Os crentes na Velha e na Nova Aliança - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Os crentes na Velha e na Nova Aliança

Esboço II
       O CULTO QUE DEUS PEDIU A ABRAÃO

       Gênesis 22:1-18

       O CULTO QUE DEUS PEDE À IGREJA

       Romanos 12:1-2

       INTRODUÇÃO

      Diferente da Velha Aliança, os crentes do Novo Testamento, vivem tão simplesmente para adorar a Deus, sobre todas as coisas e falar do Seu amor ao mundo. A cédula que lhes era contrária, Jesus a quitou no Calvário, cravando-a na cruz: Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz” - Colossenses 2:14. Tudo que era contra nós, Jesus solucionou de uma vez por todas, inclusive, se fez maldito em nosso lugar: “Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro; para que a bênção de Abraão chegasse aos gentios por Jesus Cristo e para que, pela fé, nós recebamos a promessa do Espírito.”  Gálatas 3:10, 13-14. 
 
01 – Deus pediu a Abraão seu único filho, Isaque! – V2;

02 – Deus deu para a Igreja Seu Único Filho, Jesus! – Jo 3:16;

03 – Abraão levantou de madrugada para o sacrifício de Isaque – V3;

04 – A Igreja levanta pela madrugada para sentir a presença de Jesus e oração – Lc 24:1;

05 – Ao 3º dia Abraão avistou ao longe o lugar do sacrifício – V3;

06 Ao 3º dia a Igreja encontro o túmulo vazio – Mt 28:6;

07 – Abraão viu o lugar do sacrifício, mas não se abalou. Ele era um verdadeiro homem de Deus, consciente, determinado e firme – V4;

08 – Muitos crentes vivem aterrorizados com palavras de pregadores e falsos profetas agoureiros, místicos com o mesmo linguajar dos feiticeiros e bruxos. Com ilustrações e testemunhos mentirosos, trapos secos, sem graça, no sentido de explorar a sensibilidade emocional dos crentes vivem a esperar que do púlpito proceda palavras inspiradas pelo Santo Espírito de Deus – 1Sm 15:23; Mt 5:37; 1Jo 3:15;
 
09 – Abraão subiu ao Monte, porque este seria o lugar específico para o sacrifício: Então, se levantou Abraão pela manhã, de madrugada, e albardou o seu jumento, e tomou consigo dois de seus moços e Isaque, seu filho; e fendeu lenha para o holocausto, e levantou-se, e foi ao lugar que Deus lhe dissera - V3;
 
10 – Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem - Jo 4:20-23;
 
11 – Com Isaque estava a lenha, elemento frágil a ser queimado – Com Abraão estava o fogo e o cutelo, símbolo de justiça – “Equilíbrio” - V6;
 
12 – Os crentes rumam à Igreja: frágeis, vazios, quebrantados, solícitos – para se derramarem na presença do Deus forte, Todo-Poderoso, fogo consumidor, para serem cheios do Espírito Santo e se manifestarem com cânticos, orações, choros,  línguas e profecias – Atos 2:1-4; Hb 12:29;
 
13 – Isaque com o feixe de lenha, pergunta ao pai: Meu pai! E ele disse: Eis-me aqui, meu filho! E ele disse: Eis aqui o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? - V7;
 
14 – João Batista apresente Jesus: Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo – Jo 1:29, 36 - Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus - 2 Coríntios 5:21 -  Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados – 1Predro 2:24 – Aleluia ao Cordeiro!
 
15. Para Isaque Deus providenciou um cordeiro para morrer em seu lugar: E estendeu Abraão a sua mão e tomou o cutelo para imolar o seu filho.  Mas o Anjo do SENHOR lhe bradou desde os céus e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui.  Então, disse: Não estendas a tua mão sobre o moço e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus e não me negaste o teu filho, o teu único.  Então, levantou Abraão os seus olhos e olhou, e eis um carneiro detrás dele, travado pelas suas pontas num mato; e foi Abraão, e tomou o carneiro, e ofereceu-o em holocausto, em lugar de seu filho.  E chamou Abraão o nome daquele lugar o SENHOR proverá; donde se diz até ao dia de hoje: No monte do SENHOR se proverá – Gênesis 22:11-14.
 
16 – Para o Filho de Deus, não teve substituto: diferente de Isaque, dois milênios depois, o Filho de Deus se encontrava no leito vertical da morte, suportando o castigo pelo pecado do mundo todo, quando exclamou, dizendo: Eli, Eli, lemá sabactâni, isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?  Mateus 27:46.
 
      CONCLUSÃO
 
      Abraão teve que viajar com sua comitiva durante três dias para prestar o culto a Deus. A Igreja tem, através do sangue de Jesus, liberdade para cultuar a Deus onde estiver, conforme consta em Hebreus 10:19-23: “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus,  pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,  e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus,  cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência e o corpo lavado com água limpa,  retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu.”
 
      A graça favoreceu os crentes da Nova Aliança em tudo. Hoje somos livres para orar e adorar a Deus até mesmo dentro do nosso quarto, sem necessidade de arredarmos o pé de dentro de casa: Mateus 6:6: Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará.”

     Ressalto que, esta declaração de Mateus 6:6 não autoriza ao crente viver isoladamente sem a comunhão com os irmãos reunidos na Igreja, Hebreus 10:24-25:  “E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos à caridade e às boas obras, não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns; antes, admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais quanto vedes que se vai aproximando aquele Dia.”

Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Retiro
Rua Engenheiro Joaquim Cardozo, 448 - Retiro - Volta Redonda 
Rio de Janeiro


"Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" 
2 Timóteo 2:15
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal