Esboçoes Inspirados Para Você Desenvolver - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

Esboçoes Inspirados Para Você Desenvolver

Esboço III
 ________________

Mateus 5:1-12

INTRODUÇÃO

O sermão da montanha foi dirigido em geral à multidão e aos discípulos em particular. A multidão era de admiradores do Reino. Os discípulos eram os cidadãos do Reino. Os súditos do Reino deveriam entender que o desejo de servir a Jesus é muito mais interior do que exterior. Nesse Sermão, Jesus, o Rei dos reis ensinva de forma graciosa as leis do Seu Reino. Ninguém cansa de ouvir a doce voz do Senhor! 

A BEM-AVENTURANÇA NA VIDA DISCÍPULO TORNA-O:

1. É ISENTO DE PRETENSÕES: “Bem-aventurados os pobres de espírito (humildes)” (v3). Esses são os que nada veem em si que justifique confiança em seus méritos e por isso erguem os olhos e suplicam por Sua graça e misericórdia.

2. RECONHECE AS SUAS IMPIEDADES: “Bem-aventurado os que choram” (v4). Convencidos de suas próprias faltas, sentindo os pecados e tristezas que elas provocam, reconhece que Deus enxuga as suas lágrimas.

3. DISTINGUE-SE PELA PACIÊNCIA: “Bem-aventurados os mansos” (v5). Não revida as ofensas do inimigo; sabe suportar os insultos e as injúrias com o espírito que as suportou o seu Senhor e Mestre.

4. ANELA PELA SANTIDADE: “bem aventurados os que tem fome e sede de justiça” (v6). Jesus é a nossa justiça. Deseja-la ardentemente, é sentir a revivência divina da santidade, da vida e do amor.

5. SENTE O SOFRIMENTO ALHEIO: “Bem-aventurados os misericordiosos” (v7). Assistir aos que está necessitado, ter atitude caridosa para com os que lutam com as suas fraquezas.

6. É PURO DE SENTIMENTO: “Bem-aventurados os limpos de coração” (v8). Deus quer fazer morada no coração do crente, mas não pode coabitar com a impureza, feliz é aquele que pode ver a Deus quando olha para dentro de si.

7. PROMOVE O BEM ESTAR: “Bem-aventurados os pacificadores” (v9). Pregar o evangelho é promover a paz entre os homens.

8. SOFRE PELO EVANGELHO: “Bem-aventurados os que sofrem perseguições por causa da justiça” v10-12. Participar dos sofrimentos de Cristo é arrolar-se na galeria dos santos e mártires aos quais foi prometido o reino dos céus.

CONCLUSÃO

Observemos que todas as frazes citadas por Jesus no Sermão do Monte foram precedidas do adjetivo, bem-aventurados. Com esstas palavras Jesus revelava aos que com Ele estavam naquele Monte, que a felicidade  de pertencer o Reino do Céu está fundamentada e assegurada na fé e na obediência devotada à Palavra de Deus. E que a felicidade gerada pelo ouvir, tão sábias e abençoadas Palavras os tornava capazes de resistir aos momentos mais difíceis da vida. Tanto na vida comum, como no serviço que cada um assumiria, tão logo aceitassem a Mensagem Divina.

 ________________


II

 
HOMEM DE DEUS PARA TEMPOS ESPECIAIS 

Pr. Jorge Albertacci

Neemias 6:1-19
 
INTRODUÇÃO
 
Deus sempre utilizou dos trabalhos de homens e mulheres corajosos para o ministério em tempos especiais. Cada um para uma obra específica. Quando Ele chama, Ele mesmo capacita, assim como, provê todos os recursos necessários. Desde que este, não se envereda pelas sendas de Judas Iscariotes, conforme consta no evangelho segundo escreveu João 6:70: “Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? E um de vós é um Diabo.” Quer que a obra de Deus cresça de forma qualitativa e quantitativamente, deixe que as mulheres se engajem ativamente com suas contribuições. Neemias foi o homem especial para a reconstrução dos muros da cidade santa, Jerusalém.
 
1. HOMEM DE AÇÃO: - “Souberam que eu tinha edificado o muro” – (v 1) – evidentemente, Neemias sozinho não construiu o muro, mas, foi sua ação, sua liderança ativa e ousada, que motivou, estimulou e desafiou o povo à obra. Ainda hoje Deus precisa de homens e mulheres assim – Hb 13:7 – Hb 13:17.
 
2. HOMEM DE VISÃO: - “Estou fazendo uma grande obra” (v 3) Neemias tinha visão da obra realizada. Ela deveria ocupar todo o seu tempo com a mesma coragem que iniciou. Quando não damos o devido valor à obra de Deus, dedicando pouco tempo e atenção, não permitimos que Deus nos use segundo os Seus projetos em nossas vidas.
 
3. HOMEM QUE NÃO CEDE: - “Mandaram dizer-me quatro vezes e do mesmo modo lhe respondi quatro vezes. Sambalate era insistente, mas Neemias era resistente, ele não cedia ante as propostas do mal – resisti ao Diabo e ele fugirá de vós.
 
4. HOMEM QUE NÃO FOGE: - “Um homem como eu fugiria?” (v 11) um homem de Deus para servi-lo em tempos especiais, tem de ser corajoso, ousado, homem que não corre diante das ameaças, mesmo que elas se concretizem. Nada o pode deter!
 
5. HOMEM QUE TEME A DEUS: - “Quem há, que, sendo tal como eu, possa entrar no templo e viver?” – (v 11) – A lei não permitia a entrada nos lugares mais escondidos do templo, Neemias não era sacerdote, ele não entraria. O homem de Deus não vai contra a lei do Senhor, mesmo que seja para salvar a sua vida. Neemias estava preparado para fazer somente o que fosse de sua competência!
 
6. HOMEM DE DISCERNIMENTO: - “Percebi que não era Deus que enviara” (v 12) – Um homem de Deus para tempos especiais precisa de discernimento para ver o que não se descobre naturalmente. Para tanto é necessário que ele antes de tudo se submeta à vontade de Deus.
 
7. HOMEM HUMILDE: - “Fizemos a obra com o auxílio de Deus” (v 16) - Zc 13:7. O homem de Deus tem sucesso nas suas obras porque ele atribui tudo à Deus. Ele reconhece que sobre todos as coisas ele depende de Deus!
 
CONCLUSÃO
 
O maior sucesso na vida de um obreiro do Senhor, é cumprir com eficiência o ministério para o qual foi chamado. Neemias, além de corajoso, soube administrar o trabalho em equipe. Quando obreiro que foi chamado para o ministério sabe valorizar o trabalho dos seus companheiros, logo, ele adquire sem qualquer imposição, o respeito. Quando se valoriza o trabalho dos companheiros, os Tobias, Sambates e os Latoeiros são todos vencidos em nome de Jesus. Nada pode atrapalhar o trabalho de um obreiro corajoso e saiba humildemente saiba administrar. Deus o honra sempre, mesmo em meio as mais ferrenhas perseguições, mesmo em meio aos mais insistentes tentadores. O obreiro somente vence os inimigos da obra, se não parar para dar-lhe a atenção. É tudo que Satanás precisa para desanimar um obreiro do seu trabalho: que este pare para discutir com ele sua razão!
_______________
 
 ANOS DE 1990

Pastor Jorge Albertacci
Assembleia de Deus em Volta Redonda
E-mail: prjorgealbertacci@yahoo.com.br

NOTAS: Pontos Salientes – JUERP – Rio de Janeiro
Bíblia Sagrada 3.0/RC1995 – SBB – Rio de Janeiro
 








 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal