O preço da nossa redenção - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O preço da nossa redenção

Artigos
______________

1Coríntios 6:20

"A Bíblia diz: Porque fostes comprados por bom preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” 


De todas as tribos da terra foram compradas pessoas com o valor do sangue de Cristo. João disse em sua primeira carta 2:2, e Ele é a propiciação pelos nossos pecados e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo.  Nossa redenção foi anunciada com base no amor de Deus. Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna - João 3:16. Deus sempre trabalhou para livrar o homem do inferno, mas o homem prima por marchar a passo largo para a perdição eterna, sempre gostou de ser escravo do pecado da miséria e consequentemente da morte eterna.

Vivemos em uma época muito avançada em termos de comunicação. A imprensa falada, televisiva e escrita caminha a passos de gigante em seu progresso. O mundo gasta grandes fortunas diariamente para nos oferecer informações precisas via satélite, microondas, telex, Internet e muitos outros modernos meios. Repórteres vasculham o planeta em busca de furos de reportagem. Mas, jamais uma notícia será mais importante do que esta dada pelo próprio Deus em Gêneses 3:15, onde diz que a semente da mulher, Jesus, esmagaria a cabeça da serpente que é o diabo. Depois vem o cumprimento, quando da Cruz Jesus exclama: está consumado, 
João 19:30.  
Com estas palavras Jesus estava dizendo: está consumado o esmagamento da cabeça do diabo, está consumada a redenção do meu povo, está consumada a vitória da Igreja, está aberto o caminho para o Céu, estão quebradas todas as maldições do meu povo, maldições hereditárias ou de qualquer ordem foram todas quebradas. Eu Jesus as esbagacei aqui na cruz.

Há muitas pessoas e até mesmo as que dizem já terem aceitado o Senhor Jesus como salvador da sua alma, que ainda andam procurando quem lhe quebre as maldições hereditárias que veio do seu pai incrédulo, da sua mãe incrédula, dos seus avós e bisavós que eram incrédulos, há até os que confessam carregarem ainda as maldições do macumbeiro, quanta ignorância!

Jesus efetuou na cruz a quebra de todas as maldições, a não ser que a pessoa diz haver aceitado o Senhor Jesus como salvador, mas que na realidade não aceitou nada. Tem nome de crente, mas cara de incrédulo, é membro de alguma Igreja, mas com o comportamento de incrédulo. São daqueles que em uma brites policial, a polícia só vai saber que ele é crente depois que ver seus documentos. Depois de vasculharem suas vidas, porque tem, cara, tipo, vestimenta, trejeitos, comportamento e todas as características de mundano, de incrédulo. Estes sim, estes carregam ainda consigo as maldições hereditárias e as deles próprio. Aceitaram ao Senhor, mas com reserva de domínio, são libertos, mas para continuarem pecando, querem ter mais saúde, para atolarem mais na lama do pecado.

Mas aqueles que tiveram suas vestiduras lavadas no sangue do Cordeiro, aqueles que disseram Senhor Jesus hoje eu te aceito, estou deixando de lado o mundo com suas concupiscências. Eu quero a partir de agora ter minha vida pautada pela Tua Santa Palavra. Quero passar o meu tempo nos átrios do Senhor, quero estar diante do altar do Senhor. Estes tiveram sim, suas maldições quebradas, porque Jesus fez-se maldito por nós. Ele levou sobre Si as nossas misérias. Está escrito: Assim que se alguém está em Cristo nova criatura é, as coisas velhas já passaram e eis que tudo se fez novo – 2Co 5:17.
 
Está escrito também que agora nem uma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, porque não andam segundo a carne, mas segundo o espírito - Rm 12:1.

Diante do exposto, com certeza se você aceitou o Senhor Jesus sem reservas, e fugiu da mentira, fugiu da idolatria, fugiu da aparência do mal, fugiu da promiscuidade, fugiu do vício, você está liberto, você conheceu a verdade e a verdade te libertou – Jo 8:32.  Não existe na história outro acontecimento tão rico de significação como o da cruz do Calvário, da obra que ali foi realizada por Cristo, nem mesmo a obra da criação descrita no livro do Gênesis se reveste de tão extraordinário mistério e nada se iguala em demonstração do infinito amor de Deus.  Nossa redenção foi o maior acontecimento da história. Se Deus tomasse todas as providências para salvar o pecador e depois estabelecesse um meio difícil para aplicar sua obra salvadora, o pecador continuaria perdido. Seria como se estivéssemos do lado de fora de um restaurante, com muita fome, sentindo o cheiro gostoso da comida e sem dinheiro no bolso, para entrar e saciar a fome. Mas nosso Senhor realizou de um modo cabal, Ele não a realizou em parte, cumpriu tudo.

O nosso maior sacrifico hoje é simplesmente crer e obedecer. Está escrito: se creres verás a glória de Deus. O plano de redenção do nosso Deus é acessível a todos quantos aceitarem Seu filho Jesus como salvador.  O valor da nossa redenção foi superior ao do ouro e da prata. O valor da nossa redenção foi o sangue de Jesus nosso Senhor. Quem poderia calcular o valor desse sangue? Ele é capaz de comprar almas cujo valor individual excede o valor do mundo inteiro – Mt 16:26.

Nos hospitais o sangue humano é tido em alto preço. Com ele vidas podem ser salvas. Por exemplo cinco ou mais doadores cedem do seu sangue para salvar uma vida. Mas graças a Deus, o sangue de Jesus vertido na cruz do Calvário é oferecido de graça e sozinho tem poder para salvar todo àquele que nele crê. Sangue é símbolo de redenção, sangue é símbolo de vida eterna, sangue é símbolo de saúde física, sangue é símbolo de poder, de virtude, sangue é força, sangue é vida.
 
A REALIDADE SOBRE O SANGUE DE JESUS
(Pr. Heber Toth Armí)
 
Muitos cristãos estão equivocados quanto ao verdadeiro significado e valor real do sangue de Jesus Cristo derramado na cruz do Calvário. Crentes em diversas denominações creem que o sangue de Cristo dá poder para conseguir suas ambições e planos egoístas. Outros usam de forma banal a expressão “o sangue de Jesus” ou “o sangue de Jesus tem poder” diante de qualquer situação.
 
O poder do sangue de Jesus vai muito além da compreensão destes iletrados crentes iludidos. O poder do sangue de Jesus não é como o poder místico das religiões pagãs, ele é muito maior do que qualquer pensamento positivo ou energia eletrizante dentro do ser humano. Não devemos limitar ou banalizar o valor, o significado e o verdadeiro poder do sangue de Cristo em coisas mundanas e materiais. Há uma ferrenha luta espiritual, entre o bem e o mal, entre Cristo e Satanás. O mundo jaz no maligno, somos seres humanos cheios de defeitos e pecados. Satanás não perde tempo e nem mede esforços para nos acusar e condenar à morte, e com razão! Neste sentido é que devemos entender o real valor e o verdadeiro poder do sangue de Jesus.
 
A seguir, veja uma linda ilustração: O sonho do reformador Martinho Lutero: Dormindo em seu leito, Martinho Lutero teve um sonho em que se viu perante o trono de Deus, no dia do julgamento. Satanás estava ali presente a fim de acusa-lo. Quando os livros foram abertos, o inimigo apontou muitos e muitos pecados, dos quais ele era de fato culpado. Em seguida, o coração dele afundou em grande desespero. Foi então que lembrou-se da cruz de Cristo e, virando-se para o acusador, o derrotou com as seguintes palavras: “O sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado” (I João 1:7). Esse sonho nos ajuda a ter clareza do significado real do sangue de Jesus.
 
CONCLUSÃO
 
No sangue de Jesus é que temos nossa redenção. Tudo quanto nos era contrário Ele pagou na cruz – Fp 2:14. O diabo pode até nos acusar – nos trazer à memória atos que praticamos, coisas que falamos, e até mesmo pensamento que involuntariamente pensamos, só que o sangue de Jesus, nos purifica de todo pecado.

______________


Pastor Jorge Albertacci 
Jubilado da Assembleia de Deus do Retiro – Volta Redonda Rio de Janeiro 
E-mail: prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal