O Que Devemos Guardar - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

O Que Devemos Guardar

Esboço IV
___________

PORQUE ATENTAR PARA UMA TÃO GRANDE SALVAÇÃO?

Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens (Tt 2:11)
 
PORQUE COM MAIS DILIGÊNCIA?

Porque é recomendação bíblica e demonstração do cuidado de Deus para com os que aceitam o sacrifício vicário de Cristo na cruz. Em consequência do pecado, o homem foi expulso do Éden e perdeu a comunhão que desfrutava com o Senhor (Is 59:2). Sem Cristo, não passamos de filhos da ira (Ef 2:3).
 
PORQUE O SALÁRIO DO PECADO É A MORTE?

Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Rm 3:23).  Porque além de causar a morte espiritual, o pecado leva à morte física (Gn 2:17; Rm 6:23); e caso persista o homem em seus delitos, haverá de experimentar a segunda morte: o lago de fogo (Ap 21:8).
 
PORTANTO, CONVÉM-NOS ATENTAR

Com mais diligência, para as coisas que já temos ouvido, para que, em tempo algum, nos desviemos delas.  Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição,  como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos, depois, confirmada pelos que a ouviram;  testificando também Deus com eles, por sinais, e milagres, e várias maravilhas, e dons do Espírito Santo, distribuídos por sua vontade? (Hb 2:1-4).

QUAL FOI A ABRANGÊNCIA DO PECADO
 
1.  No homem: Colocado por Deus no Éden para que o lavrasse, o homem não pode considerar o trabalho como se fora uma maldição. Devido ao pecado, porém, tornar-se-lhe-ia o trabalho mui penoso (Gn 3:17-19).
 
2.  Na mulher: Por causa de sua desobediência, a mulher muito sofreria em sua mais sublime missão: dar à luz filhos (Gn 3:16).
 
3.  Na natureza: Não fora o pecado, a natureza seria harmônica e benfazeja em todos os sentidos. Assevera Paulo que a criação geme em consequência da transgressão adâmica (Rm 8:20-22).
 
4.  No relacionamento com Deus: Em consequência do pecado, o homem foi expulso do Éden e perdeu a comunhão que desfrutava com o Senhor (Is 59:2). Sem Cristo, não passamos de filhos da ira (Ef 2:3). Esta foi a abrangência, o estrago causado pela desobediência do primeiro casal, Adão e Eva, ainda no Jardim do Éden. 
 
O QUE DEVEMOS ACEITAR?

Jesus veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que creem no seu nome,  os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.  E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade - João 1:11-14.
 
PORQUE DEVEMOS SER GRATOS AO DEUS?
 
Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus. (1Co 6:20). Porque o que é chamado pelo Senhor, sendo servo, é liberto do Senhor; e da mesma maneira também o que é chamado sendo livre, servo é de Cristo. Fostes comprados por bom preço; não vos façais servos dos homens - (1Co 7:23).
 
O ESPÍRITO SANTO DEU A PAULO NOÇÃO DO  TEMPO

E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé - (Rm 13:11).

NOSSA SALVAÇÃO SE APROXIMA

Certamente que a salvação está perto daqueles que o temem, para que a glória habite na nossa terra. A misericórdia e a verdade se encontraram; a justiça e a paz se beijaram - (Sl 85:9-10).

PORQUE TEMOS QUE NOS APEGAR COM JESUS?
 
Porque Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos - (At 4:11-12). Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo. - (1 Timóteo 2:4-6).

DE QUE NÃO DEVEMOS NOS ENVERGONHAR 

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá pela fé. (Romanos 1:16-17). 

EM QUEM TAMBÉM VÓS ESTAIS

Depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; e, tendo nele também crido, fostes selados com o Espírito Santo da promessa - (Ef 1:13). Assim, estamos sempre com o Senhor, desde quando aceitamos a fé, até à eternidade.

ASSIM COM NOS DIAS DE NOÉ

Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé - (Hb 11:7). Ainda hoje, Noé é um ponto de referência para todos os crentes. Ele não deu atenção às críticas, mas, fiél somente a Deus. Noé é uma referência para nós no cuidado com a sua família - não teve preguiça de empregar seu tempo no que Deus mandara.

VIVEMOS SOB OS OLHARES DE DEUS

Eis que os olhos do Senhor estão sobre os que o temem, sobre os que esperam na sua misericórdia; Para lhes livrar as almas da morte, e para os conservar vivos na fome - (Sl 33:18-19). Os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos atentos ao seu clamor - Salmos 34:15. Os meus olhos procurarão os fiéis da terra, para que estejam comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá - (Sl 101:6).

O QUE TEMOS QUE GUARDAR

Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei “DA” hora da tentação (Da e não NA Grande Tribulação) que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Apocalipse 3:10,11- (Ap 3:10-11).

CONCLUSÃO
 
TEMOS QUE GUARDAR:

- O temor do Senhor;
- Nossa salvação;
- Nosso coração;
- Os dons que o Espírito Santo nos concedeu;
- Nossa vida material;
- Nossa vida espiritual;
- O batismo no Espírito Santo;
- A chama que arde no nosso peito;
- As línguas estranhas que recebemos no batismo;
- O desejo de estudar a Palavra;
- O desejo de interceder por todos em oração;
- O desejo de evangelizar;
- O bom testemunho;
- Da aparência do mal;
- Nossa família;
- A comunhão com a Igreja e com todos;
- Ter como obrigação a evangelização;
- Ter como obrigação nossa contribuição com os dízimos e ofertas;
- A sensibilidade;
- O amor aos nossos irmãos e a todos;
- O desejo de cooperar com os que sofrem necessidades;
- Nossos bens materiais que Deus nos deu;
- O amor ao Pastor que o Senhor concedeu à Igreja.

Davi ao se sentir desolado clamou: Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto.  Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo.  Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário - (Salmo 51:10-12).
___________


Jorge Albertacci
E-mail - prjorgealbertacci@yahoo.com.br
Atualmente Pastor Emérito da Catedral das 
Assembleias de Deus do Retiro
Presidida desde de 2008 pelo Pastor Pedro Gonçalves da Luz
Rua Engº Joaquim Cardozo, 448 - Retiro - 27281-360  
Volta Redonda - Rio de Janeiro

 
 
 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal