Fragmentos da História do Dia da Bíblia - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Fragmentos da História do Dia da Bíblia

Bibliologia
___________

Salmos 119:105 
“Lâmpada para os meus pés é tua palavra e luz, para o meu caminho”
 
Celebrado no segundo domingo do mês de dezembro, o Dia da Bíblia foi criado em 1549, na Grã-Bretanha pelo Bispo Cranmer, que incluiu a data no livro de orações do Rei Eduardo VI. O Dia da Bíblia é um dia especial, e foi criado para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários cristãos evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu quando foi fundada a Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP).  E, graças ao trabalho de divulgação das Escrituras Sagradas, desempenhado pela entidade, o Dia da Bíblia passou a ser comemorado não só no segundo domingo de dezembro, mas também ao longo de toda a semana que antecede a data. Desde dezembro de 2001, essa comemoração tão especial passou a integrar o calendário oficial do país, graças à Lei Federal 10.335, que instituiu a celebração do Dia da Bíblia em todo o território nacional. Hoje, as celebrações se intensificaram e diversificaram. Realização de cultos, carreatas, shows, maratonas de leitura bíblica, exposições bíblicas, construção de monumentos à Bíblia e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas que os cristãos encontraram de agradecer a Deus por esse alimento para a vida.

A CELEBRAÇÃO

O Dia da Bíblia sempre foi motivo para a Igreja do Senhor comemorar com alegria. As Igrejas sempre foram unidas, para que essas comemorações fossem levadas a efeito mostrando a grandeza do Livro Sagrado e o poder transformador do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nesse Dia, programações as mais variadas  podem ser promovidas pelas Igrejas, mas, sempre com um único objetivo: Através da Palavra enaltecer o nome de Jesus, e fazer grande o Reino de Deus.  Este sempre foi um dia especial para distribuição de matérias evangelísticos, como Bíblias, Folhetos, Evangelhos, Salmos, Provérbios e outros, mas, sempre em nome de Jesus.

O PÃO ABSOLUTAMENTE GRÁTIS

No México, os padeiros ambulantes, geralmente, carregam os pães e grandes cestos de vime, equilibrados em suas cabeças. Um padeiro, crente piedoso acomodava sempre, em um dos recantos do cesto, a sua Bíblia, embrulhada em um guardanapo. Certo dia, quando passava ao longo de uma rua, apregoava a sua mercadoria: Pão! Pão! – Quando foi interpelado por uma senhora:  - que tipo de pães você tem? – Ao que ele prontamente respondeu: Tenho pães de duas qualidades – um tipo vendido ao preço da tabela e o outro que é inteiramente grátis! – O quê? Retrucou a freguesa: Você está distribuindo de graça pão dormido! O padeiro retirou, então a alva toalha que cobria o cesto, apanhou a Bíblia e leu o seguinte versículo: Eu sou o Pão da Vida; e aquele que vem a mim de modo algum terá fome (João 6:35). Apontando assim para Jesus Cristo nosso Senhor, o Verbo, a Palavra Viva, que alimenta a alma.

OS AUTORES DA BÍBLIA

A Bíblia é uma coleção de escritos inspirados pelo Espírito Santo, cujo autor é o próprio Deus. Os 66 livros que a integra foram escritos no decorrer e de 14 séculos, por homens de diversas categorias sociais, tais como: ESTADISTAS e LEGISLADORES, como Moisés e Daniel. Davi, que exerceu variadas atividades, como:  pastor de ovelhas, poeta, músico, soldado e rei. PROFETAS, como Isaías, Jeremias e Zacarias. PESCADORES, como foram Pedro, Tiago e João. COLETOR de rendas, como foi Mateus. MÉDICO, como Lucas, que foi o autor do Livro de Atos dos Apóstolos e do Evangelho que leva seu nome. DOUTORES DA LEI, como ocorreu com Paulo; Habacuque e Elias. Entre muitos outros que eram agricultores.

A BÍBLIA NA HISTÓRIA DO MUNDO

Na história da humanidade nunca apareceu um Livro tão influente e empolgante como é a Bíblia.  A leitura deste Livro influencia nações, afetaria até mesmo a política e a economia, influenciaria a ciência, moveria os chefes de estado, nortearia os presidentes, seria o auxílio dos governantes por completo, bem como, todo o programa da sociedade em geral.

A Bíblia é o mais valioso patrimônio da humanidade, o maior tesouro que se pode guardar na mente e no coração, a maior fonte que pode ser pesquisada, o mais autêntico monumento literário erguido neste mundo, o mais completo arsenal de conhecimentos e sabedoria de todos os tempos, a mais rica enciclopédia de toda história e o mais fulgurante de todos os livros já escritos. Cremos, portanto, que a Bíblia é o Livro perfeito, o Livro santo, o Livro dos livros, a Palavra de Deus de origem de revelação divina e inerrante. Vasculhemos as  mais esplendidas enciclopédias, consultemos os mais famosos escritores, leiamos os mais renomados filósofos da história e concluiremos que nada existe que se possa comparar à Bíblia Sagrada.

O que há de mais encantador, é que ela não foi escrita meramente para os acadêmicos e intelectuais, mas, dirigida à todas as classes sociais e civilizações. Raças, povos e línguas e nações da terra. Os realmente loucos são aqueles que a despreza, porque os verdadeiros sábios a amam. Todos os reinos e impérios que se estabeleceram neste mundo se desintegraram, quer tenha sido por invasões estrangeiras ou por revoluções internas.

O império Chinês levou 1200 anos para erguer suas muralhas que eram consideradas intransponíveis; entretanto, três vezes foram invadidas por terem seus guardas sidos subornados. Entre outras informações maravilhosas, a Bíblia fala-nos de um Reino de um Rei cujo incremento do seu principado não haverá fim (Isaías 9:6). Seu Reino será perfeito e eterno. Seu Rei é Jesus que congregará todos os povos quando haverá justiça e paz. A Bíblia é uma autêntica biblioteca que sumariza nos seus 66 livros – o passado, o presente e o futuro de toda a humanidade, desde de sua origem até a consumação de todas as nações. De modo especial e detalhada, trata do destino do povo de Israel e de todas as demais nações do mundo.

DETALHAMENTO PARA COMEMORAÇÃO NAS IGREJAS

O Dia da Bíblia é dedicado à realização de eventos e pode ser comemorado tanto no segundo domingo de dezembro quanto ao longo de toda a semana que antecede a data. As atividades programadas são variadas e vão desde cultos até maratonas de leitura bíblica que mobilizam milhares de pessoas. Conheça a seguir como a Semana da Bíblia é comemorada.

Cultos – As igrejas planejam e realizam cultos especiais no Dia da Bíblia. Nestes cultos é lembrado o grande amor de Deus ao entregar a sua Palavra aos homens e o valor dessa Palavra na vida das pessoas. Em geral, nesses cultos são recolhidas ofertas especiais para ajudar na distribuição da Bíblia no Brasil e no mundo.

Carreatas  Muitas igrejas organizam desfiles de carros pelas principais ruas da cidade, ostentando faixas com versículos bíblicos. Carros alegóricos, com representações de Bíblias, normalmente fazem parte da carreata.

Concentrações  Igrejas de muitas cidades organizam concentrações públicas para celebrar o Dia da Bíblia. Estas concentrações ocorrem em praças, ginásios esportivos, estádios e outros lugares de fácil acesso ao público. Um culto público com pregação da palavra, orações e apresentação de corais e conjuntos musicais, normalmente é o clímax da celebração. Bíblias, Novos Testamento, Porções Bíblicas e Seleções Bíblicas são distribuídas nas concentrações.

Maratona  As igrejas organizam maratonas de leitura bíblica em seus templos ou em lugares públicos. Essas maratonas seguem dois modelos. No primeiro os textos são selecionados e lidos publicamente, normalmente em lugares com grande fluxo de pessoas. No segundo caso, é feita a leitura ininterrupta de todo o texto bíblico. Pessoas são escaladas para darem continuidade à leitura e ela só é interrompida quando se completa a leitura de toda a Bíblia. Normalmente esta leitura leva mais de um dia para ser concluída e implica em uma vigília.

Monumentos  Já vem de décadas o costume de levantar monumentos à Bíblia em praças públicas das cidades. O monumento à Bíblia é um testemunho público da importância da Bíblia para as pessoas e para a sociedade e, ao mesmo tempo, um marco da importância da Bíblia para a cultura do povo.

Distribuição  Existem igrejas que no Dia da Bíblia efetuam uma distribuição maciça de folhetos (Seleções Bíblicas), para que o povo conheça o valor da Bíblia em suas vidas. Também são feitas distribuições de Bíblias, Novos Testamentos e porções bíblicas. A distribuição de Bíblias, em geral, é feita em escolas, hospitais, empresas, quartéis ou outros tipos de organização.

Pedalando por Bíblias  Em vários países são organizados passeios ciclísticos para divulgar a Bíblia e arrecadar fundos em favor da causa da Bíblia. No Brasil esses passeios começaram a ser realizados no ano de 1998 e são chamados de “Pedalando por Bíblias”. Igrejas e entidades cristãs tomam a iniciativa de organizar o passeio. Cada participante, ao se inscrever, doa uma ou várias Bíblias para serem distribuídas a pessoas ou entidades necessitadas. Fazendo sucesso por onde passa, a iniciativa surgiu em 1984, na Austrália, com o ciclista Bob Forrest. Nesta ocasião, ele percorreu os 900km que separam Sidney e Melbourne, na companhia de seu filho e de um amigo. Para cumprir esse percurso, o australiano conseguiu patrocinadores e destinou os recursos obtidos a projetos de distribuição de Bíblias. Replicado em mais de 20 países, como Alemanha, Argentina, Hong Kong, Namíbia, Sri Lanka e Suíça, o projeto foi adotado no Brasil em um formato que mobiliza milhares de pessoas em torno da divulgação da Bíblia Sagrada.

Jograis  Dentro da programação muitas vezes são incluídos jograis com temas bíblicos que podem ser realizados com a participação de várias pessoas.
___________


A AÇÃO BÍBLIA NO COTIDIANO DA HUMANIDADE
 
A Bíblia é a Carta Magna de Deus para os homens e não meramente o maior Best Seler do mundo. Por ser a Palavra Escrita sobre o Jesus, a Palavra Viva! Seu conteúdo não deve ser estudado somente teoricamente, mas vivido na prática. Por que, é nela que descobrimos os mistérios que Deus revelou à humanidade através de Jesus (Tito 2:11; Hebreus 10:19-20). Somente através da Bíblia é que aprendemos, sob a revelação divina. Nela, apredemos que:  "O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e a ciência do Santo, a prudência." (Provérbios 9:10; Salmos 111:10) "O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que lhe obedecem; o seu louvor permanece para sempre."

O servo aprende servir;
O crente adquire fé;
O povo aprende a orar;
 
O sonoplastas das Igrejas aprendem a respeitar os ouvidos das pessoas, criancinhas, idosos, e vizinhanças do local de culto;
 
O incrédulo aprende confiar;
O perdido encontra o caminho;
O triste se torna alegre;
 
O deprimido tem seus ânimos renovados;
O obreiro aprende pregar;
O pastor aprende a ensinar;
 
O que apascentava com truculência, como que se fosse dono do rebanho, aprende a apascentar com o coração;
O discípulo aprende a aprender;
O profeta aprende profetizar;
 
O bravo aprende a ficar manso;
O manso aprende a melhorar;
O mau se torna bom;
 
O mal se torna bem;
O que roubava não rouba mais;
O mentiroso aprende que a mentira é filha do diabo;
 
O impuro aprende a preservar seu corpo em santidade exclusivamente para Deus -1Tessalonissenses 4:4;
O injusto aprende a ser justo -  Salmo 15;
O boca-suja com suas palavras obscenas aprende a falar de coisas boas, das coisas de Deus; 
 
O coração de pedra passa a ser de carne;
O novo convertido aprende aplicar seus talentos;
O irascível aprende a ficar dócil;
 
O doente fica são;
O dono da razão passa a atribui-la somente a Jesus;
O falador, e murmurador acaba se convertendo -  Isaías 6:1-8;
 
O descrente passa a crer;
O rebelde adquire força para se reconciliar;
O formador de contendas passa a aplicar-se na oração;
 
O desonesto passa a ser honesto e bom de se lidar com ele;
O preguiçoso passa a trabalhar;
O durão, radical, santarrão, acaba se convertendo também;
 
Os velhos têm suas forças revigoradas.
___________


NOTAS BIBLIOGRÁFICAS
Alfalit Brasil - Rio de Janeiro
Sociedade Bíblica do Bíblica do Brasil - (SBB) – Rio de Janeiro
Manancial de Ilustrações – Moysés Marinho de Oliveira – JUERP - Rio de Janeiro.
 
Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia do Retiro.
Rua Joaquim Cardozo, nº 448 – CEP 27281-360 – Volta Redonda – RJ.
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal