estimados por dignos de duplicada honra, principalmente os que trabalham na palavra e na doutrina.

Hebreus 13:7 - Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver.

Hebreus 13:17 - Obedecei a vossos pastores e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossa alma, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil.

SER MANSO

Mateus 5:41 - E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas.

Lucas 6:29 - Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses.

1 Coríntios 10:32 - Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus.

2 Coríntios 6:3 - Não dando nós escândalo em coisa alguma, para que o nosso ministério não seja censurado.
 
Filipenses 1:10 Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros e sem escândalo algum até ao Dia de Cristo.

Marcos 9:42 E  qualquer que escandalizar um destes pequeninos que creem em mim, melhor lhe fora que lhe pusessem ao pescoço uma grande pedra de moinho e que fosse lançado no mar”
 
CONCLUSÃO

Deus prepara Seus obreiros, tirando-os do meio do rebanho. Quando este conhece ovelha por ovelha e qual o estado e a necessidade de cada uma delas, conhece a vulnerabilidade particular - seus modos, afinal, o obreiro deve conhecer o estado de cada ovelha do rebanho.

IMPORTANTE: Quando Deus prepara, Ele capacita - quando Deus prepara, Ele provê todos os recursos necessários para a sobrevivência do obreiro, bem como de todos os seus familiares.

Quando Deus o separa e ele não corresponde às atividades com o desvelo que merece, Ele mesmo, Deus, pode inserí-lo no rol dos qualificados em João 6:70-71.
____________

Pastor Jorge Albertacci
 
Jubilado da Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda - Rio de Janeiro 

 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal