Sensibilidade ao Espírito Santo - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Sensibilidade ao Espírito Santo

Esboços
_________


DEVEMOS SER SENSÍVEIS À VOZ DO ESPÍRITO DE DEUS

ESBOÇO

Gênesis 6:3a Salmos 95:7-9 - Hebreus 3:15


“Então, disse o SENHOR: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem.  Porque ele é o nosso Deus, e nós, povo do seu pasto e ovelhas da sua mão. Se hoje ouvirdes a sua voz, não endureçais o coração, como em Meribá e como no dia da tentação no deserto, quando vossos pais me tentaram; provaram-me e viram a minha obra.  Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração, como na provocação.

INTRODUÇÃO

Atender a voz do Espírito de Deus é estar isento de ser submerso sob as águas do pecado.  "E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o Dia da redenção." (Efésios 4:30).  O Espírito Santo, que vive dentro de nós, é a garantia de que pertencemos a Deus. Para mais informaçoes recorramos ao capítulo 1:13-14 da mesma Missiva: - O Espírito Santo é a garantia divina de que pertencemos a Deus e de que Ele cumprirá o que prometeu. O Espírito Santo é como um pagamento inicial, um depósito ou penhor, uma assinatura que valida um contrato. Sua presença em nós demonstra a veracidade de nossa fé. Prova que somos filhos de Deus e nos garante a vida eterna. Seu poder opera em nós para nos transformar e o que estamos experimentando agora é apenas uma amostra da mudança total que experimentaremos na eternidade. (Notas da Bíblia Aplicação Pessoal - CPAD). Aquilo que está selado não pode se violado. Se está selado é para manter intacta a marca de alguém. O selo autentica a veracidade da orígem e do fim para o qual o objeto selado está destinado. Sob o selo está a verdade, sob o selo, está a protenção. Se nós fomos selados pelo Santo Espírito do Senhor, logo, somos dele. Como propriedade sua, ele tem ciúmes de nós:  "Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes?" (Tiago 4:5). Ele intercede por nós:  "E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis." (Romanos 8:26).

O ESPÍRITO DE DEUS É A RAZÃO DE SE TER VIDA

“O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida” - Jó 33:4.

Do lado material, em um corpo sem espírito com certeza não há vida nele e do lado espiritual não é diferente, sem a presença do Espírito de Deus em nossas vidas estamos mortos.

O HOMEM SEM O ESPÍRITO DE DEUS DEIXA DE SER PROPRIEDADE SUA

Romanos 8:9

Se é que o Espírito de Deus habita em vós. Com um exame introspectivo podemos saber se temos ou não o Espírito de Deus.

EM TUDO NA VIDA HÁ SEMPRE UM GUIA

“Porque, com alegria, saireis e, em paz, sereis guiados; os montes e os outeiros exclamarão de prazer perante a vossa face, e todas as árvores do campo baterão palmas” - Isaías 55:12.

Um guia para induzir a pessoa à senda do crime, um guia para encaminhar a pessoa à Igreja, um guia para ensiná-la a Palavra de Deus. Até os animais, principalmente os equídeos de carga seguem a um guia com um cincerro a tilintar. Assim o homem, quando guiado pelo Espírito Santo, entende todas as coisas de Deus:
 
“Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir” - (João 16:13).
 
"Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus” - Romanos 8:14.

“Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei” - Gálatas 5:18.

SE HOJE OUVIRDES

“Porque ele é o nosso Deus, e nós, povo do seu pasto e ovelhas da sua mão. Se hoje ouvirdes a sua voz” - Salmo 95:7.

"Determina, outra vez, um certo dia. Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração” - Hebreus 4:7.

O PERIGO DA BLASFÊMIA

“Qualquer, porém, que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca obterá perdão, mas será réu do eterno juízo” - Marcos 3:29.

UM APELO DE UM HOMEM SENSÍVEL AO ESPÍRITO DE DEUS

“Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo” - Salmo 51:11.  Davi com sua experiência de vida e experiência com Deus, estava convicto de que, sem a presença do Espírito de Deus ele seria presa fácil do pecado e da condenação e até mesmo morto espiritualmente.

COMO RECEBER O ESPÍRITO SANTO
 
 “Pois, se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?”  – Lucas 11:13.

É somente pedir, pedir e esperar com paciência e não sair da presença de Deus, como os discípulos ficaram em Jerusalém em atenção à ordem de Jesus:

“E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder” Lucas 24:49.
 
CONSAGRAÇÃO, ORAÇÃO E COMUNHÃO
 
Com a presença do Espírito Santo de Deus em nossas vidas podemos ter, receber e/ou ser:
 
Seremos batizados no Espírito Santo:
 
“E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; não sou digno de levar as suas sandálias; ele vos batizará com o Espírito Santo e com fogo” - (Mateus 3:11). 
 
“Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias” - (Atos 1:5).
 
“Então, lhes impuseram as mãos, e receberam o Espírito Santo” – (Atos 8:17).
 
E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios” – (Atos 10:45).
 
“Respondeu, então, Pedro: Pode alguém, porventura, recusar a água, para que não sejam batizados estes que também receberam, como nós, o Espírito Santo?” - (Atos 10:47).
 
“E lembrei-me do dito do Senhor, quando disse: João certamente batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo” – (Atos 11:16).
 
“Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo” (Atos 19:2).
 
“E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas e profetizavam” -  (Atos 19:6).
 
Teremos memória boa referente as coisas de Deus:
 
“Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito” -  (João 14:26).
 
Seremos bons evangelistas e bons missionários:
 
“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra” – (Atos 1:8).
 
Receberemos dons:
 
“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” – (Atos 2:38).
 
“Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência;  e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;  e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas” - (1Coríntios 12:8-10).
 
Seremos ajudados nas horas de apertos:
 
“Porque na mesma hora vos ensinará o Espírito Santo o que vos convenha falar” – (Lucas 12:12).
 
“Cheguemos, pois, com confiança ao trono da graça, para que possamos alcançar misericórdia e achar graça, a fim de sermos ajudados em tempo oportuno” (Hb 4:16).
 
Teremos paz:
 
“E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia à fé” – (Atos 6:7).
 
“A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galileia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número” – (Atos 9:31).
 
Aprendemos a orar:
 
“E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” - (Rm 8:26).
 
“Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo,  conservai a vós mesmos na caridade de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna” - (Judas 20-21).
 
Somos guiados:
 
“Guiar-me-ás com o teu conselho e, depois, me receberás em glória” - (Salmo 73:24).
 
“Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir - (João 16:13).
 
Temos revelação da parte de Deus:
 
“Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.  Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus.  Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus” – (1Co 2:11-12).
 
Tornarmo-nos filhos:
 
“Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.  Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.  O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” – (Romanos 8:14).
 
Somos selados:
 
“Em quem também vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa; o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória” -  (Efésios 1:13-14).
 
Seremos ressuscitados:
 
“E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita”
– (Romanos 8:11).
 
Somos criaturas do Espírito do Senhor:
 
“O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo-Poderoso me deu vida” (Jó 33:4).
 
Temos o Fruto de Espírito:
 
“Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito” (Efésios 5:22-25).
 
Não morderemos nossos irmãos:
 
“Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros” - (Gálatas 5:15,26).
 
“Nisto, porém, que vou dizer-vos, não vos louvo, porquanto vos ajuntais, não para melhor, senão para pior.  Porque, antes de tudo, ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio” -  (1Coríntios 11:17-18).
 
Não sofreremos com falta d’água:
 
“Porque derramarei água sobre o sedento e rios, sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade e a minha bênção, sobre os teus descendentes” – (Is 44:3).
 
“Até que se derrame sobre nós o Espírito lá do alto; então, o deserto se tornará em campo fértil, e o campo fértil será reputado por um bosque.  E o juízo habitará no deserto, e a justiça morará no campo fértil.  E o efeito da justiça será paz, e a operação da justiça, repouso e segurança, para sempre.  E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso,  ainda que caia saraiva, e caia o bosque, e a cidade seja inteiramente abatida.  Bem-aventurados vós, que semeais sobre todas as águas e que dais liberdade ao pé do boi e do jumento” – (Isías 32:15-20).
 
Seremos bons obreiros:
 
“E, servindo eles ao Senhor e jejuando, disse o Espírito Santo: Apartai-me a Barnabé e a Saulo para a obra a que os tenho chamado.  Então, jejuando, e orando, e pondo sobre eles as mãos, os despediram. E assim estes, enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre” – (Atos 13: 2-4).
 
“Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete varões de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio. Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra” – Atos 6:3-4.
 
Aprendemos que não podemos ofender o Espírito Santo de Deus:
 
Isaías 63:10; Atos 7:27-60; Marcos 3:22; Mateus 12:24; Efésios 4:30-31; Tiago 4-5; Hebreus 3:7-8; Jó 33:14-22; Provérbios 1:23-33; 1Samuel 4:17-22; 15; 16:13-14; Juízes 16:7, 20.
 
CONCLUSÃO

Ressalto entretanto que, a princípio, o Espírito Santo não nos abandona quando falhamos. Ele não nos rejeita quando pecamos. Ele não foge de nós quando desobedecemos a Deus. Todos nós somos vulneráveis a pecar em todos momentos das nossas vidas – pecamos por atos que praticamos – podemos pecar por palavras que pronunciamos – às vezes pecamos até mesmo por pensamentos que involuntariamente vêm às nossas mentes. O Espírito Santo é quem nos acorda, quem nos toca, nos alerta - daí, a necessidade de estarmos sempre sensíveis a Ele. O perigo está na falta de sensibilidade. O Espírito Santo do Senhor somente deixa de tratar com o crente quando este o abandona. Tornando-se contumaz, irreverente e sem  temor a Deus. Quando o indivíduo não aceita mais conselho e de forma peremptória prefere viver murmurando, escarnecendo das coisas de Deus. Ou seja, o Espírito Santo não rejeita ninguém, o crente é que pode o rejeitar. E com o livre arbítrio, o homem é quem escolhe o que melhor lhe convier.

_________


Pr. Jorge Albertacci
Assembleia de Deus em Volta Redonda
Rua Engenheiro Joaquim Cardozo, nº 448 – Retiro – CEP  27281-360
Volta Redonda - RJ
 
 
 
 
 
 



 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal