A Igreja que Espera - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Escatologia Bíblica
A IGREJA QUE ESPERA
 
Romanos 8:18
 
"Porque para mim tenho por certo, que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada".

1Tessalonisences  5:23

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo” 
  
A volta de Jesus Cristo é o evento a que o Novo Testamento se refere com muita frequência e ênfase. Além de várias passagens separadas, encontramos nos evangelhos sinópticos capítulos que registram o chamado discurso profético de Jesus. Com relação à volta de Jesus, só há dois tipos de crentes: os que serão arrebatados e os que ficarão.
 
Estas mensagens abordam os acontecimentos dos últimos tempos, bem como a vinda do Filho do Homem. A primeira carta de São Paulo aos Tessalonicenses dá ênfase ao assunto. Da mesma maneira, a Segunda Carta de São Pedro. E quanto ao Apocalipse, qualquer que seja o estudante, não se pode fugir à evidência de que os assuntos escatológicos acham-se ali presentes.
 
A Igreja de Cristo aguarda, espera com ansiedade a sua volta. Enquanto ela aqui está, ela serve, adora, educa e ministra. Mas quando chegarem os tempos das bodas do Cordeiro, a Igreja exultará e se regozijará grandemente.
 
Acontecerá a glorificação dos filhos de Deus a entrada numa fase mais sublime da vida eterna, o estabelecimento pleno do Reino eterno de Jesus Cristo. A volta do Senhor é a grande esperança da Igreja que espera.
 
Os sofrimentos neste mundo não são para ser comparados com a vida que teremos ali com Jesus. Jesus disse: Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. João 16:33.
 
A Igreja que espera nunca entra pelas portas largas que este mundo oferece, mas pela porta estreita. A Igreja que espera sabe que seu Senhor nunca procurou atalhos, mas esteve no Getsêmani e fez uma parada no Calvário e que apesar de uma ajuda involuntária, Ele mesmo carregou a Sua cruz.
 
A Igreja que espera tem conhecimento da resposta do Senhor para aquele escriba do versículo 20 do capítulo 8 de São Mateus: O escriba disse: Mestre aonde quer que fores, eu te seguirei. E disse lhe Jesus: as raposas tem covis e as aves do céu ninho, mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.
 
Há muitos que querem seguir o Mestre pensando somente em vida fácil, muita saúde, muito dinheiro, andar para onde quiser da maneira que quiser. O evangelho que é a base da Igreja que espera é o evangelho da renúncia, da abnegação, dos que lutam, sofrem, mas não arredam o pé, quanto mais sofrem mais perto de Deus se achegam.
 
A maior bênção de Deus que já veio a este mundo foi manifestada através do sofrimento da crucificação de Jesus. A Igreja que espera aprende lições maravilhosas, positivas e não negativas nos momentos de sofrimento.
 
A palavra crise, para a Igreja que espera tem uma relação com crescimento e com amadurecimento, porque aqueles que sabem passar por ela, certamente terão seu caráter melhorado.
 
Lembremos do exemplo de Daniel e seus três amigos – Sadraque – Mesaque e Abdnego. Foram grandemente provados, passando por uma crise profunda, mas Deus os livrou. É interessante notar que Deus não os livrou “DAS” provações, mas os livrou em meio a elas.
 
A fornalha de Nabucodonozor não foi destruída nem o fogo apagado, mas o livramento se deu dentro dela e com o fogo intensamente aquecido, foi lá dentro da fornalha que Deus livrou os seus servos. Então, o rei Nabucodonosor se espantou e se levantou depressa; falou e disse aos seus capitães: Não lançamos nós três homens atados dentro do fogo? Responderam e disseram ao rei: É verdade, ó rei. Respondeu e disse: Eu, porém, vejo quatro homens soltos, que andam passeando dentro do fogo, e nada há de lesão neles; e o aspecto do quarto é semelhante ao filho dos deuses". Daniel 3:24:25.
 
Da mesma forma, a cova dos leões não foi entupida, nem os leões foram mortos, mas Deus livrou Daniel lá dentro da cova e junto aos leões. Ele não tirou Daniel da cova, mas o livrou dentro da cova.
 
Daniel precisava saber que os leões do sistema mundial idólatra e incrédulo não come carne de crente. Desta passagem tiramos uma lição clara: A Igreja que espera sabe, que este mundo não é muito diferente da cova dos leões e não é muito diferente também da fornalha de Nabucodonozor.
 
Mas a Igreja que espera, aguarda a bem aventurada esperança com paciência. Com a certeza de que na grande tribulação, ela não estará mais aqui. Você meu amigo, que talvez anda tão preocupado com muitas coisas. Mas nunca se preocupou com a volta de Jesus. As vezes você até procura as Igrejas, mas nunca se interessa pela conversão, pela renúncia, pela submissão sem reserva ao Filho de Deus, Jesus.
 
Talvez que até tenha muito conhecimento sobre Deus, mas não prima por o conhece-lo, você precisa fazer parte da Igreja que espera. A Igreja que espera, não é um seguimento comum da sociedade, não é um mero partido político, mas a Igreja que espera é um organismo vivo, que já vive com Deus e para Deus aqui na terra. E um dia estará com Ele para sempre, isenta de todos os males. Esta é a Vitória da Igreja que espera.


Você crê na vinda iminente de Jesus? Então, você está entre os que o espera. Infelizmente, muitos crentes já não creem mais na segunda vinda de Jesus. Porém, a certeza da vinda de Cristo é a nossa real esperança. Ele virá e nos levará para o céu. Você almeja o céu? Definitivamente, este mundo tenebroso não é para nós. No céu não haverá mais dor, perda, sofrimento, morte, etc. As intempéries da vida vão ficar para trás.


É importante ressaltar, que em vigilância,  temos de esperar o Salvador em santidade. Enquanto ainda estivermos neste mundo temos de ter uma vida irrepreensível, corpo, alma e espírito. Também não podemos deixar de produzir frutos, trabalhando na seara do Mestre. Ainda temos muito trabalho a fazer. Existem muitos povos, tribos e nações que não conhecem nada ou quase nada a respeito da Palavra de Deus. Como estes ouvirão e poderão aguardar a vinda de Jesus com alegria se não há quem pregue? A salvação desse povo depende tão somente de nós, você e eu.
 
 
Esperando por Jesus,
 
Pr. Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro
Volta Redonda - RJ.
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal