ESTÁ CONSUMADO: O Retumbante Grito do Calvário - Estudos Bíblicos

Buscar
Ir para o conteúdo

Menu principal:

ESTÁ CONSUMADO: O Retumbante Grito do Calvário

Artigos II

ESTÁ CONSUMADO 
O RETUMBANTE GRITO DO CALVÁRIO

E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras (Mateus 27:51).  E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: ESTÁ CONSUMADO. E, inclinando a cabeça, entregou o Espírito (João 19:30).
_________________________________________________________________________

COMENTÁRIO
 
Era uma madrugada do ano de (2016) quando não me contive enquanto não levei a termo o Eco do Calvário. Foi quando os homens se tornaram como verdadeiras pedreiras. Pelo afastamento do Pai, a incredulidade imperou.
 
Somente o mal se apresentava como a melhor escolha, e assim, com suas próprias atitudes a humanidade ficou como ovelha sem pastor. Cada um a vagar pelos seus próprios caminhos. Caminhos errantes, caminhos da prostituição, dos vícios com drogas as mais variadas e destrutivas. Caminhos da maldade, da violência, da falta de sensibilidade e do egoísmo. Caminhos da corrupção, dos robos e furtos e assaltos. Caminhos da infidelidade conjugal. Caminhos das doenças incuráveis e que desafiam a mais aprimorada ciência. Caminhos da falta de educação, falta de respeito, falta de moral e falta de ética em todos os meios da sociedade. Caminhos da inversão de valores. Caminhos do relativismo, da falta de fé. Caminhos do desprezo à religião. Caminhos da sexualidade promíscua e precoce. Caminhos do culto ao corpo, do aborto, do divórcio sem motivo. Caminhos dos estupradores. Caminhos do desprezo à Palavra de Deus. Caminhos da falta de Deus na vida.
 
Todos se encontravam irremediavelmente perdidos e consequentemente destituídos da graça de Deus.
 
Foi quando, Deus, o Pai, e como bom Pai! Amou o Mundo de Tal Maneira que nos Enviou Jesus, Seu Filho Amado, para esmiuçar a muralha que o próprio homem havia construído entre ele  e Deus.
 
Jesus não resolveria essa situação crônica do homem, simplesmente curando os enfermos, ressuscitando mortos e libertando os que viviam atormentados por Satanás e seus demônios. E nem tampouco apresentando seus lindos sermões nas praças públicas de Jerusalém e nem nas mesmo no Templo!
 
Foi necessário que Ele, subisse ao Gólgota, ao horrendo Calvário, carregando sobre os Seus ombros, o peso do pecado da humanidade toda, e lá, na ância da morte, gritasse: ESTÁ CONSUMADO!
 
Esse grito ressoou de forma, a fazer a terra tremer, sepulturas se abrirem, mortos ressuscitarem, Muralha derrubadas e Rasgado o Véu da Separação, entre o Criador e a Criação.
 
A partir de então, o homem, queira ou não, pode ouvir do Calvário o retumbar do Grito da Salvação! ESTÁ CONSUMADO.
 ________________________________________________________________________

CONCLUSÃO
 
ESTÁ CONSUMADO, foi o grito do Gólgota que ecoa neste mundo através da Igreja que peregrina por entre espinhais e pedregais sob o causticante sol deste deserto ressequido, sem Deus, sem paz e sem salvação. O Cordeiro de Deus sentiu a dor do desprezo que haveria de pesar sobre a humanidade toda, quando do alto da cruz, exclamou: Deus meu, Deus meu, porque me desamparaste? A humanidade que até então era considera desprezível, foi resgatada ao seu estado primitivo, mediante o clamor divinal: ESTÁ CONSUMADO!

 ________________________________________________________________________



Jorge Albertacci
Pastor Emérito da Assembleia de Deus
Retiro - Volta Redonda - Rio de Janeiro

 
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal