A Bênção da Reconciliação - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

A Bênção da Reconciliação

Esboços
_____________

Mt 5:20-26

A RECONCILIAÇÃO NECESSÁRIA A TODOS
 
Porque todos pecaram – Rm 3:23 – Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”
 
Para o homem reatar sua relação com Deus – 2 Co 5:18-20  E  tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamos-vos, pois, da parte de Cristo que vos reconcilieis com Deus”
 
Por intermédio de Jesus Cristo – 1Tm 2:5 – “Porque há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, homem”
 
Por causa do Juízo final – At 17:30-31 - “Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam,  porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por  meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos, ressuscitando-o dos mortos”
 
Mesmo sendo inimigos, Deus nos reconciliou com Ele em Cristo - Rm 5:10 – “Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida”
 
OS PASSOS PARA A RECONCILIAÇÃO COM DEUS SÃO
 
1. Reconhecer os nossos pecados e submete-los humildemente ao Senhor – Pv 28:13-14 – O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia. Bem-aventurado o homem que continuamente teme; mas o que endurece o seu coração virá a cair no mal”
 
2. Estar disposto a confessa-lo – 1Jo 1-9 – Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”
 
3. Se dedicar ao Senhorio de Cristo e ao serviço dos irmãos: -  “ter uma vida abnegada ao Senhor, procurar a se interessar por Jesus”
 
4. Abandonar os maus caminhos e intrigas – há muitos que andam pelos caminhos de Caim – 1Jo 3:15“Qualquer que aborrece a seu irmão é homicida. E vós sabeis que nenhum homicida tem permanente nele a vida eterna”
 
EXEMPLOS DE RECONCIIAÇÃO
 
Jacó e Esaú - Gn 33:3-5 “E ele mesmo passou adiante deles e inclinou-se à terra sete vezes, até que chegou a seu irmão. Então, Esaú correu-lhe ao encontro e abraçou-o; e lançou-se sobre o seu pescoço e beijou-o; e choraram. Depois, levantou os seus olhos, e viu as mulheres e os meninos, e disse: Quem são estes contigo? E ele disse: Os filhos  que Deus graciosamente tem dado a teu servo” Havia uma intriga tremenda entre eles - Gn 32:3-7.
 
O rei Manassés pediu perdão a Deus (foi rei aos 12 anos, e reinou 55) – 2Cr 33:11-13 – Pelo que o SENHOR trouxe sobre eles os príncipes do exército do rei da Assíria, os quais prenderam Manassés entre os espinhais, e o amarraram com cadeias, e o levaram à Babilônia. E ele, angustiado, orou deveras ao SENHOR, seu Deus, e humilhou-se muito perante o Deus de seus pais, e lhe fez oração, e Deus se aplacou para com ele, e ouviu a sua súplica, e o tornou a trazer a Jerusalém, ao seu reino; então, reconheceu Manassés que o SENHOR é Deus”
 
O PERIGO DE NÃO SE RECONCILIAR
 
As ofertas do Culto não são aceitas Mt 5:23:24 -  “Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão, e depois vem, e apresenta a tua oferta”
 
Estar enquadrado no grupo dos ímpios - 2Tm 3:3 - Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons.
 
Não ser perdoado por Deus - Mt 6:14-15 – “Porque se perdoardes aos homens suas ofensas também vosso pai celestial vos perdoará, se porém não perdoardes aos homens as suas ofensas também vosso Pai não vos perdoará”  -  “E, pela cruz, reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades” - Efésios 2:16 
 
_____________
 
CONCLUSÃO
 
A cruz de Cristo foi e ainda é o marco, a divisa e o ponto de partida para uma vida nova com Deus e com todos nossos semelhantes. A intriga que havia entre judeus e gentios teve seu ponto final com a morte de Jesus na Cruz. Até então, os judeus eram privilegiados perante a lei em detrimento dos gentios. Mas, vindo Jesus, aquele sistema de segregação foi abolido. Jesus promoveu o processo da reconciliação entre os dois povos, tornando os dois em um só povo, exclusivo para Ele. Se hoje somos libertos, tendo um caminho vivo e novo aberto para nós, foi porque Jesus nos reconciliou com Ele – Hb 10:18-19. Nossa aceitação e obediência ao Senhor, vem confirmar esta reconciliação mediante a fé. Por que antes, todos nós andávamos pelo caminho da impiedade, distanciado de Deus, e Jesus vendo isto teve compaixão de todos nós. Sua palavra em Mateus 9:35-38 revela esta compaixão: “E percorria Jesus todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas deles, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo.  E, vendo a multidão, teve grande compaixão deles, porque andavam desgarrados e errantes como ovelhas que não têm pastor.  Então, disse aos seus discípulos: A seara é realmente grande, mas poucos são os ceifeiros.  Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara”
 
As pessoas já não tinham muito motivo para crer em  mais nada – primeiro por falta de conhecimento da misericórdia de Deus – segundo, porque a incredulidade tinha dominado a mente deles. Por este motivo, Ele nos amou, e com isto, nos reconciliou com Deus.
 
_____________
 

Jorge Albertacci
Assembleia de Deus do Retiro 
Volta Redonda 
Rio de Janeiro
E-mail: prjorgealbertacci@yahoo.com.br
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal